Machu Picchu limita visitantes; ingressos só são vendidos online

Disponibilidade em Machu Picchu - julho

Quem avisou foi a querida Lu Malheiros, que além de fazer um post no seu Dividindo a Bagagem, deixou um recadinho na caixa de comentários.

Seguindo (ma non troppo) recomendações da Unesco, o sítio arqueológico reduziu o acesso a 2.500 visitantes por dia (a Unesco advoga 917). E para que isso seja respeitado, a partir desta semana só se pode entrar no parque com ingresso comprado antecipadamente pela internet.


A venda é feita pelo site MachuPicchu.gob.pe. Estão abertas as vendas até o fim do ano (mas lembre-se de que a época das chuvas começa em novembro). Clique em “consultas” para ver a disponibilidade. Não há mais vagas para esta semana, mas agosto ainda está tranqüilo.

Comprando no siteLista de agências que podem comprar o ingresso (veja no site)

Para comprar é preciso usar um cartão de crédito Visa integrado ao sistema Verified by Visa. Ou seja: é provável que os cartões que dão galho nos sites de trem na Europa tenham problemas aqui também. Há duas alternativas: comprar por intermédio de uma agência de viagem local (clique em “consultas” e, ao pé da página, em “agencias de viaje”, que aparece uma lista, com sites e emails) ou deixar para comprar quando você estiver no Peru — porque depois de comprar pela internet você ainda tem seis horas para pagar pessoalmente num banco credenciado. Esta alternativa não é recomendável nos meses de julho e agosto, altíssima temporada de visita.

Segundo este site, o limite de 2.500 pessoas por dia nem é tão draconiano assim; só em julho e agosto os visitantes estourariam este número se não houvesse a restrição.

Obrigado pela dica, Lu!

Leia também:

Mudança na compra de ingressos para visitar Machu Picchu, por Lu Malheiros

MachuPicchu.gob.pe

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


182 comentários

Também entrei no site e fiquei bem confusa… estou planejando minha viagem em outubro. Queria visitar Huaynapicchu, se eu comprar só o ingresso de pra lá posso visitar todo o resto do parque? Obrigada!!!

    Olá, Ana Carolina! O ingresso que inclui Huayanapicchu é o mais caro, e inclui também a visita ao parque. Agora apenas 400 pessoas são admitidas na trilha, divididas em dois horários: 7h e 10h.

Obrigada!

Infelizmente não tenho como programar a viagem para outra época, pois sou professora e sigo o calendário escolar … Minhas férias são sempre em janeiro, não tenho nem como negociar. De qualquer modo, é bom estar ciente de que corro o risco de enfrentar fortes chuvas. O negócio é torcer para que elas não atrapalhem a viagem!

Mais uma vez, obrigada!! =D

Estou programando uma viagem para Machu Picchu em janeiro. Entrei no site para conferir valores e ficar ciente dessa nova forma de comprar os ingressos, mas fiquei com uma dúvida. No site, aparecem diversas opções de ingresso quando selecionamos Machu Picchu. Qual delas eu devo comprar? Tem MAPI, Huayna, Machu Picchu Museu … Fiquei confusa, será que alguém poderia me ajudar? =) Obrigada!

    Olá, thereza! O passseio mais completo é o MAPI-Huayna. MAPI é o sítio arqueológico, certifique-se de comprar pelo menos este ingresso.

    Precisamos alertar que janeiro é época de chuvas. Se eu fosse você, programaria esta viagem entre abril e setembro.

Como vocês estão fazendo pra comprar o bilhete do trem?

No site deles diz
“Dear passenger, we accept all credit cards. Please consider that you must show the credit card used to purchase your ticket upon boarding the train, only if you have Verified by Visa or Securecode MasterCard this wont be necessary.”
Eles falam que aceitam todos cartões mas na hora de passar não é possível?

Ainda não tentei porque estou planejando a viagem e não tenho certeza da data…

    Olá, Patricia! Esse sistema ocasiona problemas com alguns cartões, sim. Faça sua reserva com antecedência; se você não conseguir vai precisar contatar uma agência local.

    Oi Patrícia, eu também tive problemas com o site por conta do cartão,aparecia essa mesma mesnsagem. Eu mandei email e depois liguei…mas acabei conseguindo resolver tudo por email mesmo, foi bem rapidinho. O contato é: [email protected] e [email protected]

    Olá Milena! Muito obrigada pela dica!!
    Eles respondem se eu mandar o e-mail em inglês? (Não falo espanhol…)

    Oi Patrícia, em inglês eu não te dou plena certeza, mas é bem provável que entendam, pois quando liguei, havia a opção de falar com os atendentes em inglês. Em relação a você não falar espanhol, não se preocupe, pois o email que mandei foi em português. Eles entenderam direitinho e rapidinho me responderam.

    Olá, Milena. Consegui fazer minha compra na PeruRail da mesma forma que você. Mandei um email em inglês e fui prontamente atendido. Recebi uma resposta do Daniel Calderón- executivo de vendas – através do email [email protected]

Ah, eu tinha tentado acessar o site aqui em casa, antes de viajar, mas não abria por nada.

Oi Riq, como seu site já me ajudou um tantão nas minhas viagens viam aqui contar minha experiência. Voltei do Peru domingo agora (24/07/11) e eu e centenas de outros turistas foram pegos de surpresa com essa limitação. Nada havia sido divulgado até então. Minha visita à MP estava planejada pra sexta-feira, eu ia comprar em Cuzco na quarta, foi quando descobri que os ingressos estavam todos esgotados para os próximos e dias e eu teria que voltar pra Sampa sem visitar o santuário. Nem preciso mencionar o desespero,né? Fui até o escritório de turismo de Cuzco,onde fiquei dando F5 até umas 19h30 (o escritório fechava as 20h). Umas pessoas conseguiram comprar uns ingressos que apareciam do nada, mas tinha sido muita sorte. Voltei pro hotel desolada, mas continuei no F5 na wifi mais lerda do planeta. Quando era umas 20h20 surgiram uns 40 ingressos. Comprei na hora! Na verdade, não era exatamente uma compra e sim uma reserva. Para efetuar a compra eu deveria pagar no banco (FECHADO), no escritório (FECHADO) ou pela internet com cartão Verified (o que não era o meu caso, já que meu cartão é do BB) no prazo de 6 horas, senão meu ingresso voltaria a ser disponibilizado no site (as entradas que vão sendo disponibilizadas “aleatoriamente” são reservas não pagas no prazo que voltam pro site). Eu não tinha chance alguma, então eu tentei pagar pela internet, era a única chance que eu poderia ter. E não é que deu certo? Juro que meu cartão não é verified, tanto que não consegui fazer a compra das passagens da Peru Rail sem entrar em contato com eles por email (assunto pra outro comentário, de tanto rolo que deu), mas no fim das contas deu certo. Conheci MP e agora quero avisar todo mundo pra que não passem o sufuco duzinfernos que passei lá em busca do boleto de entrada. É isso. bjos

Riq,
Que bom que você fez um post 😉
Parece que ir para Machu Picchu sem uma agência está mais difícil. Assim como a Milena, alguns amigos tiveram dificuldade em comprar a passagem de trem pela Peru Rail.

Alguém conseguiu entrar neste site? Viajo em Setembro e assim que vi a notícia aqui, corri para comprar… e não entra, de jeito nenhum!

Alguém sabe outro endereço? Ou será um erro temporário?
Obrigada,
Anna

    Olá, Anna! Provavelmente está sobrecarregado de acessos.

    Aí vai de novo o link: http://www.machupicchu.gob.pe

    Tente de diferentes browsers, às vezes o acesso ficou travado (restartar o computador também ajuda).

Comprei minhas entradas para MP pelo site. Foi tudo rápido e tranquilo. E, embora no site fala que o cartão tem que ser integrado aos sistema Verified by visa, eu consegui comprar. (meu cartão não faz parte do sistema).
Eu tive problemas para comprar no site da Peru Rail, mas tudo foi resolvido por email mesmo.
Tive problemas também no site da Star Perú. Mas, aparece uma opção de fazer reservas por USD 30 por pessoa. Você paga esse valor, mas tem que chegar com 2 horas de antecedência no aeroporto e pagar o restante.
Sugiro aos trips, que tentem mesmo assim…quem sabe não conseguem?!!!
Abraços,
Milena

    Milena,
    Eles recomendam que a gente chegue ao aeroporto com duas horas de antecedência para qualquer vôo nacional, mesmo que já tenha a passagem. No caso de não ter, acho as duas horas recomendadas pela Star Peru pouco tempo.
    Hoje, por exemplo, estive na loja deles em Miraflores para pegar minhas passagens e huve uma pequena confusão com a reserva. Tudo acabou bem, mas demorou uns 30 min. Se tivesse deixado para resolver isso no dia da viagem, acho que iria ficar bem estressada 😉

    Oi Lu! Menina eu estava pensando nessas passagens ontem…e provavelmente vou tentar resolver no dia que chegar em Lima mesmo, como já estarei no aeroporto, reolvo logo essa pendenga pra não haver estresse. Eu também não estava confiando muito só nessas 2 horinhas não. Na verdade, eu não confio muito em nenhuma cia aérea!!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.