Montevidéu Hyatt Centric

Montevidéu: um fim de semana sentindo-se em casa no novo Hyatt Centric

Montevidéu Hyatt Centric

Texto e fotos: Sylvia Lemos

“Que casa linda!”, foi o primeiro pensamento que tive ao chegar ao anoitecer de sexta-feira na rambla de Pocitos, à altura do letreiro MONTEVIDEO. O frio com vento intenso fez o cenário parecer um filme. O impacto de sair do Rio de Janeiro depois de uma semana com céu limpo e temperaturas acima dos 30º, e em apenas três horas de voo, chegar num lugar tão belo e aconchegante, me encantou. Tinha chegado ao Hyatt Centric, o novo 5 estrelas de Montevidéu, que seria apresentado a um grupo de jornalistas e viajantes brasileiros.

A chuva e as baixas temperaturas que nos acompanharam por boa parte do fim de semana foram coadjuvantes que, ao invés de incomodar, proporcionaram momentos prazerosos e intensos de convivência com os espaços internos da casa, que manteve uma climatização muito agradável em todos os ambientes e horários.

Montevidéu Hyatt Centric

Esta casa, aberta há menos de dois meses, tem marca de prestígio associada a luxo — mas o que vivi neste espaço foi familiaridade, comprometimento com qualidade, aconchego, personalidade e uma movimentação permanente de montevideanos e hóspedes nas áreas comuns da casa, que são ambientadas de maneira a proporcionar circulação livre entre os diversos ambientes: uma deli, um bar, um restaurante, uma mesa enorme, uma biblioteca-estar.

Montevidéu Hyatt Centric

Os apartamentos são amplos, cheirosos por natureza: cama ultraconfortável, muitas tomadas de todos os tipos (usb e para todos os equipamentos) iluminação inteligente, cortinas blackout perfeitas, janelas acústicas que abrem, piso de carpete antialérgico, chuveiro delicioso. Sabe quando a gente fica muito feliz em estar no quarto? Então, esta casa é assim.

Mas chega uma hora que é preciso sair para comer. Ao descer para o bar às oito e meia da noite, uma surpresa: quase todas as mesas, cadeiras e sofás estão ocupadas por locais e hóspedes, casais, grupos de amigos, pessoas avulsas em mesas comunitárias. O calor humano e a temperatura ambiente pedem pra deixar o casaco no cabide. Ao lado do bar, a simpática deli está vazia, mas as delicias expostas aguçam a fome e o restaurante Plantado logo ao lado está movimentado. O jantar que nos espera é estilo comida de casa (family-style como falam lá): panelas e pratos com várias delicias no centro da mesa e cada um prova e serve o que lhe apetece.

A carta (menu) com opções para almoço e jantar está impressa nos jogos americanos e tem a intervenção dos moradores locais quanto aos preços dos pratos e pitacos nas receitas dos pratos. Numa das pequisas que fizeram antes da abertura, perguntaram aos vizinhos onde e o que gostavam de comer e quanto gostariam de pagar, e a partir destes dados formataram o cardápio. (Em julho/16, o menu de 2 passos no almoço sai o equivalente a 70 reais, e os pratos principais no jantar estão em torno de 50 reais; taças de vinho: 15 reais).


Peso uruguaio
Por que vale a pena levar cartão

18,5% de desconto em restaurantes e locadoras, isenção de IVA em hotéis: os descontos para quem usa cartão no Uruguai

A receita sob medida para por 48 horas fugir do trânsito e do agito, não se preocupar com nada, não planejar roteiro, não olhar o relógio, não estar nem aí para o mapa, não ter que procurar o melhor câmbio, comer muito bem e dormir (e passar a maior parte do tempo) num lugar novinho em folha, na beira da água com uma vista de babar, um serviço impecável e sem firulas é ter em mãos: uma reserva para o Hyatt Centric Montevideo, de preferência num apartamento com vista para o Rio da Prata; dois cartões (um de crédito, um de débito), um smartphone com aplicativo do Uber; uma bagagem enxuta (nada de formalidades; e não esqueça da roupa de banho ) , um seguro viagem, e o melhor sorriso, pois vai usá-lo todo o tempo .

Montevidéu Hyatt Centric

Pra receita ficar redondinha, saia para passear após o café da manhã, e retorne ao hotel no meio da tarde, após o almoço. Vista a roupa de banho, descanse nas chaises junto à raia da piscina térmica, ou aproveite para fazer um exercício extra na academia, e retorne ao apartamento uma hora antes do pôr do sol para apreciar as nuances do entardecer em Pocitos.

Montevidéu Hyatt Centric

Montevidéu Hyat Centric Plantado

Jantar no Plantado é uma baita experiência. Reserve uma mesa para a primeira noite: o espaço é sempre concorrido para provar as delícias do chef Federico Ferrari. Nove horas da noite é um bom horário; se quiser chegar mais cedo, passe antes no bar Moderno, que já vai estar movimentado. Caso tenha almoçado tarde, ou queira jantar algo mais simples, confira o cardápio do bar, e escolha uma taça de vinho, uma água saborizada, ou um drink sob medida.

Montevidéu: Mercado e Jacinto

Um programa legal fora do hotel para o primeiro dia é caminhar na Rambla, chamar um Uber e ir à Ciudad Vieja almoçar no Jacinto; lembre-se de reservar, o local é especial e sempre cheio (Sarandí esquina Alzaibar; tel. 598/2915-1731; abre de 2ª das 10h às 19h, 3ª a sábado das 10h à meia-noite; fecha domingo). Uma alternativa pertinho é o Petite Cuisine (Alzaibar, 1316; tel. 598/2916-2014; abre de 2ª a 6ª das 12h às 18h30; sábado das 12h30 às 16h; jantar só 6ª feira, das 20h às 23h; fecha domingo). Também por ali, o Estrecho, como diz o nome, é estreito: não tem mesas, apenas uma barra; abre só para o almoço, mas a comida é super recomendada (Sarandí esquina Misiones; tel. 498/2915-6107).

Depois do almoço a pedida é caminhar umas poucas quadras até o Mercado do Porto tomar um café ; ou fazer um city tour com o Bus Turístico que tem parada inicial a uma quadra do mercado. Meu pitaco: se fizer tudo isso junto no primeiro dia, vai virar maraturismo, e nós estamos aqui pra descansar, lembra?

Montevidéu: Bouza

Uma idéia para o segundo dia é almoçar numa vinícola. São várias as bodegas na área: a famosa a Bodega Bouza; Carrau; Pisano; Juanicó; Stagnari. Escolha a sua e reserve com antecedência.


Montevidéu: roteiro completo
Roteiros prontos:

Itinerários de 2 a 7 dias pelo Uruguai: como combinar Montevidéu, Punta del Este, Colonia (e Buenos Aires)

Se for um domingo de manhã, a Feira Tristán Narvaja é uma pedida (diga para o Uber deixar no número 1700 da Dr.Tristan Narvaja). Sim, é possivel fazer os dois programas num domingo: a feira e a bodega/vinícola — mas lembre que estamos de férias, então nada de correria, próxima atração, programas superpostos; a vista do entardecer na janela do hotel tem hora prá acontecer.

Uber Montevidéu

Deixa eu contar um segredo: Montevidéu não mudou nadicas nos últimos quarenta anos e deve continuar assim. Poucos carros, poucos habitantes, numa vibe intensa de província . Portanto, segure a ansiedade de ir, ver, conhecer, e volte para o seu ninho prá um jantar e sono dos deuses, antes de retornar para a vida real.

O que mais curti no Hyatt Centric Montevideo foi o ambiente informal e caloroso da afinada equipe, que trabalha sorrindo; o tamanho generoso dos apartamentos e os detalhes que fazem a diferença: a grande quantidade de tomadas, o wifi que funcionou perfeitamente e acima de tudo o fato de eu nunca ter visto ou ouvido o serviço de arrumação pelos corredores, e estar segura de que ninguém iria bater na porta para qualquer coisa pois a campainha pode ser bloqueada digitalmente.

Um hotel pra descansar, é algo quase surreal! E as obras de arte são um capitulo à parte. Como em todos os negócios, as pessoas são o diferencial: Augustín, Carol, Federico, Guillaume, Virginia, obrigada pelos bons momentos, já quero marcar dia e hora para retornar!

Viagem a convite do Hyatt Centric Montevideo

Leia mais:


Letreiro Montevidéu

18 comentários

Delícia de lugar, delícia de relato. Da vontade de pegar as malas e ir! Um hotel p descansar e ser bem tratada e tudibão! Parabéns!

Sylvia, depois deste delicioso relato, com muitas dicas de Montevideo e do lindo Hotel, só me resta ir passar um final de semana no Uruguai. Adorei o post.

Maravilhoso! Realmente da muita vontade de viver a experiência proposta pelo Hotel e curtir um final de semana de relaxamento. Bom saber que há essa opção de hospedagem qualificada em Montevidéu.

Post maravilhoso!
Este hotel deve ser um sonho mesmo!

Obrigada pelas dicas, e pelo roteiro do final de semana!
Montevidéu está na minha listinha “to go”.
Valeuu