Polignano a Mare

#Linkódromo | Puglia e Basilicata: o belo sul da Itália no Post Italy

Polignano a Mare

Foto: Anelise Sanchez, Post-Italy

Nem só de Costa Amalfitana, Sicília e Sardenha é feito o sul da Itália. As regiões da Puglia e da Basilicata fazem parte do roteiro básico-essencial para explorar as belezas da base da Bota.

A Puglia tem nada menos do três sítios classificados como Patrimônios da Humanidade pela Unesco: o mais visitado é Alberobello, cuja marca registrada são os trulli, pequenas casas brancas feitas com um teto em forma de chapéu pontiagudo muito peculiares e de origem misteriosa (alguns acreditam que o estilo vem da Mesopotâmia; outros do… México). Um dos vilarejos de praia mais charmosos de toda a Itália também está por aqui: Polignano a Mare, terra de Domenico Modugno (volare ô ô).

O destino mais mágico do pedaço, porém, fica na Basilicata: é Matera, onde o centro histórico é todo escavado em cavernas.

Interessa? Então dê uma passadinha no Post-Italy: a Anelise Sanchez é uma jornalista brasileira que mora na Itália e tem ótimas dicas para estender sua viagem pelo sul da Itália.

Leia no Post-Italy:

11 comentários

Boa tarde,você considera possível visitar a região da Puglia sem alugar um carro e usando transporte público?

    Olá, Maria Alice! Se você for com tempo sobrando e se organizar buscando informações localmente sobre os horários dos ônibus, é possível.

Olá, tenho parentes em Polignano já estive lá por 3 vezes, e posso dizer que não existe lugar mais lindo no mundo a vista do hotel Grotta é uma das mais lindas do mundo, todas as cidades desta região são lindas. Quem ainda não conhece, vá eu recomendo. Muita saudade.

Oi Mirella, considerando a questão climática, no sul faz menos frio, mas você não vai poder curtir as praias. No entanto, em caso de clima ruim a Toscana oferece várias chances de passeios, a possibilidade de visitar adegas históricas, explorar as chamadas città d´arte e opções de lazer indoor, como museus incríveis. Depois me conta o que decidiu! Boa viagem!

Oi Lu, as cidades italianas em proximidade do mar possuem clima temperado e quase sempre agradável. Se puder, evite os meses entre novembro e março porque no inverno, além do clima frio os dias sua bem mais curtos. Pessoalmente, adoro a Itália na primavera.

    Oi Anelise,
    Estamos com viagem marcada para Novembro, 9 dias, e por enquanto só temos a chegada em Roma (como destino… risos).
    Essa parte de Puglia e Basilicata estava na nossa lista, assim, como subir para explorar um pouquinho da Toscana.
    Qual ideia você acha melhor? Subir ou descer no final de Novembro?
    Obrigada e seu blog tem dicas incríveis 🙂

Destino sensacional! Estivemos lá em julho de 2.016, adoramos! Comida e bebida deliciosas, a preço justo, tudo cultivado na região, pessoas super-simpáticas, passeios lindos! Fizemos 5 noites de base em Lecce, cidade fora do comum pelo seu estilo barroco e universidades, de onde visitamos todas as praias da região: Otranto, Leuca, Gallipoli (demais!) depois ficamos 1 , noite em Matera, cidade super-diferente, surreal, depois 3 noites em uma cidade linda que recomendo, Monopoli, de onde visitamos Ostuni, Alberobello, Polignano Al Mare, fizemos passeios de barco e finalmente 2 noites em Bari, a capital, que também vale a pena conhecer! Saudades! Viagem inesquecível!

Estive em agosto/14 na Puglia, visitei Alberobello e Polignano a Mare. Me encantei não só pelo local como também pelos moradores, acolhedores, agradáveis…um passeio imperdível em Polignano eh do Dorino gite in barca, ele faz um passeio de lancha pelas grutas da cidade e conta as histórias de uma maneira pitoresca e muito divertida.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.