Trem na Espanha

Barcelona: os novos TGVs diretos a Paris — e melhor: à Provence!

Estação Atocha, Madri

Dia 15 de dezembro entram em pleno funcionamento as linhas ferroviárias de alta velocidade entre Barcelona e a França.

Nesse dia termina a necessidade de trocar do trem espanhol para o trem francês em Figueras, e a viagem a Paris passa a ser sem baldeação. O tempo de viagem cai 15 minutos: de 6h45 para 6h30. O conforto de não precisar trocar de trem, porém, é um senhor upgrade. Com antecedência, dá para achar o trecho a 59 euros. Saindo de Barcelona, compre no site da Renfe; saindo de Paris, no site da SNCF.

Vale a pena ir de trem em vez de voar? Eu sempre digo que uma viagem de trem de 4 horas equivale a uma viagem de avião de 1 hora (por causa do deslocamento e dos procedimentos de check-in e bagagem do aeroporto). Seis horas e meia dentro de um trem, porém, pode ser bem aborrecido; a decisão entre voar ou ir de trem vai depender do preço e do tamanho da sua alergia a aeroportos.

Está todo mundo falando desse trem Barcelona-Paris. Só que a grande novidade é outra: o TGV direto de Barcelona à Provence!

Até agora, para ir de Barcelona a Avignon ou Aix ou Marselha era preciso esperar um tempão na baldeação em Montpellier ou fazer duas baldeações, em Figueras e Narbonne. A partir de 15 de dezembro vai ter um trem direto por dia.

A saída de Barcelona é às 18h26, com chegada em Avignon às 22h23 (menos de 4h!), Aix-en-Provence às 22h47 e Marselha às 22h58 (4h30 depois de sair de Barna).

A partida de Marselha é às 7h10 da manhã; de Aix, às 7h24; de Avignon, às 7h46, com chegada em Barcelona às 11h27.

Saindo da Espanha, compre as passagens na Renfe; saindo da França, na SNCF. Com 90 dias de antecedência as chances de conseguir passagens descontadas são grandes.

Leia mais:

Guia de Barcelona no Viaje na Viagem

Provence & Côte d’Azur: uma estratégia de viagem

Guia de Paris no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email

25 comentários

Adoro trem, adorei a notícia. Quero fazer o trecho inverso ano que vem mas havia pensado em fazer em trem noturno, reservando couchete para dois. Alguém já fez? Tem recomendações?

    Olá, Luciana! Trem noturno é uma fantasia que se desfaz quando você realiza. É barulhento, tem paradas, você chega cedo demais à próxima cidade, com tudo fechado e sem poder subir ao seu quarto. Além do quê, uma viagem de 6 horas não serve para dormir nem se você tomar medicamento.

Que notícia maravilhosa! Eu a-m-o viajar de trem, aliás, tenho verdadeiro fascínio…

Essa sim que é uma boa notícia, principalmente pra quem não gosta muito de voar, que não é meu caso…..adoro aeroportos e viajar de avião!

Olá Bóia,

Eu gostaria de saber se há a possibilidade de ir de trem ou até mesmo
de ônibus de Barcelona até Toulouse.
Abraços,

Fabiana

    Sim, vc troca de trem em Narbone ou então pega o TGV direto (tem um horário por dia)

A partir de 31/03 haverá também um segundo horário para Marseille em cada sentido, diurno. As vendas devem começar já em janeiro.

Oi, pretendo em maio, passar 20 dias conhecendo a Croácia e um outro lugar ( talvez costa menos usual da Itália – bati, pescara, ancona, trieste… ou grecia), o q vc me aconselha e talvez o melhor roteiro.

Grato,

Att,

Alexandre

Já fizemos esse Paris-Barcelona com baldeação ano passado, foi bem cansativo, foram 9 horas de viagem. O TGV ia só até Perpignan. O que nos fez decidir pelo trem foi uma promo de 1ª classe no TGV, mas o perrengue das baldeações “neutralizou” o conforto do primeiro trecho, hehehe. Se não me engano, pagamos 60 euros pela passagem, uma barbada.

    Eu já fiz o trajeto Paris – Barcelona com o TGV + Trem espanhol, mas com uma “escala” de 1 dia em Carcassonne.

    O primeiro trecho (Paris – Narbonne – Carcassonne) foi tranquilo e rápido. O problema foi o trecho do dia seguinte: Carcassonne – Narbonne – Figuères – Barcelona. Esse sim, demorou MUITO, porque fizemos duas baldeações (uma de 2 horas em Narbonne, e outra de 7 minutos em Figuères), e também porque o trem espanhol entre Figuères e Barcelona era muito mais lento que o TGV… Nós saímos às 7h30 de Carcassonne e só chegamos em Barcelona às 15h….

    Valeu apenas porque eu pude conhecer Carcassonne, que sempre foi um dos meus sonhos de consumo de viagem.

Ola li em alguns blogs q os brasileiros enfrentavam problemas pra comprar os bilhetes no site fa renfe
Por nao aceitarem nossa cartao de credito internacional.
Sabe se isso ja foi solucionado?

    Em junho, comprei no site da Renfe, um trecho de Madri-Barcelona, usei o cartão internacional e não tive problemas com o site. Já usei a passagem, agora em setembro, e foi tudo ótimo!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.