Lagosta a 15 reais: não tem preço

riodoinferno451.jpg

E já que o André Urso, linkado no post aí de baixo, disse ter lembrado de Boipeba na ilha do Mussulo, vamos cruzar rapidinho o Atlântico Sul de Angola à Bahia — e continuar a acompanhar a nossa Emília durante suas férias de julho na ilhazinha baiana. Caminhadas, piscinas naturais em alto mar, passeio de barco a praias desertas, lagosta a 7 dólares e meio: a Emília mostra todos os prazeres nada acidentais de Boipeba.

19 comentários

Caros,

Depois de várias viagens usufruindo das informações , um pouco de colaboração: viajamos para o Atacama e para Moreré, Boipeba, neste final de ano. As dicas do Atacama virão depois.
De BOIPEBA:
– Não é mais uma praia deserta. Chegamos dia 4/janeiro e até o dia 8 a ilha estava lotada do povo do Universo Paralelo, um festival que recebeu 20mil pessoas. Em Moreré tem vários campings . As casinhas todas alugadas.
– A lagosta a R$ 15,00 não existe mais. Uma muqueca de lagosta não sai por menos de R$60,00.
– Ainda é lindo!
– A hospedagem no Alizées Moreré foi uma bela escolha. Pegue os quartos com vista para o mar e prepare-se para subir muito até o quarto. A equipe do hotel é uma divertida combinação francolusobahiana.
– Em moreré a melhor barraca é do a Ligeirinho.
– O melhor restaurante é do Hotel Santa Clara.
– Com Bainema com gente, vá até Castelhanos. É lindo!
– Para chegar fizemos salvador/Valença/bopieba/moreré. Quem foi por Ilhéus foi bem mais fácil e rápido. Ilhéus/Torrinhas/Morere. Karine ou Felipe da Bahia Terra Operadora de Turismo são ótimos e tornam fácil a chegada e saída de Boipeba.

Abraço,

Bel

Juliana,

Na parte perguntódromo.

Faça sua pergunta lá e ele te responde ou outro membro da tripulação.

Olá Ricardo. você tem alguma referência sobre a pousada EcoLodge,lá em Boipeba? Estou planejando ir pra Boipeba no final de janeiro e as pousadas que você cita noseu blog não têmmais vaga. Obrigada.

Voltei de Boipeba no sábado… passei por sensações semelhantes às descritas pela Emília… a gentileza dos boipebanos (ou boipebenses), a lagosta fresquinha do Seu Guido, a hospitalidade de Charles e todos na Pousada Santa Clara, a maravilhosa cozinha de Mark, o pôr do sol de chorar no cantinho (como diriam os Destemperados)…
Agradeço a todas as dicas postadas e aos comentários (daqui, do Freires e da TuristaAcidental).
Já estou com saudades…

Muito bom mesmo o blog, Emilia. Quando voltar ao Brasil, Boipeba, que já conheço, com certeza vai ser um dos lugares que vou para matar saudades.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.