Não deu pra fazer em beta, vai em gama mesmo :-)

Riqpédia

Queridos trips,

Eu ia gravar um vídeo, mas não agüento. Estou totalmente exaurido. Faz quatro dias que eu durmo cinco horas por noite. Tudo para conseguir subir o novo template nesta auspiciosa data de 30 de dezembro, quando este blog completa cinco anos no ar (leia a transcrição do primeiro post aqui) e já quer botar banca de adulto. De agora em diante, por favor, este amontoado de bytes quer ser chamado de site.

Até meio dia atrás eu estava deprimido com tudo o que não tinha conseguido construir (se você passar o mouse no menu, vai ver que quase todas as abas levam a um lugar chamado “Breve”). Mas quando eu precisei parar de fazer o menu e comecei a trabalhar no conteúdo inaugural da home é que eu me dei conta da riqueza do que me puseram nas mãos.

E nesse momento eu preciso jogar os holofotes e fazer um mega-agradecimento ao autor do novo desenho do site: o nosso querido Zé, ou Zé-JET, ou Zé de Burlington. Junto com seu time de personal nerds — o Matt e o Pedro — o cara montou essa Ferrari pra gente pilotar. Aliás, montou duas: uma no site-laboratório que a gente manteve até outro dia, e outra agora, nesses quatro dias em que o antigo blog ficou fora do ar. Uma salva de palmas pro Zé!!! E agora, um round of applause também!!!

Espero que vocês fiquem bastante perdidinhos no começo. A idéia é justamente essa. Tem um monte de espaço aqui na home page pra ser ocupado por posts novos e também por posts que tenham a ver com o momento. A partir de agora, posso trazer para a capa todo post que começar a bombar com comentários; você não vai mais perder nenhuma discussão interessante.

Mas a verdadeira revolução está só começando. A menina dos meus olhos é o que está lá no alto, na barra superior do cabeçalho. Naquele menu é que eu quero construir o caminho mais direto (e aberto) para as suas viagens. É um projeto que se anuncia interminável — do jeito que a gente gosta.

Você pode ter uma provinha no botão “Europa”. Ali já estão as fichas das oito cidades européias que fizeram parte do meu tour do ano passado. (Uma espécie assim de… ahn… Riqpédia.) Abaixo das informações básicas você vai ver uma coleção de links valiosos, que levam a todo lugar onde se possa encontrar conteúdo relevante sobre aquele destino.

Nenhuma página nunca vai estar pronta. Elas podem ser o tempo todo ampliadas, corrigidas, discutidas. (Há caixas de comentários em todas elas, como se fosse um blog. Vai ser um bom espaço para fazer perguntas e trocar informações.)

Você vai ver que também vai ter cada vez mais espaço para os blogs e as dicas da comunidade. Espaço! De repente tem lugar para guardar — e para expor — tudo.

Peço paciência nesses primeiros dias até eu conseguir acabar de montar os menus básicos de destinos. Eles são bem mais simples do que as fichas da Riqpédia, mas ainda assim levam um tempão para terminar, porque são feitas na unha. Um menuzinho está pronto Dois menuzinhos estão prontos: passe o mouse nos botões “Brasil” ou “Américas” e clique em “Brasil A-Z” ou “Américas A-Z”.

Bom. Tô zonzinho e vesgo, não sei como está dando pra digitar. E ainda por cima estão me esperando pra jantar.

São 22h10 em Alagoas. 23h10 aí no Brasil. Vou conseguir pôr o site no ar ainda no dia 30.

Divirtam-se. Contem o que acharam. E me ajudem no coro:

OBRIGADO, ZÉ!

99 comentários

Tio Riq, parabéns pela reforma na casa, ficou ótimo, interface amigável – se o conteúdo já era excelente, a nova organização garantirá o VnV como referência obrigatória para viagens no Brasil. Posso atestar a força do VnV: mesmo o http://exploradordeitadonarede.blogspot.com às moscas, míseros 11 posts em 2009 (sua função primordial sendo feita agora via Facebook), ainda recebo emails com perguntas sobre BsAs por conta de um único comentário em um post sobre reveillón em BsAs – é a força da comunidade.
Estou a caminho de novos ares, removido para Tóquio, mas passei aqui antes para planejar minha semaninha em Paris a caminho do Japão – talvez de lá retome o blog.

Receba um abraço de um internauta e viajante agradecido, F.

ps: se me permite uma sugestão para mais uma aba no topo do site, uma sessão para sugestões/resenhas/comentários sobre literatura de viagem (não guias, mas livros sobre viagens e que inspiram a viajar). Era algo que eu adorava no Worldhum (eles pararam de publicar esse tipo de material) e que não vi ainda em língua portuguesa.

Nossa!
Cinco anos de existência e eu somente descubro esse blog agora, por acaso. Meu Deus, como é triste ser um internauta amador mesmo depois de tanto tempo manuseando esse troço! É frustrante não conseguir achar o que eu quero nesse mundão chamado internet…
Eu e minha esposa estamos absolutamente encantados com o conteúdo de seu blog, Ricardo! Só ando um pouco assustado com a quantidade de post que eu preciso ler para me atualizar e me sentir um pouco menos estranho nessa sua comunidade.
Ser um novato, pelo menos, tem uma vantagem: a mudança de plataforma do blog não me afetou nem um pouco. Já estou – a minha maneira – “craque” nessa nova interface.
Peço licença para ser bem-vindo ao seu blog.
Abs,
Tiago

(Olá! Eu tinha enviado essa mensagem por email, mas como estou na dúvida se você recebeu ou não, mando por aqui. Achei que valia a pena, já que o seu gás tá meio gasto…)

Olá Riq,
Uma vez eu li em algum lugar que as pessoas que se manifestam nos blogs, com comentários e emails, equivalem a 5% do total de leitores.
Há mais de cinco anos eu faço parte da categoria silenciosa, tímida, voyeur, preguiçosa, invisível. Desde a época so site amarelinho de duas colunas.
Mas hoje resolvi sair das sombras e te dar um abraço apertado.

Olá, eu sou a Bia, uma admiradora secreta.
Nunca fui pra Europa mas conheço decor o que não fazer pra economizar uns Euros. Me conformei que São Paulo é feia mesmo e morri de vontade de ir pra feia Tóquio, carregando uma digital caríssima no pescoço sem medo. Sonhei por uns anos com Playa del Carmen até ficar sabendo que, hoje em dia, ela virou uma sucursal de Cancún. Mesmo sem nunca ter pisado em Punta del Este, esnobo seu mar cor de doce-de-leite. Já te usei como distração, diversão, pesquisa.

Mas o mais importante de tudo é que você foi pra mim uma fonte absurda de inspiração. Descobri, com seus textos, que relatos de viagem podem ser uma leitura pra lá de interessante, prazerosa, e – surpresa – divertida! Que é possível humanizar os destinos sem cair no melodrama, que é possível rir deles e de si mesmo, e que viajar é preciso!

Assisti quietinha a sua evolução, de site rudimentar html a super site 2.0 do agora viajante profissional. Às vezes mais de perto, outras mais de longe, mas nunca longe demais. Estou super contente de ver a sua morada nova, toda nos trinques como dizia minha babá, que como casa brasileira vive aberta pros amigos e pros seus pitacos. Mas que feito casa sueca, vai ter cada objeto no seu devido lugar.
Aproveito pra mandar a minha salva de palmas e meus sinceros parabéns pro Zé e equipe! Bom trabalho, rapazes 🙂

Riq, você foi uma das fontes de inspiração pro meu projeto de viagem de volta-ao-mundo de um ano (e que começa no mês que vem). Do meu blog, o MoJoTrotters, também. Espero daqui pra frente poder colaborar, palpitar e estreitar meus laços contigo e com a sua comunidade.

Te desejo longas noites de sono, você merece.

Saudações de Montréal,
Bia

    Uia, Bia! De tripulante silenciosa a blogueira ao vivo em 5 segundos! Assim que é bom! Vamos acompanhar!

Posso dar uma sugestão? Aquele fade in/fade out nas “manchetes” da capa meio que incomoda e toma tempo. Me parece que ficaria mais legal se fosse uma transição direta de uma imagem para outra.

Sei lá, só impressão. =)

Que falta de educação, comentei em outro post sem ao menos fazer um super, mega e merecido elogio à casa nova!
Riq, ficou demais. Tá cada dia mais profissa e organizado.
Agora tem mais espaço pro sucesso!
Beijos e parabéns!

Riq e Zé, esse site ficou ótimo! Parabéns a todos que participaram dessa empreitada, pois eu sei exatatamente o que é colocar um novo site ou sistema no ar e trabalheira que dá.

Boa sorte e estarei fuchicando bastante.

Abraços e feliz ano novo!

Tô tão perdida, que só agora cheguei aqui ( pelos comentários).
Valeu Zézão e kids ! Valeu Henrique 😀
Tá lindão !!!

    Queridos, eu não sabia que vocês procuravam os comentários anteriores pela busca, não. Pensei que era ou indo direto ao post, ou pelos 10 comentários mais recentes.

    Vou ver com o Zé essa questão da busca de comentários.

    Para localizar posts recentes, os dois caminhos mais fáceis são:

    1) no alto da página à direita, existe a aba “+Recentes”. Ali estão os 5 últimos posts a entrar no ar.

    2) se o post procurado for recente mas não estiver entre os 5 mais recentes, então o melhor caminho é clicar na aba “Arquivo”. Clique em “janeiro 2010” e vão aparecer todos os posts, empilhados na ordem cronológica invertida, e com um botão para “postagens mais antigas” ao pé de cada página. Dá para ir até o início do blog por ali.

Bem…depois de um tour pela casa nova (um pouco atrasada…) só tendo a repetir tudo o que já foi dito. Parabéns, Riq, pela ‘mansão’ nova e também ao trio fantástico de Burlington: Zé, Matt e Pedro. Nós desse lado aqui da telinha só podemos fazer uma leve idéia do que deve ter sido fazer toda a mudança.
Ma-ra-vi-lho-so, meninos!

    PS: Só agora me dei conta de que já sou uma tripulante há mais de 4 anos…muito bom ter acompanhado o caminhão de mudanças da bóia durante esse tempo.

😯 Detector de comentários repetidos? Coisa mais automática, sô! Parabéns à unidade de Vermont, espertíssima.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.