Operadoras empacotam a baixa temporada na Turismo Week

Setembro 2012

O mercado brasileiro de turismo comunica muito mal os preços de baixa temporada. Hoteleiros e pousadeiros escondem suas tarifas descontadas do público final. Companhias aéreas esperam pelo fim de semana para fazer liquidações. Pousadas recorrem a sites de compras coletivas em vez de oferecer descontos polpudos aos habituês. Por todo lado, ofertas naturais da entressafra das férias são apresentadas como promoções excepcionais pegar-ou-largar.

Parece que o mercado tem medo de comunicar ao público que viajar na baixa temporada é mais barato, por medo de que parem de viajar na alta temporada… Mas na minha opinião, as pessoas só não viajam mais ainda na alta temporada porque gastam o que têm e o que não têm para viajar na semana do Réveillon e na do Carnaval.

Será que as coisas vão começar a mudar, pelo menos na baixa temporada? Pela primeira vez, as operadoras associadas à Braztoa se reuniram para estruturar e comunicar uma Turismo Week, consolidando as ofertas da baixa em pacotes para viajar entre outubro e dezembro, exceto feriados.

A campanha vai durar uma semana, de sábado dia 24 a domingo dia 30.

Espero que a iniciativa seja um sucesso e anime todos os segmentos do mercado — sobretudo a hotelaria de lazer e a pousadaria brasileira — a adotar uma política de preços mais transparente na baixa temporada.

O site da promoção entra à meia-noite de sexta para sábado (21 para 22).

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


26 comentários

Concordo plenamente. Principalmente a rede hoteleira. Eles escondem o preço e parecem que gostam de dar preços diferenciados de acordo a região de residência do interessado. Quem sabe um dia o Brasil aprende a ganhar melhor com o turismo nacional.

Depois fica aquela choradeira que o brasileiro prefere ir para o exterior que viajar pelo Brasil, como se os hoteis e companhias aereas nacionais fizessem algum esforço para mudar isso.
Ate na alta temporada e dificil planejar com antecedencia, tentei reservar um hotel em Blumenau para o carnaval, so estao disponiveis para isso a partir de novembro, vou a Buenos Aires em abril de 2013 e o hotel ja foi reservado sem problemas. Fica parecendo que o planejamento de viagens e coisa de desocupado ou maluco

Achei essa Turismo Week meio enganação… Fora que o site é bem difícil de usar, não consegui pesquisar direito.
Concordo plenamente com o Riq e os demais trips… As pousadas e agências brasileiras estão dormindo no ponto anunciando promoções só na última hora. Seria muito mais interessante para viajantes que gostam de se planejar, como eu e a maioria dos trips aqui do VnV, que as tarifas com desconto fossem anunciadas com antecedência. Ou essas agências esperam que eu marque minhas férias pra baixa estação e tenha o sangue frio de esperar chegar pertinho da data para decidir o meu roteiro?
Sem falar na dificuldade das reservas, citada pelo A.L…
Ainda bem que o Brasil é tão lindo que a gente se esforça pra viajar por aqui!

Acessei o site ontem e não gostei!
O sistema solicita que vc cadastre seu e-mail e aguarde um retorno da operadora…estou aguardando…aguardando…aguardando…

    Olá Kamila, o site é apenas um caminho para consulta dos pacotes e não de vendas. No entanto, a procura está acima das expectativas e, por isso, os agentes de turismo estão com uma grande lista de espera para atender todas as demandas. Sugerimos que procure diretamente uma agência de viagem. Seguramente ela terá um pacote que melhor lhe atenda. Gratos pelo interece!

    Olá Kamila!
    O site é apenas um caminho para consulta dos pacotes e não de venda. O número de acessos está acima das expectativas, por isto os agentes de turismo estão com uma fila de espera grande para atender a todas as demandas. Sugerimos que procure uma agência de viagem, esta com certeza terá o pacote que melhor lhe atenda.
    Agradeçemos o interesse.

Algo que as vezes me chama a atenção é o conceito de baixa temporada adotado por muitos hoteleiros em destinos de “turismo de lazer”, principalmente os independentes.

Em praias do Mediterrâneo, a enorme variação climática entre as estações justifica uma temporada bem definida (já que há meses que combinam chuva e frio, além de dias muito curtos). Destinos de esqui também tem temporadas climaticamente bem definidas por motivos óbvios.

O que não é óbvio, ao contrário, absurdo, é o verdadeiro “desprezo” que destinos inteiros de praia no Brasil tem fora do período 15/dezembro-Carnaval + feriados.

Me custa a entender como podem jogar fora enormes oportunidades que esses destinos teriam de não “hibernarem” 7 meses por ano, principalmente considerando-se que cada vez mais há unidades familiares sem crianças (férias sem dependência de férias escolares, talvez até preferindo viajar para lugares com menos crianças por km²)

Umas semanas atrás fui acessar sites de alguns hoteis e pousadas em algumas praias, é incrível como, em 2012, ainda muitos deles tratem preços como uma informação meio dissimulada, alguns chegando ao cúmulo do absurdo de ainda adotarem o formato “preencha o formulário online com as datas de seu interesse e retornaremos com preço em 2 dias úteis”.

Excelente opinião, Sylvia.
Os hotéis não praticam a politica de ‘cativar’ cliente. Mesmo tendo o endereço e email de todos os que lá se hospedam, jamais enviam qualquer comunicado ‘convidando’ para uma nova temporada de hospedagem, ou apenas para agradecer a preferencia. Isso é muita falta de competencia gerencional.

Hoteleiros e cias aéreas precisam esqueçer o provincianismo e adotar boas práticas de comunicação com os clientes , disponibilizando calendários diários e sazonais de tarifas.

Aos hoteleiros e pousadeiros ,basta copiar a estratégia dos hotéis de Vegas que disponibilizam todas as tarifas , dia a dia , por ao menos tres meses , fornecendo descontos polpudos para datas de baixa.

Cias aéreas locais, insistem em esgotar a paciencia dos clientes que buscam tarifas baixas a testar datas aleatórias .
Quer vender ? Faça um calendário mensal de disponibilidade !
( começe por aqui mesmo, vendo o da copa air )

Os hoteis acham que fazem um grande favor ao hospede.
No Brasil EXPLORA-SE O TURISTA E NÃO O TURISMO.

Concordo plenamente. Nunca entendi porque as pousadas não baixam os preços durante a baixa temporada, preferindo ficar vazias. Eu pessoalmente sempre visito pousadas nestas épocas e frequentemente sou a única pessoa lá enquanto a pousada arca com os mesmos preços fixos. Não faz sentido!. As pousadas poderiam ter muito mais viajantes independentes, tanto estrangeiros como brasileiros, se baixassem os preços e comunicassem o fato de uma maneira eficaz (para o estrangeiro dos EEUU e Europa em inglês, claro!).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.