Orlando: qual foi a sua estratégia de visita?

Islands of Adventure, na Universal

Pessoal, desculpaê a falta de posts dos últimos dias. Orlando não é pra principiantes como eu 🙂

Depois de saracotear pra cima e pra baixo, e de me hospedar em três pontos diferentes da cidade, acho que finalmente entendo um pouquinho do lugar. Claro que não virei um expert instantâneo; qualquer criança riquinha que tenha vindo três vezes à Disney tem mais autoridade do que eu.

O que eu queria — como foi também o objetivo do zig-zag entre Chile e Argentina — era ser capaz de processar a montanha de informações disponíveis por aí e ajudar outros neófitos a entenderem o lugar.

(Fora o monte de insights e iluminações sobre o ato de viajar que estão aparecendo.)

Depois que acabar de fazer a ronda dos parques, vou postar minhas recomendações. Mas antes disso queria ouvir a experiência de vocês.

Em que parte da cidade você ficou? Alugou carro? Tentou ver tudo ou deixou alguma coisa para a próxima? Qual foi a sua estratégia para compras? E sobretudo: o que você faria diferente da próxima vez?

Obrigado!

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


410 comentários

Só mais uma coisinha…eu nunca tinha ido ao Cirque du Soleil, achava o preço muito alto para uma família de 4 pessoas ir ao “circo”, mas uma prima me disse que valia a pena, etc e tal…e então resolvi ir.
Só digo que valeu cada dólar, foi mágico, meio surreal…recomendadíssimo!
Bjs

Eu sempre ficava em algum hotel da International Drive. Uma vez fui a um congresso e ficamos em um dos hoteis do complexo da Disney e AMEI a facilidade que se tem em ir e vir, acho uma boa opção para quem tem filhos adolescentes e não tem saco de ficar indo em parques todos os dias.
Há dois anos uns amigos alugaram uma casa super bacana em um dos condominios fechados de Orlando e adoraram… se um dia eu levar os pais e sobrinhada essa vai ser minha opção.
Ah… vi que alguém indicou comprar carro com GPS, dependendo do tempo que for ficar e do preço do GPS, vale mais a pena comprar um 🙂

Confesso que ja queria ir a Orlando ha muito tempo…mas programar ferias inteiras pra la…ah nao tinha coragem…tantos outros lugares pra conhecer…e ja tinha ido quando crianca e adolescente.
Mas como estava trabalhando nos Estados Unidos, aproveitei e fui passar um final de semana. Amei! Me diverti horrores em dois dias! Nao tem como nao entrar no clima.
Fiquei num hotel na International Drive e andei de onibusinho do hotel pra Universal e de carro pra Disney e pra sair de noite.
Achei bem legalzinho Disney Downtown, adorei o Cirque du Soleil.
Foi uma boa estrategia aproveitar que estava la…2 dias achei de bom tamanho…ficaria uns 2 dias a mais…mas nao programaria minhas ferias so pra Orlando…

Acho que vou colocar apenas o que fiz para ECONOMIZAR (o resto já está bem explicado), o pacote correspondente em uma operadora famosa estava 5 mil dólares (sem contar compras e alimentação), eu fiz por 2.400 dólares (contando alimentação e compras). Fui com marido e 2 filhos de 9 e 11 anos (2008),fiz todos os parques da Disney, o Aquática, Cabo Canaveral (NASA),Circo de Soleil, 1 dia para compras no Outlet Premium e dois dias para repetir os parques prediletos ou descansar, foram 10 dias lá.
Aí vai:
1. Comprei as passagens com uns 9 meses de antecedência, e como moro no MS, comprei via Manaus, saiu 700 reais mais barato, por cabeça, e ainda aproveitei e fiz turismo em Manaus (saiu de graça, com a diferença de preço indo por SP).

2. Comprei as entradas dos parques pela internet (tem que ter paciência para entender e escolher qual o “pacote” de ingressos é mais interessante para a família), sempre fica mais barato que comprar na hora. Comprei o ingresso da NASA e do circo tb pela net.

3.Reservei o hotel com 6 meses de antecedência, ficou muito mais barato. Fiquei no Marriot Residence Inn na International Drive, é tipo flat,com cozinha, lavanderia, ótimo para quem vai com crianças. Não fiquei nos hotéis da Disney dentro do complexo porque os aptos não tinham nem frigobar, nem café da manhã! No MArriot, eles dão o café da manhã e ainda, 2 x na semana, eles oferecem um lanche a tarde. Quem vai com crianças e quer economizar nas refeições, tem que fazer sanduíche para almoço, levar em bolsa térmica, e fazer um “jantar” de comida congelada (tinha micro- ondas também no quarto).

4. Carro com GPS, aluguei por uma operadora de turismo de minha cidade, ficou mais barato que pela internet (eles conseguiram um preço menor).

5. Comprar comida congelada para o jantar e fazer a noite. O Wall Mart fica muito perto do hotel (com carro e GPS!!!), e vale a pena fazer compras, adoooro comprar em mercados fora do país, sempre tem novidade, e fica muuuito mais barato esse esquema. Quando chegamos em Orlando, fomos naquele dia mesmo ao mercado e fizemos compras, nos ambientamos com o lugar, descansamos e só começamos os passeios no dia seguinte. Cada refeição com a familia não sai por menos de 40-50 dólares.

6.Comprar as camisetas, lembranças, roupas e pelúcia da Disney FORA da Disney,no Outlet Premium tem uma loja só de produtos da Disney, assim como no Wall Mart, a diferença é gritante, a mesmo camiseta varia de 9 dólares fora a 35 dólares dentro dos parques.

Outras dicas:

1. Quem leva criança, tem que lembrar que nem sempre elas aguentam passeios das 9 as 23horas, por isso, escolham os parques com os shows de fogos mais cedo, uma vez fiquei até as 23 horas para assistir o show e meu filho ficou reclamando com dores nos pés e praticamente dormiu na hora do show. Prefira aqueles em que o show é as 19-20 horas, acredite, você já estará muito cansado e louco para ir para o hotel.
2. Peguem ao carrinhos para crianças, eles são leves, e servem para crianças de ate 10 anos! Muito fáceis de levar, vale a pena.
3. Já fui em Maio, Julho e Setembro, e digo que Maio foi o melhor, as temperaturas são boas, dá pra pegar um parque aquático, como é primavera, os parques estão lindos, floridos, não são cheios. Setembro não fica atrás, mas peguei uma onde de calor nada agradável, agora, Julho, NEM PENSAR! INSUPORTÁVEL! As filas são monstruosas e o calor…é o pior de tudo.
4. Sempre leve uma muda de roupa, tem brinquedos em que vc sai ensopado! Mas muito feliz!
5. Em parques aquáticos: se você só for porque seus filhos fazem muuuita questão (meu caso), deixe para ir depois das 13 horas, as pessoas já estão indo embora, os parques ficam mais vazios, e dá tempo de repetir umas 4 -5 vezes cada brinquedo, saí de lá quebrada de tanto subir e descer daqueles tobogãs.
6. Dez dias foi apertado, ficaria uns 14 dias.
7. Os parques da Disney (ate 2008),são mais limpos e organizados, são mais família, o Sea World tem que visitar pelo menos 1 vez, a Universal é mais para adolescentes e adultos,f ui em um final de semana, muito lotado e eles liberam bebida alcóolica, achei os banheiros mais sujos, mais bagunçado,para os padrões de lá, mas com certeza vale a pena, as crianças tb curtem alguns brinquedos. A NASA tb vale uma visita, mas não repitiria.
Ufa…acho que é isso.
Tudo valeu a pena, a viagem é mágica.
Bjs

Estivemos em Orlando, em janeiro de 2008. Éramos um grupo de 11 pessoas, sendo 6 crianças e 1 adolescente. Ficamos num Resort perto da Disney e alugamos um carro pra 15. Foi uma viagem bem cansativa, porque fomos à 8 parques em 9 dias. Durante a viagem, atualizei diariamente meu blog, com relatos do dia.
Quem tiver interesse, o endereço é http://www.colunadoedrisse.blogspot.com
Vá nos textos publicados em 2008, entre janeiro e fevereiro.

Ah, vou parar de ler esses comentários. Pra quem é viciada em Orlando, ficar lendo isso dá uma gastura!
Mas quero dar outros pitacos.
Um é dirigido a quem vai se hospedar em hotéis Disney. Existe um transfer aeroporto-hotel-aeroporto exclusivo para os hóspedes, q vale mto a pena. Primeiro pq vc já vai entrando no clima, com direito a filminho no caminho. Depois q vc não tem q passar por aquele stress inicial no balcão da locadora de automóvel e de pensar se vai conseguir encontrar o caminho pro hotel. O ônibus da Disney leva vc e suas malas pro hotel q vc reservou e de lá vc telefona q a Alamo (q tem loja dentro da Disney) manda uma van buscar vc. Na hora de ir embora, tb não precisa pensar se as malas vão caber no carro, ou se vc vai ter q fazer 2 viagens até o aeroporto, e se vai encontrar direitinho o caminho pra devolver o carro. Entregue o dito cujo na mesma loja dentro do parque e espere o ônibus da Disney levar vc e suas malas.
E, por favor, como já foi dito pela cast member Dani (ai q inveja corrosiva…), não deixe de tomar café da manhã com os personagens (sempre reservando) e assistir ao Wishes (a queima de fogos em Magic Kingdom).
E, Cris, acho q o tal do vício é adquirido pelo ar. Pq seja tomando água, cerveja, leite, ou vinho, não tem como escapar!

Já estive hospedada dentro da Disney, na região da International Dr (antiga) em hotel suite, na mesma região em hotéis categoria bem turística em corredor externo, na região nova da International Dr, em casa de condomínio, em hotel na região de Kissimee ( em 1989) e finalmente nos 3 hotéis do complexo da Universal.
Já viajei com amigas, marido, filhos, parentaiada, grandes amigos, velhinhas da família, sogro e sogra, meus filhos desde 8 meses, entre outros que já nem me lembro
Já fiz parque com compra no mesmo dia, só parque, só compra, com cada tipo de cia de viagem o ritmo era diferente.
Nunca aluguei GPS talvez porque nas primeiras idas a Orlando ele não existia.

Conclusão:

Nunca fiz a mesma viagem, por mais que tenha repetido o destino muitas vezes

Ainda tem locais para se hospedar que são novos para mim
Sempre saio de lá com uma lista de coisas novas que não deu para fazer e que tem que ficar para a próxima

Crianças são mais do que bem vindas em praticamente todos os locais

Pessoas com dificuldade de locomoção e pessoas com restrições alimentares, não passam aperto

Sempre tem como deixar a viagem dentro do orçamento que vc quer,hora mais gordo, ora mais econômico e com boa informação dificilamente você cai-se em armadilhas ( e de fato elas existem por lá)

Compra-se muito bem, já estive observando homens saindo com sorriso largo de muitas lojas, e não me lembro de ter observado o mesmo em nenhum outro local

Come-se muito bem diferentemente do que muitos opinam, desde uma pizza, acredite, bem próxima dos mais críticos paladares paulistanos, até excelentes sushis, ótimos italianos, além de opções econômicas de muito boa qualidade, só não posso opinar em relação aos restaurantes brasileiros, pois nunca provei

Gosto de comer bem, beber bem, comprar um pouquinho (ou muito quando descontrolo) e para não me estender ainda mais por aqui, se alguem precisar de nomes mais específicos em relação a restaurantes, lojas e hotéis posso dar meu pitaquinho, que espero ser útil, como tantos dicas por aqui já foram para mim.

Por último, posso dizer que a água deve ser contaminada, por que a vontade de voltar é sempre grande.

Na verdade não tomo água mas deve ser a cerveja que tanto gosto e encontro por lá ( Birra Moretti) . De qualquer modo cuidado como que beber, devem colocar algo, afinal de contas conheço alguns com o mesmo vício, mesmo que inconfessável (pega meio mal confessar tal vício), mas que vicia, vicia.

Já estive várias vezes em Orlando, a última em fevereiro de 2009 com os filhos já grandes (19/18 anos).

A melhor época para ir, a mais vazia, é aquela que fica ENTRE os feriados de THANKSGIVING (que acontece na quarta quinta-feira de novembro) e o NATAL. Esta informação é confirmada pela Disney: é o período mais vazio dos parques, que estão todos decorados, e os outlets garantem árvores recheadas de presentes.

Infelizmente só pude ir uma vez nesta época. Todas as outras foram entre o final de janeiro e meados de fevereiro. Ir no começo do ano pode ser frustrante pois as prateleiras estarão vazias. Fui em fevereiro de 2009 e tudo bem, mas um amigo que tinha acabado de voltar, 2a e 3a semanas de janeiro, não conseguiu achar muita coisa e ainda pegou os parques mais cheios.

Eu não gosto de hotel de corredor aberto, por isso sempre fico no HAWTHORN que, além de ser aconchegante, oferece um café da manhã completo com bacon, ovo, panquecas, siroup e tudo que não presta. Fica pertinho do Wet ‘n’ Wild, ali na International Dr.

Sempre alugo um carro grande, com GPS. Carro pequeno só serve para casal, pois na hora de voltar é preciso espaço para as malas. (Em tempo: não que eu seja consumista. Compro o necessário e dou valor ao dinheiro. Já disse em outro tópico: os preços são RIDÍCULOS quando comparados com os daqui).

O primeiro dia é sempre reservado para compras. Premium, Florida Mall, Best Buy, Guitar Center e está feita a festa! Na última vez fui também ao Lake Buena Vista Factory Stores que não era tão conhecido, estava bem abastecido e sem muita concorrência nas lojas.

Compro multi-ingressos para a Disney (4 ou 5 dias depende da duração da viagem) e procuro o Combo Universal+Island of Adventure+Sea World+Bush Gardens. Neste site http://www.viajandoparaorlando.com/ tudo fica fácil.

Agora, a dica estratégica mesmo é não emendar um parque após o outro. Como viajo “desempacotado” eu coloco um dia de descanso a cada 3 dias de parque e não emendo dois parques grandes em dois dias seguidos. Parques grandes = Epcot, Bush, Universal e Magic Kingdom.

Nos dias de intervalo dá para programar um passeio por Orlando Downtown, aonde quase ninguém vai, ao Mall at Millenia, que tem dois restaurantes muito bons: o Cheesecake Factory e o Brio Tuscan Grill, e fazer coisas diferentes, como ir a um simulador de queda livre (SkyVenture), andar de kart, Cirque Du Soleil ou ficar de bobeira na piscina.

Orlando sempre será Orlando . Acho que vale a pena ! Por 2 vezes fui em dezembro – para o Reveillon . A primeira vez , em 1998 , show de fogos no Magic Kingdom foi inesquecível . Já em 2007 o esquema já era outro !Era gente que não acabava mais , filas de 2 horas e o parque completamente lotado ! No dia 31 resolvemos ir ao Epcot : parque maior , menor chance de lotar ! Bobagem !!! Lá pelas 19 hs realmente não dava mais para ficar . Fomos embora , passamos no supermercado e fizemos uma bela festa no quarto ! Minhas meninas falam que foi o melhor Reveillon !
Continuando , evite a época de final de ano . Pelo que vi fica parecido ou pior que julho .
Quanto a alimentação : café da manhã no quarto do hotel ( tem hotel com microondas no quarto) ou nos all you can eat . Durante o dia levávamos váaarias besteiras na mochila e fazíamos um lanche por volta das 14 hs . E ao sair do parque íamos direto jantar . E só depois hotel e cama .

Então… também acho que não é totalmente necessário GPS em Orlando, uma vez que o desenho da área turística é bem simples. MAS, considerando que o GPS é relativamente barato (o valor do aluguel do gps por 10 dias já dá pra comprar um zero) e que quem tem não custa levar, vai acabar sendo útil pelas infomações comerciais ( lojas, restaurantes, postos de combustível, farmácias, etc).

Sobre ficar nos hotéis da Disney, de fato muito interessante e prático, principalmente se estiverem oferecendo o pacote refeição incluído. Mas prefiro ficar fora, uma vez que a diferença para hotéis do mesmo padrão dá para alugar o carro, pagar o estacionamento e sobra um pouco ainda… e vc não fica refém dos shuttle (nem que seja pra comer alguma coisa à noite ou passar rapidamente naquela loja em que vc se arrependeu de não ter levado algo).

Outlet acho que o Prime é melhor. Para comprar roupas, no entanto, vá antes na ROSS: dress for less. É uma bagunça, OK, mas desde roupas de grife a malas, vale a pena conferir (inclusive roupas de cama).

Eletrônicos, realmente a Best Buy é um passeio à parte. No entanto, Blu Ray e DVDs com preços bons e boa variedade foi no Wal Mart que achei.

Aliás, souvenirs da Disney são muito mais em conta no Wal Mart. Tive a impressão que tinha mais coisa no Wal Mart de Kissimee.

Sobre os planos, realmente vale a pena conferir o que está acontecendo na cidade e reservar um tempo pro Downtown Disney e pro Universal Citywalk, fora shows e jogos.

Parques, sugiro ficar em UM por dia. Fazendo dois vai acabar não curtindo nenhum. Tente planejar (dou a dica de como abaixo) e vá cedo nos brinquedos mais concorridos (normalmente no mapa estão marcados com o “fast pass” ou equivalente possível).

As dicas mais importantes são, de fato, lembrar de beber água e usar protetor solar, e sapatos confortáveis (apesar dos pés doerem no fim do dia, não importa o que vc faça).

Se possível, chegando em Orlando vá ao Magic Kingdom primeiro. Lá vc realmente faz a “transição” e se sente de férias na Disney.
(Pra ter uma idéia, numa atração da universal uma das piadas foi “aqui não é o magic kingdom, não preciso ser legal com vc!” – óbvio que foi brincadeira, mas expressa bem o espírito da coisa)
Provem o sorvete e os Cookies da Main street.
E, claro, fique no Parque à noite para ver Wishes.

Sobre os demais parques, sugiro alternar parques “rápidos” com parques “longos”, assim parques mais “intensos” com mais “tranquilos”.

Para entender:

Parques da Disney, os brinquedos de todos são tranquilos, nada radical. O magic kingdom é um parque para o dia todo, tem muita coisa pra ver. O Epcot é muuuuuuito longo o passeio. Hollywood Studios tem os melhores brinquedos do grupo e vale demais a pena ficar à noite para ver Fantasmic!. Animal Kingdom é um parque curtinho, com muitos shows sentados (ideal para “descansar”) e talvez seja o parque mais bonito.

Universal já são parques mais “radicais”. Universal Studios tem atrações muito legais e gosto muito de simplesmente andar por ele, acho muito agradável. No entanto, ele á um parque que ocupa o dia todo fácil. O Island of Adventure, pelo nome já diz tudo… é o dia das montanhas russas e afins. muito divertido, e dá pra fazer em relativamente pouco tempo se não houver filas. Ah, levar toalha e muda de roupa seca, a Toon Land(acho que é isso) tem brinquedos que molham mas que valem a pena).

Sea World, se planejado, dá pra fazer em pouco tempo. Os shows são ótimos (novamente, um pra “descansar”) e os brinquedos bem “radicais”. Cuidado com os horários. Se quiser ver a Shamu e chegar 1 minuto atrasado, vai ter que pegar a sessão seguinte 4 horas depois ou voltar outro dia.
Do mesmo grupo, o Busch Gardens vale a ida à Tampa (1h30min de viagem). O parque é grande, os brinquedos são ótimos, assim como as atrações.

E, ah! Provavelmente vc vai gastar mais do que planejou… e vai se arrepender do que não comprou, heheheh.