Na Time Out: 101 coisas para fazer em Nova York no inverno

Caleidoscópio de luzes na Grand Central Station (foto: Time Out NY)
Caleidoscópio de luzes na Grand Central Station (foto: Time Out NY)

A primeira coisa que você deve fazer para desempacotar sua estada em Nova York é passar numa banca e comprar as revistas de programação cultural, gastronômica e muvuqueira da cidade: a Time Out NY e a New York Magazine. (Espíritos mais alternativos devem também pegar seu exemplar grátis do Village Voice num dispenser de esquina.

Em qualquer edição você vai encontrar muito mais coisas que gostaria de fazer do que cabem na sua semana na cidade. A grande maioria vai fazer você experimentar a cidade de uma maneira original — ou, pelo menos, diferente daquela que tinha planejado.

De vez em quando você dá a sorte de topar com uma edição super-recheada de dicas — ou, pelo menos, com um blog que dá a sorte de ser avisado pelo Twitter de que tem uma matéria dessas no ar.

Se você vai para Nova York nos próximos três meses, saiba que está a um clique de distância de uma mina de dicas para se divertir no frio de Manhattan (e também do Brooklyn e até do Bronx). São 101 dicas originais para curtir o inverno nova-iorquino.

Tirando um ou outro programa standard — tipo o show das Rockettes no Radio City Music Hall, que mesmo sendo superturisticão é uma delícia  –, a revista leva você a admirar o inverno de ângulos inusitados. (Por exemplo: segundo a Time Out, o melhor lugar para admirar as luzes do comércio natalino é na janelinha dos ônibus M2, M3 e M5 que descem a Quinta Avenida abaixo do Central Park).

O mais divertido, para mim, é o bar crawl (em português poderia ser baratona) Santa Con, em que uma pequena multidão fantasiada de Papai Noel vai passar o sábado dia 12 de bar em bar, começando às… 10 da manhã. O ponto de encontro será comunicado neste site, agora na sexta.

E se você sentir falta de dicas de Réveillon, é porque elas estão em outra matéria: mais especificamente, aqui. (Lugares indicados para ver fogos: Rockefeller Park na Battery Park City e Astoria Park, embaixo da ponte Triborough, no Queens, de frente para Manhattan.)

Por uma questão de direitos autorais, eu não posso transcrever aqui todas as 101 dicas invernais. Mas se vocês quiserem ajudar dando um pulinho lá na matéria e destacando uma ou outra de que mais gostaram na caixa de comentários, fiquem à vontade 🙂

93 comentários

Acho que estou ficando boa nisto, li ontem o Time Out e adorei as dicas, pois estou indo para NY dia 24/12. Adorei abrir o seu blog hoje e ver exatamente isto. Eu gostei da dica da Central Station (foto que você publicou), e AMEI as dicas de feiras de natal, no período que vou estar lá tem a do Bryant Park. Também destaquei o City Bakery’s Hot Chocolate Festival, a exposição do Tim Burton no MoMA e comer castanhas na rua. Ahhhhhhh, que delícia!! Além de patinar no gelo e ver iluminações mil.

Ficou antipatico meu comentario…mas não é isso não! Amei NY no inverno e com toda a decoração de natal! Voltaria sempre! E o que falei é que o Rockfeller estava sempre sempre cheio…ate a hora de fexhar e ate um pouquinho depois…mas nao que isso nao de um charme a mais…ver um monte de gente feliz tirando foto e curtindo esse clima de natal!

O que eu tenho a dizer é: venham!!!! A cidade está uma belezura. Toda enfeitada para receber seus hóspedes. :mrgreen:

    Marcie e trips,

    Acabei de voltar de NY (e nao tive muito tempo livre ou acesso a internet pra combinar um encontro, MIL PERDOES). A cidade já está enchendo e ficando confusa, e quanto ao show de luzes da Grand Central, foi a coisa mais decepcionante que eu já vi nos últimos tempos… Talvez por ter ido a Las Vegas antes, mas eu JAMAIS recomendaria que alguém fosse turistar por lá…

    Em tempo, a neve que caiu por lá, mesmo sendo pouca e n”ao acumulando, fez a minha alegria e de muita gente… First Snow of the season!!

    Dri, só se o show de luzes decepcionou, pq eu adorei conhecer a Grand Central mesmo sem show de luzes. E melhor, o mercadinho gourmet do piso inferior, maravilhoso.

Eu AMO Nova York no inverno… E essas dicas estão tão tentadoras, dá uma vontade… 😉

Minha dica favorita: ir ver “O Quebra-nozes” no NYC Ballet! E a mais engraçada: juntar-se a um “caroling group”… 😆

Fui dar uma espreitadela… mas não pude ficar. Estou cheia de testes (provas) e trabalhos para corrigir e avaliar. Está a chegar a avaliação do 1º período.
Então está por aí (SP) muito mau tempo? Tenho visto nas notícias.
Por cá anseio por um verdadeiro dia de sol. Daqueles com o céu azul durante todo o dia, mesmo se cheia de casacos e cachecol. Tem estado muito cinzentinho.
Claro que noutros países europeus está muito pior.Nós queixamo-
nos sempre. É uma tradição.

    A primavera no Sudeste é bem chuvosa, Isabel. Mas este ano as chuvas estão castigando muito aqui em baixo. Choveu muito no inverno, o que é incomum nesta região.

Um programa turistão que eu adoro é patinar no Rockfeller Center, chegar às 23:00 pode ser uma ideia para fugir das multidões nesta época do ano. O SonicVision no Rose Center for Earth & Space com trilha do Moby é fantástico!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.