Que Perrier que nada

Nem Perrier, nem San Pellegrino, muito menos Badoît. Minha água com gás favorita é a portuguesa Pedras Salgadas. Só não sabia que ela fazia propaganda divertida, com direito até a jingle cantado à brasileira…

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=KxZvxzD8oLA]

13 comentários

Concordo com o Diogo, lembrei de cara da Coca-Cola por causa do urso polar.

(Agora, urso polar e pinguim sobre o mesmo iceberg?) 😀

É divertida a propaganda, um pouco tosca também, urso polares e pinguins cantando uma versão de tico-tico no fubá e com sotaque de português, para nós brasileiros parece engraçada. Mas para Lena que não notou sotaque nos cantores, eu notei um leve sotaque, principalmente na parte cantada em coro.

Uma graça o comercial 😆 Mas como é que não tem sotaque na música? Usaram cantores rasileiros?

Riq,
recebi outro dia por e-mail um clip de uma japonezinha tocando tico-tico no fubá ao piano, com direito as viradinha de mãos da Carmen Miranda.`É uma graça 🙂 Não sei se você já viu. Eu fiquei viciada!! Salvei no meu micro e todo dia dou uma olhadinha 🙂

Claro que sei, Ricardo, por isso me chamou a atenção. Portuguesa de Marco de Canavezes… E até aparece no site da Câmara Municipal de lá, olha: http://www.cm-marco-canaveses.pt/Cultura/carmen/carmen.html
Ainda há pouco tempo ouvi na rádio uma entrevista ao seu biógrafo Ruy Castro, que muito boa companhia me fez numa viagem Évora-Oeiras.

E se pudermos incluir uma inovadora categoria de portuguesas-brasileiras “cibernáuticas”, eu estou na corrida…

Que bom ver a nossa “Água das Pedras” (é assim que cá, em Portugal pedimos) tão apreciada do lado de lá do Oceano. Também é uma das minhas preferidas, juntamente com a Frize – que por sinal também teve campanhas publicitárias bastante interessantes. Numa das mais conhecidas, havia vários personagens “very tipical” que propunham o seu refrão para a campanha. Ex: uma vendedora do mercado do Bolhão, no Porto, propunha: “Frize, a água que Deus quize”, numa clara alusão ao sotaque do Norte; fanáticos da bola propunham “Frize! Deixa jogar o Mantorras!”, um jogador do Benfica que entra sempre só na reta final do jogo; “Frizi, dá-me mais, pleasi”, diziam os miúdos africanos com sotaque de Luanda. Uma campanha engraçada.
Do Brasil só posso recomendar a Brahma ou a Skol (escrevi bem?).

Ha ha, Gabriela! Não sabia que o comercial era novo. Na verdade, fui buscar referências na rede para um amigo e dei de cara com este vídeo no site das Pedras. Daí fui ao YouTube, e já estava lá.

Não sei se você sabe, mas a canção original é “Tico-tico no fubá”, clássico de Carmen Miranda, a portuguesa mais brasileira de todos os tempos…

Eu nem gosto de água com gás… Mas tem graça, há umas duas ou três horas, estava aqui sentada a trabalhar e ouvi uma música que me chamou a atenção… Olhei, vi os pinguins na televisão, mas não é que nem reparei o que estavam anunciando? Foi preciso ir blogar “além mar” para fazer um “remake” desses minutos. Este blog persegue-nos até no “subconsciente”…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.