Paris: a Cris ensina como funciona o passe Navigo Découverte

Metrô de Paris

Ticket t+Quando estou em Paris eu sou freguês da passagem t+ (ticket t+), que avulso custa €1,70 mas pode ser comprado em múltiplos de 10 — o jeito de pedir é “carnet 10 voyages” (carnê di vuaiáj) –, quando o preço baixa para €1,25 a viagem. O bilhete funciona no metrô, nos ônibus, nos bondes, no funicular de Montmartre e nos trens RER da zona 1. É possível usar o mesmo bilhete para conexões até 90 minutos depois de validado (com apenas uma pegadinha: você pode ir do metrô para a RER, mas não pode ir da RER para o metrô com o mesmo bilhete). Então o que eu faço ao chegar a Paris é comprar um ou dois múltiplos de dez bilhetes t+, na maquininha ou no guichê do metrô, e desencano.

Existe, porém, uma modalidade que pode ser mais vantajosa, para quem vai andar muito muito de metrô e não quer ficar comprando múltiplos a toda hora. Se você fizer um cartão magnético Navigo Découverte, pode carregar o bichinho com o Forfait Semaine (antiga Carte Orange), um passe semanal cuja validade sempre começa na segunda e sempre termina no domingo, e que pode sair mais em conta do que os t+ — sobretudo se você permanecer em Paris de segunda a domingo, a duração fixa do passe semanal.

Sempre tive curiosidade de ver como funcionava — mas nunca arranjei dispos…, er, tempo de fazer um Navigo. Por isso fiquei superfeliz quando a Cris disse que tinha feito e aprovado. Então eu pedi pra que ela nos contasse tintim por tintim.

Vai pela Cris:

Foi a minha segunda vez em Paris; fiquei de uma terça-feira à  terça seguinte.

Durante os preparativos para a segunda viagem, eu fiquei longamente debatendo com meus botões e com o Mr. Google qual seria a melhor opção para a minha locomoção dentro de Paris, sabendo que eu não sairia das zonas 1-2, exceto o dia em que iria à Versailles. Mesmo tendo reservado um hotel super central (Hotel Abbatial Saint Germain, no Boulevard Saint Germain, a duas quadras da Notre Dame), o que me permitiria ir a pé a várias atrações e também praticar o adorável hábito de “flanar”, eu sabia que também iria andar bastante de metrô, por ser um meio de transporte rápido e eficiente, que permite ir a qualquer lugar de Paris com no máximo uma troca de linha. O metrô é ótimo para encurtar as distâncias, chegar a algum lugar mais rapidamente e também é muito útil quando você já está com dores e calos nos pés e suas pernas já estão pesadas de tanto caminhar (já tive essa experiência de outras viagens).

Procurando na internet, eu achei informações sobre o Paris Visite (que eu já havia usado na primeira vez), sobre os Tickets t+ e sobre o Navigo Découverte. Fiz uma tabela comparativa de preços, tendo em mente que eu gastaria de 4 a 5 bilhetes de metrô por dia, e decidi pelo passe Navigo Découverte para 1 semana na zona 1-2 (o que para os meus dias em Paris valeria de terça-feira a domingo) e por um carnê de 10 tickets para os últimos dois dias, além do ticket ida e volta a Versailles. A fatura da conta foi a seguinte:

Cartão magnético Navigo Découverte: €5
Carregamento do passe Navigo para 1 semana (Forfait Semaine), zona 1-2: €19,15
Carnê de 10 tickets t+: € 12,70
Ticket do RER até Versailles (ida e volta): € 6,50
Total: €43, 35

Se eu comprasse apenas os carnês de 10 tickets, mais o ticket para Versailles, daria exatamente os mesmos 43 Euros e alguns centavos. Preferi o Navigo porque eu não precisaria ficar surtando em saber se eu joguei fora ou não o dito ticket antes de sair das estações: minha bolsa geralmente se transforma em zona de guerra em viagens…

Então, como é que eu fiz para adquirir o Passe Navigo Découverte? Aí vai o passo a passo:

1) Após me instalar no hotel, a primeira coisa que eu fiz foi me dirigir a uma estação de metrô. A mais próxima do meu hotel era a Maubert-Mutualité, no 5º Arrondissement. Para a minha decepção, aquela estação não tinha gichê de venda. Voltei para a rua e caminhei um pouco mais e cheguei à estação Cluny-La Sorbonne, que eu sabia ser bem maior por haver correspondência com a estação do RER. Como esperado, ali havia guichê de venda. Não havia filas e fui logo me dirigindo ao guichê com o atendente, e falei meio hesitante: “Je voudrais un passe Navigo Decouverte pour une semaine, zone 1-2”. O senhorzinho entendeu perfeitamente, e apenas me explicou que o passe é válido apenas de segunda-feira até domingo (o dia já era uma terça-feira). Respondi: “Oui, je sais”. Ele então registrou a compra, 5 euros do cartão + 19,15 do carregamento de uma semana para as zonas 1-2, eu paguei com o meu VTM, e ele me entregou o kit do Navigo Découverte, que vem desmontado, embalado num pacotinho plástico. Saí da estação lépida e fagueira, querendo já montar o passe. Entrei então em um dos Starbucks do Boulevard Saint Michel e comprei um café expresso só para me sentar numa mesinha para montar o passe.

2) Aqui um detalhe: o Navigo Découverte exige que você tenha uma fotografia no tamanho 2,5 x 3 cm, que você cola no cartão. Nas estações de metrô em Paris tem umas cabines automáticas nas quais você pode fazer na hora a tal foto, ao preço de €5. Mas eu já havia pesquisado na internet e descobri que dá para colocar qualquer foto sua que você já tenha. Como eu tinha um lote não utilizado de fotos 3 x 4 recentes em casa, eu mesma tentei adaptar essas fotos ao tamanho exigido de 2,5 x 3. Escaneei outra 3 x 4 intacta e alterei o tamanho no próprio programa da minha multifuncional e depois imprimi a foto em papel gloss, e assim, já embarquei para a viagem com a fotinho na bolsa. A cor da foto ficou meio esverdeada, mas serviu para o objetivo de ser colada no cartão Navigo.

3) Já com o pacotinho do Navigo Découverte em mãos, sentada numa poltrona do Starbucks, eu montei meu passe. No pacotinhovem 3 peças:

Navigo Découverte– o passe Navigo, onde tem um espaço para colar a foto 2,5 x 3 cm e outro espaço para você escrever seu nome e sobrenome (ou vice-versa, na França: sobrenome e nome), e o qual tem um número próprio, de seis dígitos e um pequeno recorte em forma de elipse;

– o cartão com chip recarregável, que tem o mesmo número de seis dígitos do passe Navigo e que não pode ser usado sem ele;

– um berço de plástico transparente no qual você encaixa o passe Navigo e o cartão com chip recarregável.

No passe Navigo, o espaço retangular para colocar a foto já vem com a cola: basta retirar a película removível e colar a foto no quadradinho. Depois, é necessário escrever à caneta seu “Nom” (sobrenome) e “Prenom” (primeiro nome).

Por fim, basta encaixar o passe Navigo e o cartão com chip recarregável juntos na peça de plástico transparente, de forma que o número constante no cartão fique visível através do recorte elípitco do passe e…  Voilà! Já é possível entrar e sair das estações de metrô de Paris livre, leve e solta! Basta aproximar o cartão das leitoras das catracas e esperar pelo sinal verde a abertura da roleta 🙂

O mais interessante é que o passe Navigo Découverte não termina sua validade no final do domingo. O passe continuará válido por sabe-se lá quanto tempo. O que tem término de validade no domingo é o carregamento do cartão com chip. Nas próximas viagens a Paris, basta levar junto o conjuntinho e fazer o recarregamento do cartão, o que pode tanto ser feito nos guichês de venda como nas máquinas automáticas!

Merci beaucoup, Cris! Da próxima vez faço o meu 😀

Leia também:

Página de Paris no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


67 comentários

Retorno a Paris em julho e eu utilizo o Paris Pass, pois fica bem mais barato e eu elimino as longas filas nos museus e em boa parte dos pontos turísticos. Mas, vou antes para Roma. Qual a melhor forma de se locomver em Roma, já que me falaram que o transporte lá não é tão eficiente quanto em Paris?
Obrigado.
Fabio.

    Em Roma, opto por andar a pé, ônibus ou tram e, como última opção, o metrô.

    Oi Fabio, em Roma tem um passe de 3 dias que vale para metrô, ônibus e tram, ano passado paguei 11 euros por ele, e pode ser comprado em bancas de jornais, tabacarias e afins…Mas como a Sheila falou, em Roma é bem fácil andar de ônibus e o metrô é bem limitado.

Excelente!
Já utilizei o carnê de 10 tickets, que na verdade eram 10 tickets avulsos e foi muito prático e mais barato. Usarei este mes outra vez.
Amanhã vou para Portugal e senti falta de um postezinho como este para explicar como funciona o/os cartões que dão desconto noa transportes urbanos em Lisboa. Ou é complicado mesmo ou está mal explicado. Na volta dou retorno sobre o assunto.

Wander, o Orlyval é o trenzinho que leva de Orly até a estação Anthony do RER. O ônibus é o Orlybus, que vai te deixar na estação de metrô Denfert-Rochereau, e aí nessa estação você pega a linha 6 e depois baldeia para a linha 7 na estação Place de Italie, como o Nick já falou. Só cuida a direção que tu vais pegar, hehe, mas se tu pegares errado. Não tem problema, basta descer na estação seguinte e voltar ao contrário, rsrsrsrs. Dá para ir com o Navigo, sim, no Orlybus, mas desde que seja zona 1-4 , mas como você chega domingo, o melhor é comprar a passagem do Orlybus e 1 bilhete de metrô em separado para o domingo.

Ah, se você tem um IPhone, entra na loja da Apple e baixa o programinha da RATP, gratuito, que você vai ter sempre contigo o mapa de todas as linhas de metrô e do RER de Paris! É superútil e você já vai se habituando!

Obrigado pela dica, nick!! Mais dúvidas (se não for pedir muito rs): Esse ônibus que leva de Orly até o metrô é o Orly Val? O destino final mais próximo do meu hotel seria a Gare du Nord mesmo? Vi no mapa que o hotel fica entre as estações Cadet e Le peletier, mas parece que não há conexão entre o RER B e a linha 7. É isso mesmo?

    Oi Wander, pode perguntar o que quiser…espero que o Ricardo não fique bravo de eu estar respondendo aqui. É que eu amo a cidade de Paris e vou sempre pra lá. Eu cheguei apenas uma vez por Orly, peguei o OlyBus que custa 6,90 euros, e se vc descer no terminal Paris-Orly Sud o ônibus para na porta G e no terminal Paris-Orly Ouest na porta D. Vi no site que eles aceitam o Navigo, mas como vc chega num domingo não vale a pena comprar, pois o Navigo é de segunda a domingo. Esse ônibus te deixa na estação de metrô Denfert-Rochereau. Pegue o metrô Linha 6, sentido Nation e desca na estação Place de Italie, lá vc procura a conexão para a linha 7 do metrô sentido La Courneuve, e desce numa das duas estações de metrô que vc citou. Qualquer dúvida é só perguntar.
    Abraços

    Nick, obrigado mais uma vez. Anotei todas as dicas e vou seguir conforme vc sugeriu! Valeu mesmo. Abraços

Oi Wander
O Navigo Decouverte não pode ser usado no ônibus que te leva de Orly até o metrô, tem que pagar separado. Compre o Navigo zonas 1 e 2(conforme relato da Cris) na segunda pela manhã, assim vc aproveita a semana inteira sem se preocupar com transporte coletivo.

É minha primeira vez em Paris e vou passar 5 dias (de Domingo à Sexta pela manhã). Vou ficar no Ibis Grands Boulevards Opera (38 Rue du Faubourg Montmartre | 9th Arrondissement). Vou desembarcar em Orly. Como marinheiro de primeira viagem estou meio perdido em como me deslocar na cidade da forma mais econômica e eficiente. Alguém pode me dar umas dicas? No meu caso, vale à pena o Navigo Découverte? Caso positivo, quais zonas devo carregar? Qual a melhor forma de ir do aeroporto para o hotel? Pretendo ir a Versailles no meio da semana. Qualquer dica vai ser super bem vinda. Brigadão pela ajuda!!

Oi Fabiana
Com o Navigo zonas 1 e 2 vc vai até Versailles. Por que não concentra todos os seus passeios de quarta a domingo e de segunda a quarta vc compra o carnet com 10 tíquetes de metrô.

    ola! usando o navigo découverte da para ir para versailles ? como faço para chegar la?! existem outras cidades para ir usando o navigo ? valeu!! 🙂

Gracinha de post! Nos últimos anos, eu também apostei no Carnet, mas ficou excelente o be-a-bá pra fazer um NaviGo na próxima.

Bom dia a todos!!!
Irei para Paris, pela primeira vez, em maio, mas ficarei de quarta a quarta. Me hospedarei no 2º Arrondissement, mas acredito que usarei bastante metrô. Vale a pena fazer duas recargas no Navigo Découverte ou comprar os bilhetes t+? Ah! Darei uma esticadinha a Versalhes. Obrigada pela ajuda!

Olá Riq e Cris, aqui vai meu depoimento. Já tenho o Navigo Découverte há alguns anos, na época eu dei a foto para o atendente que colou pra mim e nem pediu para colocar meu nome, e já foi logo colando, creio que o mais importante mesmo é a foto. O cartão de 5 euros vale por 10 anos, a para quem chega pelo Aeroporto Charles de Gaulle, que fica na Zona 5, vale super a pena carregar da Zona 1 a 5, que no ano passado paguei algo em torno de 33 euros, já que o RER até Paris, custa quase 10 euros em cada perna. Com a Zona 5 dá pra ir até o Shopping de outlets La Vallee Village, em Marne la Valee (mas cuidado, se quiser ir até a EuroDisney tem que comprar até a Zona 6, que é apenas uma estação pra frente do Shopping). Mas pra tudo isso, tem que se programar pra chegar em Paris numa segunda feira e ir embora até o domingo, como eu faço sempre. Abraços a todos !!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.