Ouviram da rua 46 as margens plácidas

Cenas do Brazilian Day, ontem, na rua 46. Um oferecimento Marcie, que conseguiu camisetas do camarote para mim e a equipe.

Acarajé no prato por 12 dólares? Aceita vale-transporte?
Acarajé no prato por 12 dólares? Aceita vale-transporte?
Excuse me, do you know where the camarote is?
Excuse me, do you know where the camarote is?
Verde, amarelo e Marrom: Alcione cantou o Hino lindamente, a capella
Verde, amarelo e Marrom: Alcione cantou o Hino lindamente, a capella
Agitador
Agitador
Videomaker
Videomaker
Esfuzielba
Esfuzielba
Eu, Marcie e nossos abadás :-)
Eu, Marcie e nossos abadás 🙂
Paraíba
Paraíba
Rio Grande
Rio Grande
26 Estados
26 Estados
Brasileirinho
Brasileirinho
A gente sai de Pernambuco, mas Pernambuco...
A gente sai de Pernambuco, mas Pernambuco não sai da gente

Veja também:

Nova York: uma tarde no parquinho

45 comentários

Faz um tempão que não tenho tempo de entrar no blog, mas hj consegui dar uma espiadinha e adorei! Adorei mais ainda a foto do Riq com a nossa queridíssima Marcie! Ontem vi o BD na Tv e fiquei pensando: certamente a Marcie tá por aí!
É uma necessidade real do brasileiro que mora no exterior: ouvir sua música, ter pessoas da mesma cultura por perto e matar a saudade!

Gente, e eu que cheguei em NY em pleno 7 de setembro, fim do dia, sem saber de nada disso ate ver aqui no blog? Que pena! Riq e Marcie, fofissima a foto de voces dois, fiquei triste de nao conseguir ve-los desta vez! beijos!

    Chérie, eu é que me desculpo pela correria. Só consegui ver a Marcie porque o Brazilian Day estava na pauta de gravações!

    Magina, foi graças a você que a gravação no Brazilians Day foi agendada…
    😎

Riq, adorei a cobertura!!! Brazilian Day em plana NY deve ser muiiitooo bom! 😉
(Confesso que adoro festa, mas, atualmente, se tivesse que escolher a foto que melhor retrata o meu humor brasileiro seria aquela que representa os 26 Estados! Não dá pra fingir que tudo isso é normal e entubar essa vergonha! #forasarney)
Devidamente “desabafada”…que festa linda! Adorei ver os dois queridos de abadá! Aproveita aí! 😉

Paulinha, eu não conheço Stonehenge, mas Bath é uma pérola, acho que vale muitíssimo a visita. Quando eu fui, passei 2 ou 3 dias, e flanei pela cidade com toda a calma do mundo – mas um bate-e-volta a partir de Londres já me parece inadequado, dá mais ou menos 1:30 de trem. Não perca o Roman Baths Museum, uma espiada na Abadia (me esqueci o nome da dita cuja…)e um passeio pela Pultney Bridge. De resto, perca-se pela cidade e divirta-se! 😉

    Paula, estive em Londres no mês passado para fazer algo parecido: visitar amigos e aproveitar para um pulo em alguma cidade próxima.

    Minha meta era ir pra Bath e Oxford, mas também deu preguiça. Acabei visitando apenas Oxford. Você já foi pra lá? Achei bem legal. A cidade é bacana e a viagem de trem dura uma hora.

    Queria também passar por Cotswolds, onde não dá pra chegar facilmente com transporte público, e acabei indo com um grupo do http://www.walks.com. Eu não gosto da idéia de excursão mas me surpreendi positivamente! Não achei tão corrido visitar duas cidadezinhas da região (muito bonitas) pela manhã e, à tarde, Oxford. Mas, claro, vale também passar um dia inteiro ali.

    Vou te dever dicas de Londres pois só refiz as turistadas básicas. De qualquer maneira, destaco os mercados (tipo Spitalfields e Camden) lotados de gente e coisas interessantes. Ali tem novidade sempre.

    De resto, a surpresa ficou por conta do sol que apareceu quase todos os dias. Eu só queria ficar deitado no parque. 🙂

    Flanar, flanar, flanar, como em Paris… Se o dia estiver bonito, vale passear pelos parques (amo o Regent’s Park e o Hyde Park), as feiras e os mercados (Notting Hill, Portobello, Camden, o menos conhecido Kensington Market), os museus que mais forem do seu agrado (eu adoro o de História Natural, por causa dos dinossauros… 😉 ). Pra manter o clima, sempre que bater um cansaço, entre em um pub, a qualquer hora, e faça uma pausa degustando uma bela pint de Guinness… Mesmo os programas turísticos mais básicos em Londres me agradam: visitar a Torre de Londres e ouvir aquelas histórias sangrentas da realeza, visitar o Globe Theatre e imaginar as peças no tempo de Shakespeare, entrar na Westminster Abbey… Nossa, me deu uma crise de saudade – não vou a Londres há muito tempo!

    Menina, eu ia AMAR!!! 😀 Mas agora só tenho férias em dezembro… Até lá, só dou uma escapadinha a Buenos Aires em meados de outubro…

    Que pena! Mas acho que a gente poderia dar certo viajando juntas! Quem sabe um dia?

    Acho que ia ser divertidíssimo!!! Vamos deixar a idéia na prateleira e resgatar quando surgir uma oportunidade? 😉

    Paula, vale dar uma olhadinha no que está em exposição no British… O acesso ao museu é gratuito, mas sempre tem umas expos pagas e super interessantes. Na maior parte das vezes, é melhor garantir a compra antecipada – eu fiz assim com os Guerreiros de Xian, e precisei comprar com 1 mes de antecedëncia.

    http://www.britishmuseum.org/

Nossa, desculpem os erros de digitação: eu quis dizer “achei bem bom” no primeiro parágrafo e “certa preguiça” no segundo parágrafo!

Bom, agora é minha vez! Tenho boas notícias…comprei a passagem pela Swissair pra Londres, com escala de apenas 1h em Zurique na ida e 1:20h na volta. Paguei com TAXAS incluídas aproximadamente 1000 dólares, o que acheim bem razoável.
Embarco dia 31 de out e fico 7 dias só em Londres (estou considerando apenas 1 bate e volta para Bath OU Stonehenge, mas confesso que estou com uma cera preguiça. Quem fez, vale a pena?
Vou sozinha, ficar na casa de amigos (que estarão trabalhando de dia) e quero revisar a cidade com calma. Já conheço Londres, por isso queria dicas da tripulação que não sejam obrigatoriamente lerês (claro, alguns vou revisar, como o Tate Modern), por exemplo. Bjos e obrigada

    Paula,

    Stonehenge é legal para um bate-e-volta, podendo ser combinado com uma visita a Salisbury. Mas eu realmente fico com preguiça de sair de Londres quando vou para lá 😉

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.