Paris

Paris: um guia prático para sua primeira (ou décima-primeira) viagem

Paris

Mês passado fez 30 anos da minha primeira viagem a Paris. Foi no meio de um mochilão (feito com uma mala grande, sem rodinhas). Cheguei de Amsterdã e reservei um hotel baratinho no posto de turismo da Gare du Nord. Era uma espelunca na rue Geoffroy-Marie, perto do cabaré Follies Bergère; custava 9 dólares por dia (o meu budget diário total era de 17 dólares).

Nesses 30 anos, voltei quinze vezes à cidade, nas mais diversas situações — de passagens rapidinhas (teve uma época em que eu dizia que “Paris é a cidade mais próxima de qualquer lugar”, e sempre dava um jeito de terminar qualquer viagem por lá) a uma estada de quatro semanas num apartamentinho alugado perto do Beaubourg. Minha região preferida da cidade foi mudando — de St.-Germain para a île St.-Louis, daí para o Marais, e agora o Canal St.-Martin. Já fui de ir a restaurantes estrelados (porque podia), mas hoje acho muito mais divertido fuçar o que tem nas redondezas de onde me hospedo. Só uma coisa não mudou: minha disposição infinita de caminhar por Paris. São Pedro, quer fazer o favor de colaborar?

Bom. Depois de mais de um mês enfurnado nessas páginas, é com prazer que anuncio Paris como novo destino completo do nosso guia. O que antes estava resumidinho na ficha do destino agora está destrinchadão nas páginas quando ir, como chegar, onde ficar, onde comer e o que fazer.

Quando ir a Paris

Canal St.-Martin, Paris

Veja as temperaturas médias mês a mês e as recomendações para quem só pode ir nas férias — em janeiro ou em julho. Para ver quando ir a Paris, clique aqui.

Como chegar em Paris

Veja as opções de transporte de/para os aeroportos Charles de Gaulle, Orly e Beauvais, com suas paradas em diversos pontos da cidade. Conheça a localização das seis estações de trem de Paris e quais os principais destinos servidos a partir de cada uma delas. Veja para quais destinos é melhor seguir de trem e para quais o avião é mais conveniente. Ah, sim: e saiba como ir à Disneyland Paris. Para ver como chegar em Paris, clique aqui.

Onde ficar em Paris

Garimpei os hotéis mais bacaninhas das minhas regiões favoritas de Paris, cada uma com seu modo de usar. Fiz também uma seleção dos Ibis em que eu consideraria me hospedar (era isso que você queria saber, não?). E de bônus ainda dou o caminho das pedras para achar apartamentos triplos e quádruplos. Para ver onde ficar em Paris, clique aqui.

Onde comer em Paris

croque-madame

Veja o que esperar do café da manhã e suas opções na hora do almoço e do jantar — incluindo uma estimativa do que você pode gastar. Entenda a diferença entre menu e formule, e quais são as suas alternativas aos restaurantes formais. Para ver onde comer em Paris, clique aqui.

O que fazer em Paris

Se não fosse a limitação de tempo, ninguém precisaria de roteiro em Paris. Bastaria ~flanar~ cada dia por uma região diferente e esperar os cartões-postais e monumentos aparecerem no seu caminho. Mas como eu sei que é difícil que você passe mais de 5 dias na cidade, aqui está um roteirinho para cobrir o básico de Paris em 5 dias — e sugestões de passeios para dias suplementares. Veja minhas considerações sobre ônibus hop-on hop-off, passes de transporte e de museus. Veja as opções para ficar conectado e quais são os principais aplicativos para usar o transporte público. O que fazer no dia da chegada? Tenho um roteirinho a um só tempo charmoso e monumental para a tarde e a noite do seu primeiro dia. Para ver o que fazer em Paris, clique aqui.

E como em todos os destinos completos do nosso guia, você também encontra uma página com o Índice de Posts dividido por assunto e outra com o #Linkódromo de posts de outros blogs que complementam o nosso conteúdo.

Allez-y! Et bon voyage!

24 comentários

Olá!
Eu e meu marido “frequentamos”Paris há uns 50 anos, rsrs
E estou amando deu site!
Grandes abraços

Puxa! Acabei de voltar de Paris, Ricardo. Realmente é bem razoável o preço do formule e as porções são bem servidas. Sugiro também as salades (saladas). Vem em tigelas bem grandes e substituem qualquer refeição! Quem não estiver com bastante fome não consegue comer uma inteira.

Muito bom o seu post, obrigada! Estava pesquisando sobre os tours para Giverny + Versailles. Vc fez esse da Viator? Estava entre o da Viator e o da Paris City Vision, estava pesquisando avaliações sobre as duas empresas. Vi comentários bons mas tb outros ruins e estou na maior dúvida. Agradeço se puder me ajudar.

    Olá, Marilia! Pode ser até que as duas vendam o mesmo passeio. As opiniões devem ter a ver com a característica dos clientes. Quem prefere visitar com calma deve marcar as viagens em dois dias separados.

    obrigada pela resposta! queria saber se tinha feito esse passeio especificamente e se a empresa era confiável. não terei muitos dias em paris para fazer em dias separados.

    Marília, é tão fácil ir aos dois lugares. Vá de trem por conta própria. Vc terá mais tempo para aproveitar. E um em cada dia, os dois no mesmo dia, esqueça. Não aproveitará adequadamente.

Eba… além das dicas insiders da Martinha no viajoteca, vou aproveitar para pegar suas dicas também que eu sempre AMO!!!
Se der tudo certo darei uma passadinha lá em Setembro depois de 15 anos longe! Sentiu o drama, né? Estou precisando de Paris 😉
bjooo

E pensar que eu estava tão blasé antes de ir pela primeira vez… já se foram 3 passagens e eu gosto cada vez mais! Ótimas dicas para a 4ª viagem! @nao_gosto_de_canela

Ricardo freire, adorei. Será que eu consigo deixar saint sulpice e me hospedar no canal saint martin?Será? vou pensar. abçs

Ricardo, incrível isso, minha viagem começa no próximo domingo 14/06 você aproveita para atualizar tudinho sobre Paris. Obrigada e na volta comento por aqui…

Riq,
Passei a noite lendo tudinho deste novo guia de Paris. Tudo lindo (ou como vc prefere, redondinho), como sempre!!! Fim do ano irei pela terceira vez à cidade e agora estou à espera dos comentários que virão nas páginas 😉
Estava com saudade da sua assinatura nestes posts completinhos…