Lu adverte: para garantir a menor diária, compare com o site do hotel

booking1

Esta semana a Lu me mandou um email relatando a chateação que passou por conta de uma promessa não-cumprida pelo site de reservas Booking.com.

É que em todas as etapas das reservas do Booking aparece o aviso, em português, “Melhor preço garantido”. Mas não foi o que aconteceu com a reserva que a Lu fez para o hotel Creatif Elephant de Munique.

booking

Depois de reservar pelo Booking, ela descobriu que reservando no site do hotel teria conseguido a mesma tarifa, mas com um extra importante: café da manhã incluído.

A Lu então reclamou com o serviço de atendimento ao cliente do Booking, que prometeu providências em 48 horas. Como não obteve resposta em dois dias, ligou para o escritório do Booking e ficou sabendo que a agência tinha entrado em contato com o hotel, mas que não tinha conseguido incluir o café porque se tratava de uma “promoção” com outro tipo de quarto, que não estava disponível no Booking.

A Lu não se deu por satisfeita e ligou para o hotel, onde tampouco conseguiu dobrar a gerência — que, ainda assim, admitiu que os quartos em oferta eram os mesmos oferecidos via Booking. E o pior é que, a essa altura, a oferta que a Lu tinha encontrado já não existia mais no site do hotel. Resultado: ela já vai chegar de bode no check-in.

Com o episódio podemos aprender que, antes de fechar uma reserva com essas agências online, sempre é bom abrir uma outra janela no browser e simular uma reserva nas mesmas datas no próprio site do hotel. (Para achar o site oficial, google o nome e o endereço, que é uma informação que consta no alto da página de cada hotel no Booking.)

Não se esqueça também de comparar as condições de reserva e cancelamento. No Booking, na imensa maioria dos casos (a exceção são ofertas arrasadoras), nenhum débito é feito automaticamente no cartão de crédito, e dá para cancelar até 48 horas antes da chegada sem multa.

(No caso específico do sistema de reservas deste hotel de Munique, haveria um débito de 10% do valor das diárias no ato da reserva, e em caso de cancelamento o valor integral da primeira diária seria debitado do cartão.)

Obrigadíssimo, Lu, pelo alerta!

62 comentários

Riq e trip, aproveitando o tema de consolidadores, queria indicar o uso do site Mundi ( http://www.mundi.com.br ) não sei se já é novidade por aqui. O site é uma ferramenta bem útil – pois reduz trabalho – para pesquisar hoteis em consolidadores. Já me ajudou muito!

De forma bem intuitiva, o interessado escolhe os parâmetros (destino e datas) e o site pesquisa em diversos consolidadores, reduzindo – e muito! – o nosso trabalho. É o mesmo funcionamento dos sites BondFaro ou Buscapé (inclusive é de propriedade do mesmo grupo).

Bom, fica a dica: acho que é uma boa ferramenta de ajuda aos viajantes.

Abraços,

Murilo

Eu, como tenho sempre os dois pés atrás, sempre comparo os preços de uns dois sites de reservas de hotéis e o do próprio hotel. Além das tarifas, verifico também o que cada oferta contempla. Procedo da mesma maneira com as passagens. Planejamento de viagem é como diagnóstico médico: tem sempre que ouvir mais de uma opinião (ou no caso, cotação).

Mais uma pergunta: e o http://www.lastminute.com????? É confiável? É q achei a diária do Hotel Borges a 44 euros nele? Uau!!!!

    Sim, também já usei e funciona bem, mas acho que na maioria das ofertas o pagamento é antecipado. Só tome cuidado com o preço, pois o site é inglês e muitas vezes o preço é em libras esterlinas, não em euros. Já me dei bem mal uma vez assim.

Eu sempre pesquisei nos dois , pelo hotel diretamente e pelo booking , pra minha surpresa sempre nos hoteis consegui no minimo o mesmo preço do booking e ai prefiro fazer diretamente no hotel. isso ja aconteceu em Portugal , França , Italia e Suiça portanto é bom consultar o hotel e informar o preço do booking que pelo menos eu consegui sempre preço melhor…

Já viajei muitas vezes reservando apenas hotel pela CVC e sempre há tarifas execelentes, podendo ser pago parcelado, inclusive. Eu recomendo, no mínimo como mais uma fonte de tomada de preços.

Aproveitando a deixa: vocês conhecem algum site ou operadora que concentre bons descontos para hotéis em ARUBA?

E como é a água do mar em Aruba? Fria, morna, quente?

Obrigado a todos!

Inserindo uma segunda pergunta, mais importante até que a primeira: vocês acham que vale a pena ficar nos Ibis/Mercures da vida?

    É uma aposta segura para quem conhece e gosta. Sou freguês. Quando viajo sozinho no Brasil é normalmente minha primeira opção.

    Mas sempre que há uma alternativa com mais personalidade, eu prefiro.

    No Ibis – quando viajo a trabalho no Brasil – não fico por causa da internet paga, estacionamento pago, café da manhã pago, ter que lembrar se terei sede no meio da noite porque não tem serviço de quarto. No entanto, não quer dizer que não recomendaria, pois os hotéis são honestos.
    Já o Mercure eu adoro!

    Haha, eu já compro minhas águas ao chegar e tenho usado o modem celular. E adoro não precisar haver check-list no check-out.

    Riq,
    Eu tinha futucado o post de hotéis baratos e só vi um comentario sobre ibis em Lisboa. Achei estranho pq vi um montão de gente procurando hotéis baratos e ninguém ainda (que eu tenha visto) comentou sobre essa promoção de 69 euros na europa toda. Pode ser porque não acompanho o blog desde o início…
    Mô,
    Eu nem me preocupo muito com o serviço de quarto não… tudo no hotel é caro DEMAIS… 🙂
    Melhor levar o básico pro quarto!
    E quando viajo a trabalho eu SEMPRE vou pra Accor pra aproveitar a milhas do A-Club! 😀

    abs

    João,
    Eu não! Nada contra o pic-nic no quarto 😆 porém eu esqueço mesmo de levar as coisas e me dá preguiça pensar se quem sabe terei fome ou sede no meio da noite.
    Vc falou uma coisa importante: eu vivo perdendo as milhas do A-Club, desde quando ele tinha outro nome que não lembro mais. Nunca troquei, venciam, esquecia.
    Puxa vida…

    Eu gosto do Ibis, nos termos do Riq, mas deve-se ficar atento para a localização. No Brasil, muitos como os de São José dos Campos só são bem acessíveis para quem está de carro. Se voce está sem carro, a localização é ruim.

    Riq, quando eu crescer quero ser assim! 😀
    Estou esperando meu chefe ter uma crise de generosidade e pagar o modem para mim. É que não largo o Virtua de casa de jeito nenhum e me re-cu-so a pagar já que eles que me mandam viajar. (ou, mão-de-vaca, yes I am!) 😆

    Mas sabe que o tal do check-list do check-out há algum tempo não tem me incomodado? A maioria dos hotéis perguntam o consumo, não preciso ficar esperando conferirem.
    Acho que tenho cara de confiável, sei lá! :mrgreen:
    Eu também gosto muito da rede Atlantica e os seus Quality e dos Blue Tree para viajar a trabalho.

Pessoal,
Gosto muito do Expedia. Já usei várias vezes, e sempre com sucesso. O único porém é que você já paga na hora da reserva.

Abordando um assunto semelhante: estou pesquisando hoteis para minha viagem de Abril, e estou vendo que os hotéis Ibis estão com preços imbatíveis. Eu to acostumado com a rede Mercure no Brasil e já fiquei no Ibis Stopera de Amsterdam. http://www.accorhotels.com/nl/hotel-3044-ibis-amsterdam-city-stopera/index.shtml . Acho o perfeito custo/benefício, só que não vejo ninguém comentando sobre eles(com exceção de Praga e Budapeste). A localização geralmente é muito boa, você já sabe o que esperar do quarto. Não tem aquele “toque local”, mas você dificilmente tem susto. Tem até um programa de milhagem que te dá vantagens e descontos.

Achei quartos em todas as cidades por 69 euros, até os super bem localizados. Em Londres, por exemplo, o Ibis London City (800 metros da London Bridge) http://www.ibishotel.com/gb/hotel-5011-ibis-london-city/index.shtml sai por 72 euros por causa das taxas. Qualquer outro hotel sai muuuuito mais caro que isso. Essa promoção só tem duas desvantagens: o valor é não reembolsável e só vale até 31/12/2009 (e eu viajo em Abril de 2010).

A parte do reembolsável eu acho que vale a pena (e pelo visto o Riq também), e fora do período dessa promoção há outra onde achei preços de 79 euros. Mesmo assim muito barato.

Por isso queria a opinião de vocês: porque ninguém comenta sobre os hotéis da rede Accor?

    João, os hotéis da Accor são SUPER comentados aqui. Sempre que há um Ibis bem localizado a gente comenta. Mas algumas vezes são mal localizados (no Brasil eles costumam ter localização mais central, na Europa é preciso jogar no mapa para ver). Falamos de Ibis em Paris (Montparnasse, République, Montmartre), Colônia, Lisboa (Liberdade), Buenos Aires, Casablanca, Bruxelas, Londres (Euston)…

    O Ibis City, por exemplo, só é bem localizado para quem quer vai trabalhar na City e/ou aproveitar a muvuca de East London. O Ibis Euston está mais para os lados da Londres que a maioria quer ver. http://www.ibishotel.com/gb/hotel-5011-ibis-london-city/index.shtml

    O Ibis Stopera não é mal localizado, mas está numa avenida tão fria e sem cara de Amsterdã, que não é o lugar onde eu gostaria de acordar e voltar para dormir todas as noites… acho muito mais bacana dormir num quarto ainda mais básico, como o do Van Onna, mas sair de casa e dar de cara com um canalzinho lindo…

    http://www.hotelvanonna.nl/portugues.html

    João, já fiquei num Ibis em Londres (Earls Court) que era muito legal embora eu não saiba dizer sobre a localização pois não posso dizer que conheeeço Londres. Já fiquei num Ibis em Amsterdã tb que foi ótimo mas a localização era no aeroporto, então não foi taão legal assim e já fiquei uma vez no Mercure de Paris colado na Gare de l’est. O bairro não é o meu sonho mas o hotel era colado numa estação de trem e metro então, tem suas vantagens. Mas sobre não ter susto na rede Ibis: o de BsAs é meio assustador sim. A localização é razoável mas numa área em que não tem muito o que fazer à pé. O hotel é velhinho e algumas coisas no quarto não funcionam bem. Não gostei. De todos esses o melhor foi o de Amsterdam apesar do incoveniente da localização. Como nem sempre podemos ter tudo o jeito é ir se ajustando e priorizando necessidades de primeira ordem.

    Então a palavra de ordem aqui é nunca esperar que seja ótimo. Talvez ir com uma expectativa mais baixa e tomar uma surpresa positiva é melhor do que ir como uma expectativa alta e tomar um susto ruim.
    🙂
    Como vou pretendo fica 25 dias na próxima viagem, essas economias na hospedagem fazem uma enorme diferença no final das contas.
    brigadao!

Olás! Minha pergunta e sobre o VENERE… outro dia nas pesquisas encontrei uma diferença de 19 euros mais baratos na diária saindo da pesquisa do Booking e olhando no Venere. Seriam quartos diferentes??? Ou só melhor negociação? E quanto a confiabilidade na reserva: a do Booking só ouço coisas boas… (tirando essa agora do preço) mas e o Venere? É confiável? Abraços a todos e bom domingo…

    Venere é confiável, sim. E a diferença de preços pode ser as duas coisas.

    Tb já usei o Venere de montão e nunca tive problemas. A vantagem é que vc só paga no check out. É bem mais legal pra Europa, com mais opções e por permitir localizar os hotéis por bairros.

    Paula, mesmo o booking tendo aquele mapa legal tb adoro o mapinha do venere. Na verdade abro tudo: booking, venere e site do hotel.

Que chato essa confusão com o Dilos, Vanessa 🙁
Mas até onde sei , deves solicitar um extorno do CC por cobrança indevida , e eles é que vão se entender com o dilos.com . Não importa se faz 9 ou 90 dias . Reenvia os contatos feitos para o teu CC e solicita reembolso .

Pessoalmente, já usei o Booking e correu tudo bem, inclusive em um caso em que cancelei a reserva.

Sobre os preços, sempre pesquiso as tarifas em vários consolidadores e no site dos hotéis antes de fazer minha escolha.

Na última viagem, encontrei tarifas mais baratas em consolidadores que não conhecia do que nos sites dos hotéis. Sem querer correr o risco de fazer a reserva pelos consolidadores, mandei e-mails para os hotéis, informando da oferta que havia encontrado e perguntando se eles fariam o mesmo preço para reservar direto com eles. Deu certo, consegui o melhor preço, com a segurança de reservar direto no hotel (e de quebra esse contato já serviu pra ter uma boa primeira impressão dos hotéis escolhidos, como a Sylvia sempre ensina!).

Consolidador que me deixou na mão foi o http://www.dilos.com. Tentei reservar com eles para BsAs. Depois que estava tudo certo e já tinha enviado dados bancários para garantia de reserva, me avisaram que o hotel estava sem disponibilidade. Ofereceram outras opções, que recusei. Acabei reservando direto com um outro hotel. Para minha surpresa, depois da viagem, foram debitadas todas as diárias do segundo hotel que o Dilos me ofereceu e que eu não usei! Não consegui ser ressarcida, apesar de ter feito inúmeros contatos com o consolidador. Fui vencida pelo cansaço…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.