RÉVEILLON 2012

Réveillon em CopacabanaFeliz viagem nova | Ricardo Freire

Sabe por que o Réveillon é tão caro no Brasil? Porque nenhuma outra cultura valoriza tanto a passagem de ano quanto a nossa. Em outras latitudes o Réveillon é uma festa, mas no Brasil é uma data praticamente religiosa. À meia-noite do dia 31, a ziquizira vai embora com a água salgada e podemos recomeçar do zero. Que tudo se realize no ano que vai nascer!

Ao cacifar um Réveillon no Brasil, você paga por um diferencial que não vai encontrar em lugar nenhum do mundo: o Réveillon à brasileira, em que todos vestem branco e acreditam piamente que estar ali onde estão vai influenciar positivamente tudo o que acontecerá no ano novo.

Já se você optar por um Réveillon mais em conta no exterior, tenha em mente que nunca será tão quente ou animado quanto no Brasil. Pense na viagem como um todo; desencane da noite do Réveillon como o ápice da sua viagem — assim você não vai se decepcionar.

Réveillon 2012 no Brasil Réveillon 2012 Europa/EUA Réveillon 2012 no Cone Sul Réveillon 2012 no Caribe
Réveillon em Copacabana Natal em Munique Rojo Tango, no hotel Faena, Buenos Aires Show em Barbados
Nesta época no Brasil, não dá para falar em custo x benefício. O negócio é procurar os lugares com o menor susto x benefício.

Com exceção do Rio de Janeiro, as capitais litorâneas experimentam um aumento de preços sensivelmente menor do que os vilarejos de praia. E sem os problemas de alguns vilarejos, como lotação demasiada, falta d’água ou de energia. Vitória, João Pessoa, Aracaju, Maceió, Natal, Recife, Fortaleza e Salvador são boas pedidas para a virada.

Mas se você está pensando em virar o ano no Rio, não se deixe abater pelos preços. O Réveillon de Copacabana é a festa mais bonita do país (mais bonita até que o Carnaval do Rio). Assim como todo muçulmano precisa ir uma vez na vida a Meca, todo brasileiro precisa passar ao menos um Réveillon em Copa.

Leia mais aqui.

Na Europa e nos EUA, a grande festa de fim de ano não é o Réveillon, mas o Natal.

Antecipe a viagem para meados de dezembro, e você vai pegar o período mais encantador do consumismo americano, ou a magia dos mercados natalinos da Europa Central.

Evite os Réveillons ao ar livre: faz muito frio e não existe essa estrutura das feirinhas.

Restaurantes não são um bom investimento: use o que você gastaria para jantar num restaurante estrelado numa noite comum.

Minha sugestão para o dia 31: passe em mercados e faça compras para uma deliciosa ceia-piquenique no hotel. Depois saia para a balada ou durma para curtir a cidade desimpedida na manhã do dia 1º.

Leia vários relatos abaixo.

No Cone Sul, o único lugar onde a passagem do ano é tão valorizada quanto no Brasil é Punta del Este — que realiza o Réveillon mais animado ao sul do Rio de Janeiro. Leia mais aqui.

Buenos Aires, Montevidéu e Santiago são mais em conta.

Em Buenos Aires, cacife um show de tango (vale a pena pela garantia do traslado de volta) ou vá ver os fogos do Puerto Madero (de preferência com carro alugado, porque os táxis somem). Leia mais aqui.

Em Montevidéu o bacana é ir almoçar no dia 31 no Mercado do Porto — além de comer churrasco, os montevideanos se divertem dando banhos de espumante uns nos outros. Leia mais aqui.

Em Santiago tem animação em Bellavista e uma festona com fogos em Valparaíso. Leia aqui.

O Réveillon marca o início da alta temporada no Caribe — mas, comparando ao que se cobra por aqui na mesma época, continua parecendo um bom negócio.

A vantagem do Caribe é que podemos fazer o nosso Réveillon brazuquinha mesmo se o resto do hotel não estiver na mesma sintonia.

O mar não estará morno como no meio do ano, mas basta entrar para se acostumar rapidinho. (Leia mais aqui.)

Não precisa encanar com festa. Todo grande hotel ou resort realiza a sua festa, e se houver outras festas acontecendo no pedaço, será fácil comprar um convite.

Para quem quer festa fora do hotel, os lugares mais animados são Cancún, Playa del Carmen, Curaçao e Barbados. O mais chique? St.-Barth.

finissimo-maonaroda

–> BRASIL

–> Réveillon no Brasil: onde encontrar o menor susto x benefício por Ricardo Freire

–> Miniguia inteligente: Réveillon 2012 por Ricardo Freire

–> Rio: decida seu Réveillon (Sem destino)

–> Búzios: decida seu Réveillon 2012 (Sem destino)

–> Santa Catarina: decida seu Réveillon 2012 (Sem destino)

–> Nordeste: decida seu Réveillon 2012 (Sem destino)

–> EXTERIOR (geral)

–> Réveillon fora do Brasil: o que (não) esperar por Ricardo Freire

–> AMÉRICA DO SUL

–> Argentina

Réveillon em Buenos Aires: leitores contam como é por Ricardo Freire

Réveillon em Buenos Aires: o relato da Fernanda por Ricardo Freire

Réveillon em Buenos Aires: o relato do Ale por Ricardo Freire

Réveillon em Buenos Aires: o relato da Erica por Ricardo Freire

Réveillon em Mendoza: o relato da Gabriela por Ricardo Freire

Réveillon em Ushuaia: o relato do PêEsse por Ricardo Freire

–> Chile

Réveillon em Santiago: leitores contam como é por Ricardo Freire

Réveillon em Santiago: o relato do Rafael por Ricardo Freire

Réveillon em Valparaíso: o relato do Henrique por Ricardo Freire

Réveillon em Viña del Mar: o relato da Andrea por Ricardo Freire

Réveillon em Viña del Mar e Valparaíso: como foi em 2010 (Boa Viagem.org)

Réveillon em Puerto Varas (De uns tempos pra cá)

–> Uruguai

Réveillon em Montevidéu e Punta del Este: leitores contam como é por Ricardo Freire

Réveillon em Montevidéu: o relato da Diane por Ricardo Freire

Réveillon em Punta del Este: o relato do FH por Ricardo Freire

Réveillon em Punta del Este: o relato do André por Ricardo Freire

Como comprar ingresso para a balada La Fiesta, no Serena (Tem a ver comigo)

–> Colômbia

Réveillon em Cartagena: como é (Boa Viagem.org)

ESTADOS UNIDOS & CANADÁ

–> Nova York

Réveillon no Hudson Terrace (Inquietos Blog)

Réveillon na Times Square (Aprendiz de Viajante; role a página)

Réveillon na Times Square (Cumbicão)

Réveillon na Times Square:  o relato do Fabio por Ricardo Freire

Réveillon no Central Park: o relato da Fabiana por Ricardo Freire

–> Outros lugares

Réveillon em Las Vegas: o relato da Guta por Ricardo Freire

Réveillon em Las Vegas: o relato da Andressa por Ricardo Freire

Réveillon em Orlando (Epcot): o relato do Mario por Ricardo Freire

Orlando: o que fazer no Natal e no Réveillon (Aprendiz de Viajante)

Réveillon em Orlando (CityWalk da Universal): o relato da Bia por Ricardo Freire

Réveillon em Washington (Aprendiz de Viajante)

Réveillon em San Francisco (Hotel California Blog)

Réveillon em Chicago com crianças (Colagem)

Réveillon no Havaí: o relato da Lucia por Ricardo Freire

Réveillon em Québec: o relato da Silvia por Ricardo Freire

EUROPA

–> Alemanha

Réveillon 2012 em Berlim, Munique, Colônia e Dusseldorf (Alemanha! Por que não?)

–> Espanha

Réveillon em Barcelona: perguntas freqüentes (Achados)

Madri: o que fazer no dia 1º (Turomaquia)

–> França

Sugestões de Réveillon do Conexão Paris

Réveillon em Paris: o relato do José Luiz por Ricardo Freire

Réveillon em Paris: o relato do Fabio por Ricardo Freire

Réveillon em Paris: o relato da Luciana por Ricardo Freire

Réveillon em Paris: o relato do Vinicius por Ricardo Freire

–> Holanda

Réveillon em Amsterdã: o relato da Adri por Ricardo Freire

Réveillon em Amsterdã (Ducs Amsterdam)

–> Itália

Réveillon em Milão: o relato do Gustavo por Ricardo Freire

Réveillon em Milão (Achados e Perdidos da Bia)

Réveillon em Veneza: o relato da Renata por Ricardo Freire

Réveillon em Roma: a dica da Adri por Ricardo Freire

–> Portugal

Réveillon na Ilha da Madeira (Giramundo)

–> Reino Unido & Irlanda

Réveillon em Londres: o relato da Dri por Ricardo Freire

Como foi o Réveillon 2011 em Londres (Dri Everywhere)

Virada do ano em Londres (Dri Everywhere)

New Year’s at London Eye (Mala de rodinha e nécessaire)

Réveillon em Londres: o relato da Juliana por Ricardo Freire

Réveillon em Londres: o relato da Roberta por Ricardo Freire

Réveillon em Edimburgo: o relato da Deb por Ricardo Freire

Réveillon em Dublin: o relato da Juliana por Ricardo Freire

–> República Tcheca

Réveillon em Praga: o relato do André por Ricardo Freire

OUTROS LUGARES

Réveillon em Dubai: o relato da Fê por Ricardo Freire

Réveillon no Monte Sinai (Mala ou Mochila)

Réveillon em Palau (Uma Malla pelo mundo)

Réveillon na Nova Zelândia: o relato da Chris por Ricardo Freire

Réveillon em Sydney: o relato do Mario por Ricardo Freire

Maratonas de Réveillon no mundo inteiro (Correndo pelo mundo)


78 comentários

Riq, fantástica a matéria. Como sempre. Vou ficar esperando os relatos dos trips de reveillon no caribe (e com crianças incluídas no pacote. rs).

Boa Ricardo.

Esse ano vou de Edimburgo.

Já comprei a entrada para os jardins. Estou com uma boa expectativa

    Já ouvi falar maravilhas de Edimburgo! Procure por festividades do Hogmanay, e depois conte aqui, por favor! Sou doida pra ir…

    Oi Adri e Fabio,
    Eu já fui a Edinburgo durante o Hogmanay, e foilegal sim, mas é um oooooutro estilo de revellion.
    E FRIO, MUITO frio, oque já acaba com a animação de cara.
    Foi uma experiencia legal, por ser tão diferente, mas não voltaria nessa epoca do ano não…
    http://drieverywhere.net/2006/01/03/scotland/

Olá!

Venho comentar um pouco sobre uma viagem que fiz de Réveillon em Innsbruck – Austria.

Aproveitando um pouco a época, que por sinal tem bastante neve, aproveitamos a data “especial” e também para esquiar nas montanhas mais seguras da “Europa”. Innsbruck é uma cidade maravilhosa para passar o Réveillon. São montados vários palcos que tocam musicas ao vivo para diferentes gostos, também são montados pelo centro da cidade várias barraquinhas com vinho quente para esquentar um pouco dos 0 graus que estão em estas épocas. Quando dá a meia noite é hora da “VALSA”, todos dançam e fogos de 30min iluminam a montanha repleta de neve…Recomendo e repetirei

    Quase que eu fui pra lá esse ano. Depois de seu relato, de ano que vem não passa.

Posso estar enganado, como em outras vezes, mas não seria Réveillon 2011?

    Esta palavra vem do verbo despertar em francês. Sendo assim é réveillon de 2012 pois despertaremos , quem for dormir, em 2012. E só uma coisinha mais, em países de língua inglesa esta palavra é quase desconhecida ;).

Adorei o post e concordo com ele plenamente. O reveillon no Brasil é algo (quase) sagrado, o que não acontece na Europa e nos Estados Unidos. Porém, é muito curioso vivenciar essa deliciosa época do ano em outras culturas!

Sempre desencano do Reveillon, assim nao sofro com os preços exorbitantes e superlotaçao!

Ricardo,

Parabéns pela matéria, pois de tão completa não dá para chamar de post. Para quem tiver oportunidade, certamente será um prato cheio para decidir onde e como começar 2012.
Ah, agradeço a indicação e espero contribuir outras vezes.

Abraço.

Diogo.

Parabens Ricardo. Ótimo post. Por questões de logística vou passar o Revellion em Barcelona e sei que não há muito o que esperar. Em compensação, o natal passarei em Madrid. Lá acho que pode ser bem legal. Abraço.

    Oi…há sempre que esperar muito quando visitas Barcelona…e mesmo no Reveillon será inesquecível.
    Recomendo um restaurante perto das Ramblas…nada turístico..muito económico e onde comes a melhor paelha de Barcelona. Chama-se La Xaica e fica num beco em frente a uma loja da Sephora. Se não descobrires pergunta a um polícia ou habitante.
    A não perder o La Boqueria…um dos mercados mais visitado da Europa.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.