Noruega sem (tanta) pressa: a viagem bacana da Georgia

Um fiorde na Noruega

Queria jogar um holofotezinho no relato de viagem à Noruega que a Georgia postou numa caixa de comentários. É bacana porque a Georgia partiu do arroz-com-feijão — o passeio Norway in a nutshell, algo como “resumo da Noruega” — mas fez à maneira dela, com um pouquinho mais de calma. Fiquei super a fim de copiar.

Vai pela Georgia:

Pessoal, resolvi visitar a Noruega por cauda do post Onde está o Breno?. Melhor dizendo, por causa da da foto que ilustra esse post. O post foi publicado em 2007 e ressuscitou no ano passado (dia 7 de abril) com um comentário da Vanessa. Eu acabei vendo o comentário, entrei no post e fiquei apaixonada pela foto. Como eu já tinha uma viagem programada para a Turquia em outubro, tive que esperar um ano para tirar, eu mesma, uma foto igual a esta.

O post me levou a pesquisar em um milhão de sites e blogs e acabei decidindo por não fazer o Norway in a nutshell clássico, que seria uma viagem de Oslo a Bergen, que pode ser feita em um dia ou em mil. Decidi ir a Bergen e de lá para Flam, Balestrand e voltei para Bergen, para pegar um vôo para Berlim.

A Noruega é o lugar mais bonito que já visitei. Saí de Bergen para Flam pela manhã, de trem, num horário antes do horário em que sai o “pacote” do nutshell. O trem estava bem vazio e foi ótimo poder ir de um lado para o outro para apreciar a paisagem. O trem vai até Myrdal, onde trocamos de trem para seguir no trecho Myrdal-Flam, que é considerada (justamente) uma das viagens de trem mais bonitas do mundo.

O passeio é lindíssimo. O trem desce em uma hora de 866m de altitude até o nível do mar, passando por cachoeiras, lagos, rios, casinhas lindinhas até chegar a Flam.

Passei uma noite em Flam. No mesmo dia em que cheguei fiz o passeio de barco pelos fiordes para Gudvangen (também no horário anterior ao que a maioria dos turistas faz)e a paisagem é maravilhosa. Voltei de barco para Flam.

No dia seguinte, aluguei bicicleta e subi a estrada que segue paralela à linha do trem. Gente, a paisagem é linda! Não pude subir muito porque tinha que pegar o barco que me levaria a Balestrand no meio da tarde. Me arrependi de não ter ficado duas noites em Flam para fazer esse passeio com tempo. Tem gente que aluga a bike, sobe de trem até Myrdal e desce os 20 km pedalando. Ainda vou repetir esse passeio com esse adendo. Quem quiser dar uma olhada no site do passeio de bicicleta, é esse aqui.
No meio da tarde peguei um express boat para Balestrand, que é outra cidadezinha linda. O barco parece um avião, só que tem wifi…

Passei duas noites em Balestrand e fiz um passeio que se chama “Glacier trip”. É um passeio de barco até o Glacier Museum e um passeio até o pé de uma geleira. Eu queria fazer uma Glacier Walk mas, como não era verão ainda, esse tipo de passeio não estava disponível. Não achei que a glacier trip vale a pena. Muita viagem… acho que Balestrand merece uma noite mas não recomendo ficar duas para fazer esse passeio. De Balestrand voltei a Bergen por uma questão de logística, pois foi mais fácil voar de lá para Berlim, que foi o meu próximo destino.

Amei a viagem e tirei a tão desejada foto!

Obrigada pelas dicas!

A gente é que agradece o fidibeque, Georgia!

Leia mais:

Todas da Noruega no Viaje na Viagem

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

119 comentários

Oi Georgia, muito legal o seu relato.
Este lugar é realmente maravilhoso, uns dos mais bonitos que já estive. Abraços

Tbém agradeço, viu?

Aliás, só pra constar: o Breno está mega-turbo-über ocupado com suas empresas e seus trigêmeos mas pretende “reativar” suas viagens ainda esse ano…

Bjos aos viajantes!

Lindão Georgia !
Fiz este mesmo trecho , me apaixonei por FLAM , e sempre que penso num lugar espetacular tenho duas lembranças : Flam e o Perito Moreno 😎
(Bergen é turistão demais né ?)

Oba! Momento Tommy!

A Noruega é mesmo encantadora. Amei ter ido na primavera. A temperatura estava super agradável e a paisagem, especialmente linda. Vi uns cartões postais lá com fotos no Outono. Fiquei babando!

Fiquei 6 noites no total, sendo 3 em Bergen, 1 em Flam e 2 em Balestrand. Quando voltar lá quero ir mais para o norte para conhecer Alesund e o geirangerfjord, pelo menos.

Sobre o planejamento, um ótimo site é o http://www.fjordtours.com/ porque ele mostra (e vende) todos os passeios da linha “Nutshell”. Acabei comprando todos os transportes quando cheguei na Noruega mas seria possível comprar pela internet, exceto o trem (nsb.no)pois eles não aceitam cartões de crédito emitidos no Brasil para compras on line.
Para deslocamentos podem checar o http://www.fjord1.no/en/.
Se precisarem de alguma ajuda, estou por aqui.
Riq, mandei fotos!

Beijos

    Ólá,Georgia
    Gostaria de saber quanto custa o tour de FLAM-GUDVANGEM, se posso fazer um bate/volta no mesmo dia e se em Abril já tem o tour ou so no inicio de MAIO.
    Obrigada
    SUELI SIYA

Esse relato me faz querer voltar lá o mais rápido possível, de preferência, no verão!
Estive lá no comecinho de março desse ano, ainda estava bem frio e peguei muita neve no meio dos caminhos. Foram 10 dias entre três cidades: Oslo, Bergen e Trondheim. Fiz todos os trajetos de trem, mas acabei deixando a Flam Railway de fora, o cansaço já começava a bater pq fiz a besteira de deixar a Noruega por último no meu roteiro, foram quase dois meses entre sair de casa e pisar em terras norueguesas. Fora o cansaço, o frio intenso também contribuiu para que a vontade de continuar no trem imperasse.
Agora tenho um excelente motivo para voltar! =]

Faz tanto tempo que fiz esta viagem que dá vontade de repetir. Muito bacana o roteiro da Georgia 🙂 Eu fiz de carro e não incluí um passeio de bike. Bom motivo para o replay 😉

A Noruega é linda! Breathtaking….
Fui par lá em Julho, Oslo, Bergen, Flam… (Aliás a Flam Railway deve ser feita) depois de fazer um Fjord Safari alugamos um carro de debates fomos a Balestrand, Geirengfjord e depois mais duas noites em Alesund antes de ir para Suécia… Viajar de carro na Noruega te possibilita fazer algumas coisas inusitadas como um piquenique a beira de um lindo Fjord!
Todo mundo devia fazer e pretendo fazer um post sobre essas cidades logo… Avisarei aqui quando estiver pronto (não tenho tido muito tempo e ainda não terminei de escrever sobre minha viagem para a Ásia).

O relato lembra o refrão “o mundo é bom, Sebastião”.
Fotografia é magia. E lá vamos nós viajar e nos inserir nas belezas espalhadas mundo afora.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.