Quebec: uma visita ao hotel Château Frontenac

Château Frontenac, Québec

Nunca engoli as matérias que costumam apresentar o hotel Château Frontenac, mais conhecido cartão postal da cidade de Québec, como um hotel luxuoso e exclusivo. Só de ver pelas fotos dava para perceber que se tratava de um hotel grandalhão e meio fake. Estando em Québec, porém — ossos do ofício –, resolvi me encaixar numa das visitas guiadas, que saem de hora em hora.

Château Frontenac, Québec

Então, pasme: ao fim da visita eu já estava afeiçoado ao hotel. Pode, Arnaud?

Gostei porque o tour é informativo e honesto. Não tenta fazer do hotel o que ele não é. Até a caracterização dos guias como personagens de época (pode ser um hóspede, uma camareira) ressalta a natureza meio disneyana (avant la lettre!) do hotel.

Château Frontenac, Québec

Negócio seguinte: no fim do século 19, as províncias unidas do leste do Canadá convenceram a província de British Columbia a fazer parte da federação prometendo uma ligação ferroviária entre Vancouver e a costa leste. A ferrovia foi construída pela Canadian Pacific Railway. Na época, o trajeto de Vancouver a Montreal levava cinco dias inteiros.

Como pouca gente se sujeitaria a passar cinco dias inteiros dentro de um trem, a Canadian Pacific começou a construir hotéis nos pontos intermediários. Para agradar à elite da época, a companhia decidiu construir hotéis que imitassem castelos europeus. Só que cheios de janelas, claro. O primeiro foi em Banff, em 1888. O hotel de Quebec foi inaugurado em 1893. (Só em 1980, quando se tornou suficientemente antigo, foi designado monumento histórico do Canadá.)

A localização é fantástica: no topo da colina onde está a Cidade Alta de Québec. Antes do Frontenac, ali existia outro palacete. O primeiro morador do local foi o Conde de Frontenac que lhe emprestou o nome. O conde instalou ali a primeira casa da parte alta da cidade, e deu início à construção da muralha que até hoje está de pé.

Château Frontenac, Québec

No início eram pouco mais de 100 apartamentos. Depois de sucessivas expansões (incluindo a grande torre do seu interior), hoje o hotel tem mais de 600 unidades. Os corredores são cavernosos e os restaurantes e bares seguem o estilo inglês. Os apartamentos são confortáveis. Uma curiosidade: o hotel leva oito anos para renovar todos os quartos — o que significa que a renovação não termina nunca.

O momento verdadeiramente histórico da vida do hotel foi quando as potências aliadas se reuniram secretamente ali, em 1944, para planejar a invasão da Normandia que pôs fim à Segunda Guerra Mundial. O hotel foi esvaziado e um enorme aparato de segurança montado na cidade. Ninguém poderia ver que Churchill e Roosevelt estavam por lá. A população, claro, notou que algo importante estava acontecendo. Mas o boato que vazou é que o Papa estaria em Québec.

Château Frontenac, Québec

(Se non è vero, è ben trovato)

Château Frontenac, Québec

O tour custa 9 dólares canadenses e é feito em inglês ou francês. Gostei. É interessante ver um cartão postal por dentro 😀

Leia mais:

28 comentários

Fiquei no Chateau Frontenac uma vez e adorei! Durante o check in nossa atendente descobriu q era o dia do aniversário (18 anos) da minha filha. Quando estávamos desfazendo as malas, um funcionário bateu à porta para entregar uma cesta com flores, chocolates e um cartão desejando feliz aniversário. Nesse momento eu me APAIXONEI pelo hotel!
Tá vendo como é fácil conquistar uma mulher?

Também fiz o tour com o mesmo guia e tirei milhões de fotos. O hotel é muito bonito e a forma que organizaram a história deixou a visita bem interessante. 🙂

Adorei a visita, e o Canadá frances faz parte da minha wish list.

Voce indica algum despachante para o visto, ou o fez por conta própria?

    Fiz o meu pela Schultz vistos ( muito boa) porque não moro em SP, acredito que quem mora em SP pode fazer por conta própria.

Estive no chateau frontenac em 1997….(afe…qto tempo!rs)Passei alguns dias hospedada lá e adorei!

Quebec é lindinha demais! Da próxima vez também vou fazer esse tour, nunca entrei no “cartão postal”.

Eu adoro o Chateu du Frontenac,játive a chgance de ficar hospedade nele ecomo era meu aniversário me deram um upgrade para um dos quartos que ficam no telhado… sensacional!

Fiquei 3 dias no Frontenac em dezembro e gostei demais de tudo: atendimento, quarto, restaurante… E considerando que era inverno e não dá pra ficar muito tempo na rua, um hotelzão com estrutura boa é fundamental!

😎
Já olhei cartão postal de lupa, já cheirei cartão postal, mas nunca tinha pensado em fazer um tour caminhante por um !

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.