Resumo de viagem: Europa barata

vtabril

Pessoal, enquanto não organizo o relato completo dos 3 meses que passei na Europa ano passado, aí vai o relato resumido. Está chegando às bancas a edição de abril da Viagem & Turismo, em que eu dou o caminho das pedras para aproveitar 8 grandes cidades européias: Lisboa, Madri, Barcelona, Roma, Paris, Amsterdã, Berlim e Londres.

Ali estão os passes de museus que valem a pena, o melhor jeito de usar o transporte público, dicas para se dar bem à mesa, quais os melhores bate-voltas, como continuar a viagem a partir de cada lugar.

Tem também sempre umas três boas indicações de hotel até 100 euros.

Garanta o seu exemplar na banca ou, se preferir, consulte a versão online, que já está no ar aqui.

262 comentários

Comprei ontem a revista, último exemplar da banca :mrgreen: Ainda não consegui sentar para ler 😉

Marcie, os posts do ViajeAqui são intransferíveis. Incopatibilidade de ferramentas. Mas devem continuar na rede. Google viajeaqui viajenaviagem amsterdã. (Lembre-se que eu uso sempre a grafia brasileira — eu ia dizer portuguesa, mas em Portugal é diferente…).

eu estava tentando reler seus posts sobre Amsterdam, e só consigo chegar à pagina dos alugueis de apartamentos: eles não vieram na mudança?

Ricardo obrigada sempre por dicas tão maravilhosas, aproveito a oportunidade para uma “consulta”: vou a Lisboa em outubro e já havia decidido me hospedar no Hotel Lutecia http://www.luteciahotel.com/start.htm que fica próximo ao Aeroporto e a Av. Roma (por ser um Hotel novo e moderno) e como não tenho noção nenhuma de localização…lendo o seu artigo, parece ser mais conveniente ficar hospedada na Região da Liberdade. Minhas Duvidas: “A Time Out sobre uma região do Parque Eduardo VII/Marques de Pombal cita: “À noite, essa região do parque vira ponto de encontro gay – michês, muitos deles viciados em heroína, exigem o pagamento de um ‘pedágio’ http://www.guiatimeout.estadao.com.br/8659.“ Vc acha que esta história de “pedágio” é real e oferece algum risco? Ou seria só uma área isolada? E vi mais 2 hoteis alem daqueles que vc deu a dica na reportagem, parecem modernos e com um preço melhor: o SANA Capitol Hotel http://www.sanahotels.com/gca/index.php?hotelId=44&id=470&lng=en e o HF Fênix Lisboa http://www.hfhotels.com/?s=4&ss=23. Vc os conhece? Ficam em locais de fácil acesso ao metro? E sobre a segurança da região? Muito Obrigada, Lucianna.

    Lucianna, para os padrões lisboetas Roma é superlonge do centro, não vale a pena.

    Acredito que o guia Time Out esteja se referindo ao interior do parque. E acredito também que você não queira andar pelo parque à noite…

    O hotel Sana é um dos meus indicados tanto na revista quanto no post do ViajeAqui, justamente por ser moderno e confortável e ter bom preço.

    O Sana fica inclusive na calçada oposta ao parque. Você não vai precisar atravessar a rua para entrar no metrô.

Daniel,
concordo com o Ricardo. Vai de easyjet Paris-Roma. O aeroporto de Paris é o Orly, muito mais perto que o da Ryanair (beauvais) e a mala pode pesar 20 kgs, além dos 10 kgs da bagagem de mão. A passagem em agosto varia de 46 a 75 euros dependendo do horário e dia.

Sobre a bagagem de mão, semana passada num voo Londres – Milão, o pessoal da Ryanair estava de implicância com a bagagem de mão. Na realidade eles estavam exigindo o cumprimento das regras: era um volume só, dentro das medidas especificadas e sem choro. Computador, bolsa (dessas que toda mulher carrega) ou qq outra coisa que não fosse comprada no free shop contavam como volume extra. Tive que vestir o casaco, enfiar a bolsa na mala de mao e ainda assim tive sorte que a mala entrou naquele “medidor” que eles usam.
Mas acredito que 80% dos passageiros teve que embarcar a mala de mão (nunca tinha visto tanto espaço disponivel dentro do aviao) e não sei como ficou o pagamento disso. Também não sei se é implicância da Ryanair de Londres especificamente (pq no trecho anterior Milão – Londres não tive problemas) ou se começaram a pegar no pé agora…

Muito obrigado pela presteza, Riq!
Vou seguir suas dicas.
Um abraço!

Oi, Riq! Muito obrigado pela ajuda!

E desculpe a insistência no assunto, mas uma coisa ficou pendente para mim.

A questão da bagagem de mão eu já tinha visto no site da Ryan Air. Mas quanto à bagagem de 15 quilos, pelo que eu havia entendido do site, eu tinha direito a um único volume de 15 quilos ou 3 somando isso. O excesso de bagagem, por sua vez, é que era superfaturado. Veja só:

“Each passenger is permitted to check in up to a maximum of 3 bags (combined weight of 15kgs) subject to the payment of the applicable checked baggage fees”.

“Any passenger exceeding their 15kg personal checked baggage allowance will be charged the prevailing fee on the day of travel. The excess baggage fee is currently charged at the rate of £15/€15 per kilo (or local currency equivalent)”.

Então, pelo que eu havia entendido, eu até posso levar mais de uma mala, desde que a soma de seus pesos seja igual a 15 quilos. E aí, cada quilo excedente pagaria mais 15 euros. O que é bastante caro!

Mas talvez tenha alguma parte desse regulamento que eu não tenha percebido ou pegado em razão do meu inglês já enferrujado. rs. Então, afinal, são $10 por mala (até 15 quilos para cada mala)? Ou são até 3 malas somando 15 quilos?

*** E a minha outra dúvida que tinha postado: 15 quilos são suficientes para uma mala? (Nunca viajei para fora do Brasil e aqui dentro geralmente vou de carro… nunca precisei me preocupar com peso de mala, entendem?)

Muito obrigado, e parabéns pelo novo blog!

    A primeira mala custa 10 euros para despachar.

    Se você despachar outras malas, mesmo dentro do seu limite de 15 kg, vai pagar taxas de despacho extras. ´

    Na mala de mão você vai poder levar 10 kg de graça.

    25 kg de bagagem é suficiente para viajar à Europa. Eu saí do Brasil para passar 3 meses com uma mala de 16 kg.

    Leve uma mala grande e uma mochila. Ao fazer o trecho da Ryanair, tire o que exceder 15 kg da grande e ponha na mochila.

    (O casaco você carrega na mão; ele não entra na conta.)

    Você pode comprar uma balança de pescador (de gancho) antes de sair do Brasil (vá em lojas especializadas).

    Ou, para facilitar sua vida, vá de easyJet, que deixa despachar 20 kg.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.