Paris

Paris: um guia prático para sua primeira (ou décima-primeira) viagem

Paris

Mês passado fez 30 anos da minha primeira viagem a Paris. Foi no meio de um mochilão (feito com uma mala grande, sem rodinhas). Cheguei de Amsterdã e reservei um hotel baratinho no posto de turismo da Gare du Nord. Era uma espelunca na rue Geoffroy-Marie, perto do cabaré Follies Bergère; custava 9 dólares por dia (o meu budget diário total era de 17 dólares).

Nesses 30 anos, voltei quinze vezes à cidade, nas mais diversas situações — de passagens rapidinhas (teve uma época em que eu dizia que “Paris é a cidade mais próxima de qualquer lugar”, e sempre dava um jeito de terminar qualquer viagem por lá) a uma estada de quatro semanas num apartamentinho alugado perto do Beaubourg. Minha região preferida da cidade foi mudando — de St.-Germain para a île St.-Louis, daí para o Marais, e agora o Canal St.-Martin. Já fui de ir a restaurantes estrelados (porque podia), mas hoje acho muito mais divertido fuçar o que tem nas redondezas de onde me hospedo. Só uma coisa não mudou: minha disposição infinita de caminhar por Paris. São Pedro, quer fazer o favor de colaborar?

Bom. Depois de mais de um mês enfurnado nessas páginas, é com prazer que anuncio Paris como novo destino completo do nosso guia. O que antes estava resumidinho na ficha do destino agora está destrinchadão nas páginas quando ir, como chegar, onde ficar, onde comer e o que fazer.

Quando ir a Paris

Canal St.-Martin, Paris

Veja as temperaturas médias mês a mês e as recomendações para quem só pode ir nas férias — em janeiro ou em julho. Para ver quando ir a Paris, clique aqui.

Como chegar em Paris

Veja as opções de transporte de/para os aeroportos Charles de Gaulle, Orly e Beauvais, com suas paradas em diversos pontos da cidade. Conheça a localização das seis estações de trem de Paris e quais os principais destinos servidos a partir de cada uma delas. Veja para quais destinos é melhor seguir de trem e para quais o avião é mais conveniente. Ah, sim: e saiba como ir à Disneyland Paris. Para ver como chegar em Paris, clique aqui.

Onde ficar em Paris

Garimpei os hotéis mais bacaninhas das minhas regiões favoritas de Paris, cada uma com seu modo de usar. Fiz também uma seleção dos Ibis em que eu consideraria me hospedar (era isso que você queria saber, não?). E de bônus ainda dou o caminho das pedras para achar apartamentos triplos e quádruplos. Para ver onde ficar em Paris, clique aqui.

Onde comer em Paris

croque-madame

Veja o que esperar do café da manhã e suas opções na hora do almoço e do jantar — incluindo uma estimativa do que você pode gastar. Entenda a diferença entre menu e formule, e quais são as suas alternativas aos restaurantes formais. Para ver onde comer em Paris, clique aqui.

O que fazer em Paris

Se não fosse a limitação de tempo, ninguém precisaria de roteiro em Paris. Bastaria ~flanar~ cada dia por uma região diferente e esperar os cartões-postais e monumentos aparecerem no seu caminho. Mas como eu sei que é difícil que você passe mais de 5 dias na cidade, aqui está um roteirinho para cobrir o básico de Paris em 5 dias — e sugestões de passeios para dias suplementares. Veja minhas considerações sobre ônibus hop-on hop-off, passes de transporte e de museus. Veja as opções para ficar conectado e quais são os principais aplicativos para usar o transporte público. O que fazer no dia da chegada? Tenho um roteirinho a um só tempo charmoso e monumental para a tarde e a noite do seu primeiro dia. Para ver o que fazer em Paris, clique aqui.

E como em todos os destinos completos do nosso guia, você também encontra uma página com o Índice de Posts dividido por assunto e outra com o #Linkódromo de posts de outros blogs que complementam o nosso conteúdo.

Allez-y! Et bon voyage!

24 comentários

Já vai fazer 3 anos que fui para Paris…foram 7 dias em um ap há 2 quadras do Louvre, com a filhota com 5 meses.

Que saudades…que cidade maravilhosa…tanta coisa para ver e dá vontade de voltar para lá mais outra semana.
Ai vejo o valor do euro e…que vontade de chorar.

Ótima dicas como sempre! Minha última visita a Paris foi ano passado e acabei fugindo do Ibis desta vez. Fiquei num hotelzinho ótimo, pertinho da Notre Dame:
HOTEL DES CARMES – 5, Rue des Carmes(metrô linha 10–Maubert-Mutualité)
Tél. +33(0)1 43 29 78 40/43 29 42 93( http://www.hoteldescarmesparis.com/ [email protected]).

Riq,
Você como sempre MARAVILHOSO!!! Ouço suas dicas quase todos os dias na rádio Band News. Sempre nos presenteando!!! Pretendemos ir a Paris em 2016 com nossos 2 pimpolhos (2 e 5 anos) e agora temos o caminho das pedras!! 🙂 Muito obrigado! 🙂

Como sempre, parece que o mestre advinha justamente o que precisava!

Ano que vem fazem 20 anos da minha primeira ida a Paris. Desde então foram 6 vezes, sendo duas no mesmo ano rsrs e em todas as estações do ano. Mas este post me deu comichão para ter a primeira vez do meu bebê em Paris 🙂

Vc tem razão, realmente Paris é perto de tudo! Vou me lembrar disso na minha próxima viagem…ahhh(suspiros!!!)

SENSACIONAL!
Ai q vontade de Paris q deu agora (suspiros).
Trabalho impecável! 😉

Oi pessoal, estive em Paris no inicio de Maio, pela terceira vez, sempre me orientando nos post do V&Ve.
Comprei um tour na Viator para Montmartre (região dos artistas) com ingresso no M. D’orsay, recomendo!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.