Vila Galé Marés, Guarajuba: piscina de estar

Vila Galé Marés: a piscina

Aberto em 2006, o Vila Galé Marés, em Guarajuba, tornou-se logo depois o terceiro resort do litoral norte baiano a adotar o sistema all-inclusive. É um hotel com custo x benefício interessante, com destaque para dois itens bastante valorizados pelo público de resorts: uma mega-piscina e buffets extensos.

Tudo acontece em torno da piscina, que funciona como centro de gravidade diurno do hotel.

A localização

Vila Galé Marés -- à noite

Guarajuba fica 40 km ao norte do aeroporto de Salvador, por estrada duplicada. É uma praia bastante freqüentada por quem vem de Salvador. Há muitos condomínios de casas de praia. O resort fica na extremidade norte de um desses condomínios.

A praia

Vila Galé Marés: a praia

O trecho em frente ao hotel é deserto e tem ondas.

Andando 10 minutos para a direita você chega à praia urbana de Guarajuba, que atrai bastante público.

Caminhando 10 minutos para a esquerda você chega a um ponto em que o banho é mais gostoso — a praia de Itacimirim. Se continuar a caminhar pelo lado esquerdo, vai passar por um trecho de praia calmíssimo, onde há muitas casas de veraneio pé na areia, até chegar a outra praia muito procurada, a Praia da Espera (no total, dá uma meia hora de caminhada).

Vila Galé Marés, Guarajuba

As espreguiçadeiras ficam no gramado, sob palhoças, mas podem também ser armadas na areia.

As instalações

Vila Galé Marés, Guarajuba

Recepção, restaurante principal e boate ficam num bloco único, recuado. O kid’s club fica logo ao lado. Nos fundos do terreno você encontra o spa, a sala de ginástica e as quadras de esporte. A piscina vai praticamente da recepção até um pouco antes da praia.

Nas extremidades do terreno há dois blocos de apartamentos perpendiculares à praia. Entre os blocos e a mega-piscina estão os bangalôs, cada um com dois apartamentos geminados. O centro náutico funciona junto à piscina.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés: interior do bangalô

Os apartamentos

Vila Galé Marés: interior do bangalô

São 350 apartamentos divididos em dois blocos nas extremidades, e 92 em chalés (a maioria, apartamentos geminados dois a dois; os bangalôs mais da frente são individuais).

São espaçosos (os chalés um pouquinho mais do que os apartamentos) e têm rede na sacada ou varanda. O frigobar vem equipado e está incluído. Se quiser caminhar menos, cacife um bangalô.

Piscinas

Vila Galé Marés

Com 3.000 m², vários ambientes, e muitas profundidades diferentes, a piscina principal pode levar dias para ser totalmente explorada 😀 Tem bar molhado e sempre está rolando alguma atividade.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

O kid’s club também tem piscina.

Kids’s club

Vila Galé Marés: kid's club

Chamado Aldeia do Nep (de Neptuno), tem instalações bem simpáticas, com piscina, sombra de árvore, escorregas e sala de brinquedos.

Copa do bebê

Fica dentro do Kid’s Club. Tem frutas, leite e pós. As papinhas são servidas no restaurante.

Refeições

Vila Galé Marés: restaurante principal

Funciona no sistema all-inclusive.

O café da manhã tem estação de ovos, de tapioca e… espumante português!

Champagne no café

O buffet do almoço é servido no restaurante Cravo, junto à piscina: tem saladas, pratos frios, pratos quentes e estação de grelhados (no meu segundo dia tinha uma paella sendo servida ao ar livre).

Paella na piscina: Vila Galé Marés

Entre as refeições o buffet é ocupado por petiscos, hambúrguer, saladas, doces, frutas e sorvete.

Salad bar: Vila Galé Marés

O buffet da noite é superextenso, servido no restaurante principal. Há estações de massas, grelhados e — acho que é único — uma estação de saladas: você mistura os itens e o chef tempera. O destaque da minha noite foi o leitãozinho assado. Havia paella com mexilhões.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Existem dois restaurantes à la carte. O mais chique é o Inevitável, de cardápio contemporâneo (com pequenos toques asiáticos), que funciona perto do spa. O outro é um pouco mais casual, o Cravo, que tem cardápio meio a meio baiano e português (aproveite para ir de bacalhau). Informe-se ao chegar sobre as regras para reservar as refeições à la carte.

Bebidas

Vila Galé Marés

Em 2010, o chopp era Kaiser, e os refrigerantes, Coca-Cola. Se este for um item essencial na sua decisão, informe-se diretamente com o hotel sobre o acordo atual.

Entretenimento noturno

Vila Galé Marés

Toda noite há um show diferente na boate.

O spa

Vila Galé Marés: spa Satsanga

Muito muito bonito, de ares balineses: o Satsanga. Tem salas para tratamentos em casal (foi o primeiro resort do Brasil a oferecer). Os tratamentos não estão incluídos. (Foto tirada do site Resorts Brasil.)

Sala de ginástica

Vila Galé Marés

Nos fundos do terreno, com vista para a mata e a lagoa.

Centro náutico

Vila Galé Marés

Oferece atividades de mergulho e surf.

Um cantinho

Vila Galé Marés

O gramado para peladas, perto da piscina (até hoje foi a única vez que vi o futebol ter um espaço nobre num resort).

Passeios

Há duas agências de receptivos no lobby. O trânsfer ida e volta à Praia do Forte sai R$ 40 por pessoa (há dois horários diários). O trânsfer a Salvador para passar o dia, R$ 90 por pessoa. Mangue Seco sai entre R$ 220 e R$ 260, sem e com almoço. O táxi à Praia do Forte sai R$ 60 (ida). (Os preços são de 2010; espere pagar um pouco mais.)

Há um extenso cardápio de passeios ecológicos e de aventura na região.

Vila Galé Marés

O hotel Vila Galé Marés, em Guarajuba…

  • É para você: que é amarradão numa piscinona.
  • Talvez não seja pra você: que faz questão de algum cantinho mais calmo, alheio ao que acontece na piscina.

Leia mais:

Passagens mais baratas para Salvador com nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Mondial Assistance

Alugue carro em Guarajuba Rentcars em até 10 vezes

460 comentários

olá, estarei no vila galé no inicio de dezembro, pela comparação em relação aos comentarios acredito q nao seja diferente ao all inclusive de costa do sauípe, onde fui em 2007 e amei….a comida…é boa…mas em como todas as ferias, da saudade da comida da sua casa, o sol da bahia é tudo de bom, e o mar…com momentos mais revoltosos e outros tranquilos….qdo retorno volto para dar minha opinião….rsrsrsrs

Eu estou apavorado com os comentários q eu li aqui,pq irei com o meu marido e minha filha de 2 anos no dia 18/11/10 …Espero q nós tenhamos sorte

Alexia, concordo com TUDO que vc falou….meus dois filhos foram embora do Vila galé com infecção intestinal….A administração é péssima, monitores fracos….Que pena….pois a natureza é linda….NÃO VOLTO E NÃO INDICO!!!!!

    Flávia. Este forum existe para que as pessoas possam relatar suas experiências. Você já relatou a sua, muito obrigado, é uma contribuição superútil para o mosaico de opiniões e para medir o desempenho deste resort ao longo do tempo.

    Mas não está certo você se tornar uma moderadora não-oficial deste post e voltar a todo momento para contrapor uma opinião positiva ou reforçar uma negativa, sem que a sua opinião tenha sido solicitada. Isso em internet se chama “stalking”. Assim você desvirtua a estatística e mostra destempero.

    Não posso deixar que isso continue ocorrendo, sob pena desse fórum gorar.

    Outro dia bani um comentarista que estava fazendo exatamente isso num post de Jericoacoara. Não gostaria de fazer isso com você.

    Gostaria muito que você voltasse ao site para dar testemunhos sobre novas estadas em outros hotéis. Esta sua experiência já está relatada, obrigado.

    Mas Riq, não seria o caso de você refletir que, em alguns casos, ainda que poucos, o seu olhar é um pouco otimista demais? Essas reações “fora de controle” talvez estejam te mandando esse recado, que zele pela tal da independência e visão crítica pela qual seu blog-site-negócio é tão bem visto na praça, ops, na web.

    Ed, uma coisa é a pessoa vir e contar sua experiência.

    Outra é ficar patrulhando as experiências dos outros para reforçar ou rebater. Isso é injusto. Foi isso que eu coibi. Nenhum depoimento aqui é censurado. A caixa de comentários destes posts de resorts é para funcionar como um TripAdvisorzinho mesmo. Eu raramente entro para rebater algumas barbaridades que tenho lido (ao contrário do TripAdvisor, que vez por outra apaga comentários).

    Mas já que você provocou:

    O que tenho visto — e vou fazer um post a respeito assim que terminar o meu giro — é que muita gente não sabe o que está comprando ao optar por um resort, sobretudo por um resort all-inclusive.

    Há vários relatos neste e outros posts de problemas objetivos com hotéis — mas há muito mais casos em que simplesmente as expectativas da pessoa estão em descompasso com o que é resort e, insisto, resort all-inclusive.

    O sistema all-inclusive é um sistema de hospedagem popular, auto-serviço, cujo objetivo principal é livrar a família de pagar uma conta no final da estada, e proporcionar boca-livre a crianças, adolescentes e amantes da batata frita e da caipirinha.

    Existem resorts all-inclusive com instalações confortáveis e até luxuosas, mas a hotelaria nunca vai ser de luxo. Em Punta Cana, onde esse negócio está estabelecido há muito mais tempo do que aqui, quem quer um tratamento um pouco mais vip cacifa suítes vip, pagando extra e recebendo em troca mordomias e espaços exclusivos.

    Não desmereço as reclamações consistentes (sujeira, baratinhas, azulejo quebrado). Mas há inúmeras queixas absolutamente esdrúxulas.

    Copo de plástico? É de lei servirem em copo plástico na piscina. Estou neste momento no Breezes Búzios, que serve Black Label e Chivas em copo descartável de plástico. Iguaizinhos àqueles da sala do café do lugar onde você trabalha.

    FRUTAS E FRIOS REPETITIVOS NO CAFÉ DA MANHÃ? Pelo amor de Deus. Isso não é crítica, é falta de experiência. Daqui a pouco vai aparecer alguém reclamando que a tapioca é dobrada do mesmo jeito todas as manhãs.

    Reaproveitamento/maximização de ingredientes? Como? Ninguém nunca ouviu falar de como funciona uma cozinha industrial? Alguém imagina que vai para um hotel que funciona à base de buffets e toda a comida não-consumida vai ser incinerada?

    Eu sei muito, muito bem o que é hotelaria de luxo. Gastei uma bela parte do que já ganhei na vida para saber o que é hotelaria de luxo. Por isso eu sei o que pode se esperar de um resort all-inclusive.

    O que tenho visto são produtos muito bem resolvidos para cada faixa de preço. Você não pode ir no de 1.800 a semana com aéreo e querer o que seu vizinho viu no de 3.400. Ou achar que vai ter o que tem no de 1.300 a DIÁRIA.

    Não tenho nenhum interesse comercial nessa série além de proporcionar um termo de comparação entre resorts às pessoas que procuram resorts e que aparecem diariamente aqui no site querendo saber a diferença entre este e aquele.

    Se você não está interessado em se hospedar em resort, não precisa acompanhar. Tenho tentado manter vários outros assuntos no ar simultaneamente. A série acaba no começo de dezembro. Depois disso você fica livre para arranjar outros motivos para patrulhar o crescimento do site.

    E na boa, cara: adoraria que um dia você comentasse com seu email real. É superchato receber crítica de quem usa email fake.

    Clap, clap, clap, palmas pra vc, Ricardo. Realmente é muito ruim ter q lidarmos com as frustrações das pessoas, que querem pagar barato e ter serviços exclusivos, dignos de um Nannai, por exemplo, onde já estive e pude comparar com lugares mais baratos como Club Med Rio das Pedras.Cada um está em uma categoria diferente,não tem como comparar…

    Riq, falou e disse! Desculpe pela falta de e-mail, prefiro usar os fóruns mesmo, e eu não estava te criticando, apenas pensando alto. Talvez fosse bom pensar também no poder das imagens, as fotos são lindas e isso também cria essa sensação de “luxo” entre muitos dos seus leitores que, como sabemos, só agora podem estar descobrindo esse mundo de mordomias através do seu trabalho.

    Ed, as fotos fazem jus ao resort! O local é realmente lindo! A piscina é uma das mais bonitas que conheço, os ambientes são bem decorados e a praia de Guarajuba, quem conhece sabe, é belíssima e tem para todo gosto, se estiver agitada na frente do hotel, ande um pouco para o lado que tem a piscina natural…
    E é all inclusive mesmo. Toda refeição tem todas as bebidas, inclusive alcólicas incluídas. Espumante até no café da manhã. Não é aquele negócio de tal item e tal bebida tá incluído e estão lá ingredientes de melhor qualidade que se você quiser tem que comprar por fora.

    Essa sensação de luxo dos leitores que você menciona seria causada pela desinformação mesmo, não acha?
    Igual a ver um comercial de carro na TV, correr na concessionária para comprar e reclamar que não vem com a loira de vestido decotado como acessório!

    Tem inúmeros posts no VnV ressaltando que resort é resort, e principalmente aqueles que tem o perfil familiar como o Vila Galé Marés, não são luxuosos, nem exclusivos, não tem mordomo particular adivinhando seus desejos. E não tem babá! Tem uma equipe de recreação para as crianças! Os pais tem que ter bom senso para avaliar se os filhos já tem maturidade para serem deixados sozinhos com a monitoria ou se precisam providenciar uma babá particular!

    A vantagem desse tipo de lugar não é luxo e sim o conforto de poder levar a família e deixar todo mundo solto, cada um com as atividades de seu interesse, comendo e bebendo sem se preocupar com a conta no final.

    Estive lá no feriado de dia das crianças, em 12/out/2009 e pense num lugar LOTADO!!!!
    E a situação exigiu adaptações para evitar roubadas e horários de pico nos restaurantes, porque ficar na fila é realmente desgastante.
    Mas foi tudo contornável com um pouquinho de planejamento e informação.
    Um exemplo: como o resort estava muito cheio o restaurante da piscina estava aberto no café-da-manhã, com o mesmo buffet do restaurante principal. A maioria das pessoas não prestou atenção na informação e enquanto o café no restaurante da piscina ficava vazio, o principal tinha filas enormes e o povo se acotovelando.

    O churrasco na beira da piscina não era nada parecido com o da “Fogo de Chão”, era uma modesta carninha grelhada na brasa. Em compensação, do lado tinha a barraca da baiana fazendo um gostoso acarajé na hora. Era uma questão de escolha.

    No saldo final tivemos exatamente aquilo pelo que pagamos. Iberostar ali do lado estava cobrando na época quase 40% a mais. Não estavamos dispostos a pagar tão caro. Além do que a praia aberta de Guarajuba na nossa opinião é bem mais interessante que a praia cheia de pedras na Praia do Forte. Então fomos para o Vila Galé. Tivemos um luau muito simpático a beira-mar na primeira noite e não faltaram atrações para as crianças em nenhum momento. Comemos e bebemos livremente e satisfatoriamente e as instalações eram confortáveis.

    Isso de ficar atento e xeretar os lugares menos cheios/mais fluidos vale para todos os resorts all-inclusive. É um dos pontos que eu vou mencionar no meu post-guia.

Olá, pessoal,
Estive no Vila galé em jan/2010, altíssima temporada…
O visual do resort é realmente “de encher os olhos”, a natureza é linda, a decoração é contemporânea,quartos super confortáveis,relativamente novos. a piscina é aquecida, mesmo c/ chuva está sempre deliciosa.O restaurante a la carte inevitável é show de bola, tanto na gastronomia quanto no atendimento.No entanto, o atendimento em geral deixou muuuuuuuuito a desejar, os hospedes estrangeiros recebem um tratamento diferenciado(para melhor), até mesmo a culinaria é voltada p/ o gosto europeu. Nunca me senti tão preterida em algum lugar no meu proprio país! A praia estava sempre perigosa durante a semana que hospedei, o que me decepcionou muito, pois apesar de sempre ir a resorts, quase não frequento a piscina…Meu marido cortou o dedo na piscina, havia várias pastilhas de revestimento soltas.A recreação é pessima, como mencionado nos comentários, completamente improvisada. Ninguém resolve nada, solicitações feitas a recepção não são atendidas, o gerente parece que é de enfeite! Achei que tinha poucos funcionários para atender a demanda, o resort estava bem cheio.Também fui “sorteada”c/ taça suja de batom, e minha sobrinha de 9 anos passou um dia em observação no posto de saude de guarajuba, devido à algo que comeu…o hotel não queria nem ao menos disponibilizar um carro p/ levá-la. Mas valeu pelo lugar e companhia da familia e amigos.Dos resorts que conheço, foi o que deixou a desejar…Eu não voltaria…Porém o outro resort da rede que conheço, Vila galé Ecoresort do Cabo, é simplesmente maravilhoso e inesquecível, portanto, não creio que as criticas aqui postadas sejam um problema da rede Vila galé…Talvez da administração pouco eficiente deste resort especificamente…

Eu sou da mesma opínião da Lisiane,

Vou em Jan 11, estou com muito receio também. Nesta viagem irão 4 adultos e 3 crianças. Se o(s) dono(s) do Resort lerem este comentário, melhorem até lá, ainda falta 2 meses. rs

Fernanda e Marcelo, que ótimo ouvir seus comentários… Irei com marido e filha em janeiro/2011, e estava morrendo de medo de me arrepender… Agora estou animada novamente.

Olá pessoal! Estranhei muito com esses comentários, pois estive no Vila Galé em setembro de 2010 e foi uma viagem MARAVILHOSA.
A piscina sem comentários, os quartos realmente 5 estrelas, sempre que voltava da praia no final da tarde, tudo cheiroso e perfeito para um cochilo.
A comida ótima, muita variedade, cada dia da semana no jantar, era um “tema”, não tem como enjoar.
Bebidas das melhores.
Café da manhã completíssimo.
Os entretenimento noturno animadíssimos.
Não tenho do que reclamar, resort PERFEITO, viagem inesquecível.
Voltarei em breve e indico para todos!!
Fernanda

    Que sorte você deu Fernanda, talves por ter ido em baixa temporada!!!!!Espero que tenha melhorado!!!!Eu fui em alta temporada e detestei!!!!Boa sorte a todos!

O hotel é muito bom!!!!!!!!!
Se você vai viajar para descasar o Vila Galé Marés é o local perfeito.
Viajei esse mês, 10/2010, comida muito boa, piscina excelente e atendimento e entrenimento o dia todo muito legal. Para quem vai com criança o hotel também é bem indicado.

Abraços

Marcelo

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.