Low-cost siciliana quebra, mas “Anac” italiana tenta organizar

Windjet

Foi o atento A. L. quem trouxe a notícia: mais uma low-cost européia deixa os passageiros no chão. Desta vez foi a Windjet, com sede em Catânia, na Sicília, que parou de voar bem no meio da altíssima temporada de férias de verão na Europa.

A notícia trouxe o caos a alguns aeroportos — o maior deles aconteceu em Roma, onde 200 turistas israelenses ficaram acampados por mais de 20 horas até aparecer uma solução.

A diferença deste caso para outros — incluindo o que aconteceu recentemente aqui com a Pluna — é que a Enac, o equivalente italiano da Anac, costurou um acordo com outras companhias aéreas italianas para embarcar os passageiros Windjet com uma sobretaxa de 80 euros (R$ 200). Não é barato, tendo em vista que cada passageiro já tinha pago sua passagem pela cia. falida, mas me parece bem mais prático e organizado do que o que enfrentamos por aqui.

Volto a repetir: só viaje com low-cost em último caso. Dificilmente conseguimos os preços espetaculares que os europeus, que recebem ofertas por email, conseguem. Quando a gente adiciona as taxas extras de check-in, de pagamento por cartão de crédito, por bagagem (e quando precisa pagar excesso, então…), o preço já fica muito parecido com os das cias. convencionais. Recomendo pelo menos orçar a sua passagem incluindo todos os trechos intra-europeus no bilhete internacional saindo do Brasil.

Leia também:

Como evitar o erro mais comum na compra de passagens internacionais

Low-costs na Europa: modo de usar

Cia. low-cost sueca Skywauys deixa passageiros na mão

O caso Pluna: leitores contam seus sucessos e fracassos ao tentar reembolso

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


1 comentário

Volto a repetir: só viaje com low-cost em último caso.Low-Cost últimamente, principalmente na europa falida,é uma roubada ou fria,como queiram….
zefreitas.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.