Qual é o dólar do seu cartão?

Cartões x dinheiro

Eu sei, já fiz essa pergunta antes. Mais especificamente, aqui.

As circunstâncias eram as seguintes: ia entrar em vigor o novo IOF de 6,38% sobre compras em moeda estrangeira, e mais do que nunca era importante separar os cartões que convertiam as compras por uma cotação próxima ao dólar comercial dos que convertiam as compras por uma cotação próxima ao dólar turismo.


Por quê? Porque os que porventura pratiquem taxas próximas ao dólar comercial podem continuar competitivos, mesmo com o IOF de 6,38%, dependendo da cotação do dólar-cash (vendidos na cotação turismo ou na cotação paralela) ou do dólar VTM (que são sempre vendidos na cotação turismo).

A idéia é ver se, nesses quase seis meses em que a medida está valendo, houve alguma mudança de política dos cartões. Será que o jogo se rearrumou?

Nos últimos dias, com as crises americana e européia, o mercado tem andado nervoso, oscilando bastante. Hoje — quinta-feira, 18 de  agosto — está acontecendo algo estranho: o dólar comercial subiu, mas o turismo baixou (a diferença está mínima, R$ 1,60 x R$ 1,63). O paralelo — sobre o qual não indice nenhum IOF — está bem alto (R$ 1,73). Vou monitorar isso nos próximos dias, porque não acredito que a diferença entre comercial e paralelo permaneça tão pequena.

Mas vamos ao que importa: você pagou alguma despesa em dólar no seu cartão em julho ou agosto? Quanto veio o dólar do fechamento da fatura?

(É sempre bom lembrar que o dólar da fatura será corrigido na fatura seguinte, para mais ou para menos, de acordo com a cotação que vier a ser verificada no dia do vencimento.)

Começo abrindo os meus:

Itaú Personnalité Platinum Visa – R$ 1,60 (vencimento: 3/8)

Itaucard MasterCard Gold – R$ 1,57 (vencimento: 20/8)

Diners Club: R$ 1,70 (vencimento: 25/8)

A última vez que comprei dólar VTM foi em maio, no Banco Referência. O dólar me saiu R$ 1,71 (mas não deve ser considerado na comparação porque não é do mesmo mês dos outros).

E no seu cartão? Quanto você tem pago o dólar?

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


94 comentários

Ricardo, eu não entendo quando vc diz que usa mais o caixa eletrônico para sacar dinheiro. Mas várias pessoas já me falaram que é super caro sacar dinheiro no exterior. Quanto fica p sacar? Poderia especificar essa transação. E outra dúvida, vc prefere usar o cartão de crédito com IOF altíssimo por conta das milhas? Obrigada!

Também caí na armadilha do Itaucard.

A maior cotacão do dólar na semana de fechamento da minha fatura foi de 2,08 (levando-se em conta o dólar turismo, que parece ser o valor de referência agora) e eles me cobraram absurdos 2,12!
Acabei de ligar no atendimento e me disseram que se eu pagar a fatura hoje, o dólar seria de 2,10 sendo que o turismo fechou a 1,99 ontem… Que raio de cáculo é esse?
A diferença parece nada, mas no fim das contas, somando-se a taxa absurda de IOF foram 400,00 jogados fora…

Revoltante!

Peguei minhas duas faturas para comparar a cotação do dólar
CEF x Santander).

CEF no dia 11/05 = R$ 1,96;
Santander dia 16/05 = R$ 2,0745.

E o dólar não pára de subir…Meu cartão visa infinite da CEF fechou agora, dia 5, a R$1,95. Isso pq a CEF tinha uma das melhores cotações do dólar. Será que a tendência é subir mais ainda??

Bóia,
Sugira ao Ricardo que faça uma matéria sobre as diferenças das cotações utilizadas pelos bancos em especial o Itaucard que do final do ano passado mudou a base da taxa de uma forma absurda sem comunicar os seus clientes.
Talvez só assim esse assunto ganhará força.
Um abraço!

    Olá, André! Está claro que é uma atitude deliberada do banco, que entrou no mercado de “travel money” (que opera no dólar-turismo) e assim aproveitou para aproximar a cotação do cartão de crédito também. A cotação não está mais regulando com o dólar comercial, mas ainda assim está um pouco mais baixa que o dólar-turismo.

Ola´! José, também estou me sentindo lesada pelo Itaucard, que sempre me cobrou boas taxas e agora ando pagando dólar acima do dólar turismo nas compras internacionais. Liguei para a central de atendimento e praticamente me disseram que o banco cobra o dólar que quiser! Estou me informando para saber se cabe processo, afinal, uso o cartão para compras, deveria prevalecer o dólar comercial ou perto disso na fatura! Se alguém souber de mais informações favor repassar para corremos atrás de nossos direitos!

Comprei livros em fevereiro pelo cartão de crédito. O Itaú cobrou-me R$ 1,80 enquanto o dólar comercial era 1,72. Quero mudar, alguém pode indicar algum CC que tenha taxa melhor? E no débito, alguém sabe as taxas? Obrigado.

    Olá, José! O dólar dos cartões é o data de fechamento, não da data de compra. Em março o dólar subiu bastante, chegou ao patamar de 1,80 no meio do mês. O Itaú já foi mais favorável, mas provavelmente não houve toda essa diferença não.

É Pessoal hj eu senti na pele o que é ser enganado pelo Itaucard. Verrifiqueia minga fatura com vencimento em 08/04 e observei que me cobraram uma cotaçao de 1,90, maior que o a cotaçao do dolar turismo do dia e para piorar as comprras qu eu efetuei no exterior e tambem umas outras pelo ebay sempre foram convertidas para valores acima do valor da compra. Ao questiomar a atendente, pra variar, ela nao soube explicar como era feita a cotaçao pelo banco e que as dferenças entre as compras seriam pela variaçao cambial. porem como uma compra feita em Dolar pode sofrer alteraçao cambial quando convertida para o proprio dolar? tenho meus comprovantes de compra e tb o extrato do meu paypal que comprovam a roubalheira do Itau.

Qual foi a cotação do dólar no cartão Saraiva VISA desse mês?

Parece que os bancos cobram realmente o que querem; não há nenhuma indicação de que há uma concorrência no setor o que poderia beneficiar os clientes; opera a lei da selva. No dólar comercial há a influência da lei de oferta e procura enquanto no turismo ficamos a mercê das instituições bancárias. Sempre antes de viajar compro alguns dólares para usa-los em qualquer eventualidade. Estive hoje no BB e o dólar estava 1,81, mesma cotação do UOL Cotações, porém, a atendente(muito solicita)disse que as regras haviam mudado e que agora é cobrada uma taxa de R$75,00 fora o IOF para valores até R$ 1350,00. No final, segundo simulação feita por ela, o dólar sairia no final a R$ 1,87. Outra mudança é que o BB não vende mais papel moeda para não clientes, somente Travellers Checks. Acho que este competentíssimo governo quer de todas as maneiras dificultar nossos gastos no exterior.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.