Ontem à noite no Oasis

Central Park: os bares e restaurantes fecham cedo
Central Park: os bares e restaurantes fecham cedo

Depois de 36 horas a bordo, já deu para perceber que o gigantismo não é o problema do Oasis of the Seas, o maior navio de cruzeiro já construído no planeta. O gigantismo, na verdade, é seu maior (ops) trunfo, mesmo.

... mas a muvuca continua na Royal Promenade
… mas a muvuca continua na Royal Promenade

Vou resumir tudo ao fim da estada, quando tiver fotografado o que falta. Mas já adianto que a experiência é bem menos massificante do que eu imaginava.

Um pub: Atlas & Globe
Um pub: Atlas & Globe

Um piano bar: Schooner
Um piano bar: Schooner

Vade retro, pizzanás
Vade retro, pizzanás

Passei na frente do bar, tinha esse cara na tela da rua...
Passei na frente do bar, tinha esse cara na tela da rua…

Entrei... era hora do karaokê no On Air
Entrei… era hora do karaokê no On Air

Muito profissa
Muito profissa

Divertido, vai
Divertido, vai

Há uma infinidade de cantinhos (“produtos”, em marquetês) com “conceitos” (marquetês de novo) específicos. Um quebra-cabeça muito bem resolvido, que consegue a façanha de separar os seis mil passageiros em nichos e subnichos, proporcionando um sem-número de “experiências” (again) distintas.

Momento solene:
Momento solene:

Ao cortar a fita...
Ao cortar a fita…

... será apresentada pela primeira vez na história...
… será apresentada pela primeira vez na história…

... um musical da Broadway ao mar.
… um musical da Broadway ao mar.

Nem balança, nem cai
Nem balança, nem cai

All that twist
All that twist

Agora o sol saiu e eu preciso fazer as fotos que não tinham rolado ainda.

Fui! Mas volto!

22 comentários

Óia só Riq, quanto elogio!!!!Este assunto merece outro livro, Riq!Uma analise sociológica do assunto.De como tudo é relativo, tendo com o que se entreter o ser humano se esquece que está numa super banheira no meio do nada!!!!

interessante essa estratégia de criar nichos e subnichos e todo tipo de atração pra minimizar a sensação de q se está confinado por dias (semanas?) com milhares de pessoas num barco — gigante, mas ainda assim um barco.
sério mesmo, ñ entendo pq isso seria + interessante do q estar numa cidade q me oferecesse restaurantes, bares, pubs, shows… tudo à minha escolha. e de onde eu pudesse ir embora no momento q eu quisesse.

Parabens, por estar vigilante do seu peso. Poderia incluir uns exercicios para compensar o vinho. Que tal!!! Vou embarcar no Splendour para um Cruzeiro de Natal e ja estou fazendo o meu planejamento de exercicios para poder beber e comer mais um pouco. Espero que no Splendour eu encontre tambem essas opções de comida mais saudavel.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.