Onde ficar em Buenos Aires: Centro x Recoleta x Palermos

Recoleta é o melhor lugar para você acordar em Buenos Aires

Acorde na Recoleta, e basta descer do apartamento para se ver num dos bairros urbanos mais bonitos do planeta. Você vai se sentir em Buenos Aires desde o primeiro instante do dia. Você não vai ter muita coisa a fazer nas redondezas além de caminhar, mas vai gostar de voltar para o hotel mesmo que precise sempre tomar um táxi.

Palermo Soho é o melhor lugar para se estar à tarde em Buenos Aires

A tarde é quando o comércio todo de Palermo Soho está aberto (algumas lojas ficam fechadas até o fim da manhã), os restaurantes esticam um pouco o horário de almoço, os cafés se enchem de gringos de laptop aproveitando o wifi. Também é um bom lugar para estar à noite — especialmente se você não tiver reserva para jantar, porque os restaurantes são muitíssimos e caminhar entre um e outro não dá trabalho. De manhã cedo você pode achar bem aborrecidos os arredores do seu hotel. Vá aos parques, aos outlets — ou acorde tarde…

Palermo Hollywood é o melhor lugar para se estar à noite em Buenos Aires

O nível dos restaurantes de Palermo Hollywood continua bastante alto. É difícil errar. Não é um lugar, porém, para se caminhar ao léu — os lugares habitados são um pouco espaçados entre si, e o caminho não é lá muito iluminado. Tendo reserva e sabendo o caminho, porém, dá para ir e voltar a pé do seu hotel. À luz do dia, porém, o bairro é bem desinteressante; se você não estiver muito bem instalado, vai se perguntar todos os dias por que foi parar ali.

E o Centro?

Bom, o Centro vale só pela economia. Mas não é um lugar onde você vá achar bacana ficar — seja de manhã, de tarde ou à noite. Meu conselho: antes de fechar hospedagem no Centro, veja que oferta você consegue na Recoleta.

Leia mais:

Passagens mais baratas para Buenos Aires com nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em Buenos Aires na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Buenos Aires com a Viator

760 comentários

Pessoal,

Alguém pode dar uma boa dica para a noite de reveillon em Buenos Aires? Onde fazer reserva?

Obrigada,
Giselle

Gente, é impressão minha ou infelizmente é mais barato ir pra Buenos Aires em pacote da CVC do que aleatoriamente? Fui pesquisar passagem Fortaleza/BsAs e só a passagem de IDA tá mais de mil reais (em fevereiro). Normalmente os pacotes da CVC estão bem em conta. Alguém aqui já foi pelo pacote? Recomenda ou é roubada? Gracias!

    Em lugares onde as operadoras têm força junto à rede hoteleira, como Buenos Aires, Bariloche, Orlando e lugares do Caribe voltados para brasileiros, os pacotes costumam valer a pena, sobretudo na alta temporada, quando fica mais difícil achar passagem em conta.

    Nesses lugares, vale a pena ir desempacotado quando você encontra uma passagem muito barata, ou vai de milhas, ou vai alugar apartamento, ou quer se hospedar em hotéis/regiões da cidade não oferecidos pelos pacotes.

    Denise, mas mesmo que você vá de pacote para aproveitar os preços de passagens e hotéis, não se esqueça que você pode se “desempacotar” logo na chegada – bom, muitas vezes vale a pena também aproveitar o transfer até o hotel… Eu ignoraria desde o city-tour até todo e qualquer oferecimento de passeios opcionais e faria tudinho por conta própria! (Aliás, sempre faço isso quando viajo de pacote – acho que qualquer guia de turismo deve me odiar… 😉 )

    Vou com a Carla… A gente aproveitou uma hiper-mega-promoção-gripe-suína pra um pacotinho CVC pra Bs.As. agora em outubro e foi ótimo — mas “desempacotamos” logo após o transfer.

    Como o Riq falou, o problema pode ser em alguma restrição do cardápio de hotéis. Fora isso, não tem erro.

    O problema deles é pros desavisados, porque no transfer a guia já estava dando “dicas” inacreditáveis…

    Preciso registrar: “vocês fazem o city tour esta tarde, amanhã vão de manhã pro passeio de barco no Tigre, à tarde o tour de compras — e pronto, já conheceram tudo, já compraram, no outro dia podem ir pro Uruguai!”

    Juro!!! (E nem uma palavra sobre Palermo…) 😉

    era isso que estávamos comentando no twitter, se daria pra desempacotar logo depois do transfer (pq até o transfer aero/hotel/aero vale a pena né? Depois é desgarrar do guia e fazer o nosso próprio roteiro. Super gostei. Apesar de que acho que o hotel não deve ser lá essas coisas, o preço compensa muito!
    Valeu pelas dicas. Quando decidir a data que vou aviso a galera pra pegar mais dicas!

Olá, pessoal!

Para um casal, no Ano Novo, qual seria a melhor opção em Buenos Aires:
– Forcadell Apartments, no Centro
– Blue Tree Hotels, na Recoleta
– ou Urban Suites, na Recoleta?
Vamos comprar um pacote, para facilitar a nossa vida. E as três opções têm o mesmo preço.

Obrigada,
Giselle

P.S. Riq, já faz um bom tempo que testamos suas dicas… Nossa lua-de-mel foi na Pousada do Toque! Linda!

Dae pessoal, estou em BsAs, amando esta cidade, no fim não precisei do adaptador, um T resolveu mesmo, hehe..amanhã pretendemos ir ao Zoo Lujan, aí surgiu um problema, como ir. Pesquisamos já e tem um onibus intermunicipal que sai da Plaza Italia para lá, alguem sabe quanto custa e quanto tempo demora pra chegar la? Outra alternativa seria alugar um carro durante o dia, aí preciso de ajuda novamente, alguem indica uma empresa barata para Car Rental? Achamos uma por US$35..
Quem puder ajudar-nos ficamos mais do que gratos =)

Obrigado e abraços.

Se o hotel for antigo terá que comprar adaptador para aquelas tomadas que tem 3 pinos enviesados, mas são bem faceis de achar nas lojas de ferragens como disse a Sylvia.Dica: no prédio da secretaria de turismo, La Prensa, tem um mapa com todos os bares Notables, muito bom, a 1 peso e o prédio vale a visita, tem uma sala dourada que imita um salão de Versailhes.Mapas comuns nos hoteis tem aos montes.

Oi pessoal,

Vou pra BA em fev/10, e ficarei no Esplendor BA, sabem se o hotel é bom?

Valeu!

Abçs.

    Prédio classudo, apartamentos modernos. É um dos primeiros hotéis-butique do Centro. Minha opinião sobre o Centro está no post.

    Aline é o Esplendor da San Martin? Se sim já me hospedei lá há 3/4 anos atrás e adorei. Estava novíssimo, atendimento jovem, bacana, instalações clean e localização (para Centro) excelente( fica colado na Galeria Pacífico).Não sei se continua mantendo o padrão, mas imagino que sim porque faz parte de uma cadeia (grupo Fën) que anda crescendo muito na Argentina. Fiquei em outro hotel do grupo em Bariloche (Design Suites) que achei muito bom também. Vá tranquila.

OI, Rik olha eu aqui de novo. Estou com tudo bem encaminhado e achei ótima a sugestão de ir a Colonia no dia 25. Só q bateu uma dúvida: se em Bs As tudo fecha, será q não ocorre o mesmo em Colonia? Aí a gente não vai ter o que fazer o o q comprar ou o q comer!
Aguardo resposta
Maria Nina

    Colonia vive do turismo, Maria Nina. Eles não vão ser loucos de fechar todos os restaurantes num dia importante. Talvez os museus estejam fechados, e um ou outro lugar não abra, mas Colonia é para caminhar e fotografar. O free-shop do Buquebus também funcionará com certeza.

    Muito obrigada Ricardo. Você é mesmo muito prestativo. Acho que vai valer a pena ir no natal. Depois conto como foi.

Vicente, obrigada pela informação. Se eu não tivesse problema com enjôo esse seria um ótimo roteiro.

Ricardo, tenho 2 perguntinhas que vc deve matar facil. Estou indo pra BsAs esta semana, não consegui encontrar em Curitiba o adaptador de tomada, vc sabe onde vende esse adaptador lá em BsAs? E outra, sabe onde consigo um daqueles mapas turisticos, com os principais pontos turisticos já citados no mapa?

Obrigado e parabens pelo blog, show de bola..

    Na área de desembarque do aeroporto , tem um ponto de informações turisticas , com todos os mapas ; se estiver fechado vais encontrar em qualquer hotel .
    Os adapatadores de tomada tb são fáceis de achar , em todas as ferreterias e super mercados.

    No site oficial do turismo de bs as o horário dos aeroportos é ridiculamente curto! E em Ezeiza não abre nos fins de semana… hmpf

    Me afobei da última vez e comprei um adaptador no camelô mesmo, 10 pesos. Depois cheguei no hostel e me dei conta de que o carregador do celular servia perfeito na tomada.
    Enfim, acabei com um carregador “multi-enchufes” que me dá a impressão de que vai funcionar em todos os lugares do mundo! Ah! Os pinos posteriores são tipo americano porém móveis! Virou item obrigatório na necessaire, por se acaso.

    As tomadas de pinos redondos nossas funcionam perfeitamente na Argentina (as deles têm três pinos, mas as nossas se encaixam nos furinhos exteriores, deixando o furinho do meio sem pino mesmo).

    As tomadas brasileiras que não funcionam lá são as que têm dois pinos chatos (tipo americanos). Qualquer benjamin (T) brasileiro resolve o problema para você.

    As tomadas para computador são idênticas, mas nem todos os lugares estão equipados com elas.

    Para pegar um mapita, vá à Florida 100 (2a. a 6a., 9h às 18h; sábados, domingos e feriados, 10h às 15h) ou à Quintana 596, na Recoleta (2a. a 6a. 10h30 às 18h30; sábado e domingo 11h às 19h).

    Nossa pessoal, brigadão mesmo pela ajuda. Já providenciei o T para poder utilizá-lo, e irei ao endereco indicado para pegar um mapa, muito obrigado mesmo. Estarei partindo amanhã, abraços e obrigado.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.