mendoza loja vinho trapiche

Enquete | Mendoza: você despachou ou trouxe a bordo os seus vinhos?

mendoza dicas trazer vinhos

‘Você está levando vinhos na mala? Quantas garrafas? Como acomodou?’. No aeroporto de Mendoza, um fiscal da Aerolíneas Argentinas perguntava a mesma coisa para cada passageiro na fila do check-in. Quando chegou a minha vez, respondi que havia embrulhado em plástico-bolha e colocado entre as minhas roupas. Eram quatro garrafas de vinho, uma meia-garrafa, e toda a torcida para que chegassem em casa sem tingir minhas camisetas de vermelho. ‘Você podia ter trazido como bagagem de mão’, ele disse.

Mendoza: as dicas do Viaje na Viagem
Novo! Guia de Mendoza no Viaje na Viagem

Ué, mas não era proibido levar frascos de mais de 100 ml a bordo de voos internacionais? A não ser que fossem produtos comprados no duty free?

Acabei descobrindo que as Aerolíneas Argentinas e a Gol deixam que o passageiro traga, na bagagem de mão, até 5 litros de vinho, que são o mesmo que 6 garrafas. Também permitem que as garrafas sejam despachadas, mas não se responsabilizam caso quebrem no transporte. Podem ser vinhos comprados em qualquer loja ou vinícola, desde que industrializados.

Já a Latam diz, no site e no call center, que as garrafas devem ser despachadas, apenas. É permitido despachar até 24 garrafas (mas lembre-se de que a Receita Federal só permite trazer até 16 garrafas sem pagar imposto — desde que estejam dentro do limite de US$ 500 para compras no exterior). A bordo, como bagagem de mão, só são liberadas garrafas compradas no duty free.

Conta pra gente: como você trouxe os vinhos que comprou de Mendoza, e com qual cia. aérea viajou? Embarcou com as garrafas na bagagem de mão, ou preferiu despachar? Pôs dentro da mala, ou trasportou numa caixa? Que técnica usou para as garrafas não quebrarem? Por favor, não me diga que quebraram…

Aproveite e dê uma passadinha no nosso novíssimo guia de Mendoza, com muitas dicas para você programar a sua próxima viagem!

Mais enquetes:


Los Roques

141 comentários

As dicas que encontramos aqui nos deram um bom norte para a nossa epopeia de trazer (intactas 🙌🏽) 30 garrafas de Mendoza fazendo conexão no Chile, então muito obrigado! Para contribuir com os próximos viajantes, vou deixar por aqui algumas dicas adicionais atualizadas:
– conseguimos trazer 6 garrafas em cada mala de mão, não fizeram controle na saída de Mendoza nem na conexão em Santiago. Talvez desse até para levar mais, mas não quisemos arriscar…
– Para simular o peso das garrafas considere o tipo de vinho que estão levando. Se forem vinhos gran reserva, considere 2kg por garrafa ao invés de 1,3kg, como alguém falou aqui.
– Essa falha na aproximação de peso fez minha mala de despacho bater 30kg, o que me fez ter que despachar uma malinha de mão que estava com 6 garrafas e colocar mais 3 garrafas, o que bateu quase 20kg. Consequentemente, como não havia planejado despachar esse volume adicional, tive que comprar o volume no aeroporto por U$40. Caso quisesse manter a mala de despacho com 30kg, sairia U$100, sem considerar que malas acima do peso de 23kg não são cobertas pela franquia da cia aérea, então não foi tão ruim assim. Pra consolar esse feito dividi esse valor entre as 30 garrafas e isso diluiu meu sentimento de perda…kkk
– no Chile correu tudo bem, confesso que cheguei a considerar completar a cota com mais 2 Tikal Patagônico do dutty free, mas minha noiva não deixou 🙄
– chegando em SP foi aquela apreensão ao ouvir o barulho das malas caindo na esteira, mas acomodamos as garrafas enroladas nas roupas de forma que elas ficassem bem protegidas e sem espaço entre elas, para evitar choques. Super funcionou.
– ainda na sala das esteiras abrimos as malas e demos aquele check pra ver se estavam todas intactas aí bateu aquele alivio!!!
– mais 2 no duty free?!?! Melhor não, deixa quieto…kkk
Abraços!

Vim pela AZUL de Buenos Aires e eles também deixaram levar até 6 garrafas na mala de mão, foi bem tranquilo trazer.

Como os preços na Argentina são bem mais baixos, vale muito a pena!

Moro na Argentina há 11 anos e sempre levo vinhos na bagagem de mão pro Brasil.
A LATAM também permite que você leve pro Brasil, até 5 garrafas a bordo.
A depender do país de destino e se o voo tem escalas, essa quantidade diminui.

A Jet Smart permite embarcar com 6 vinhos em caixa como bagagem de mão, não cobram. Não perguntaram quantos havia na mala.

Eu embrulho minhas garrafas em fraldas geriátricas….rsrsrs
Se elas quebrarem, a fralda absorve….

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.