Rua da Salsicha, Blumenau

wurtstrasse

Se eu fosse ditador do Brasil, um dos meus primeiros decretos seria reverter os nomes das ruas que tiveram seus nomes trocados.

A Rua do Bom Jesus, no Recife, voltaria a ser Rua dos Judeus.

A Rua dos Andradas, em Porto Alegre, retomaria seu nome original, Rua da Praia.

(No departamento cidades, não sei se seria tão automático assim. Florianópolis voltaria a ser Desterro, claro; mas acho que Belo Horizonte fica melhor que Curral d’El-Rey.)

Nesse meu desbatismo (!) logradoureiro (!!) em série (!!!), sem dúvida a reversão mais divertida seria a da rua principal de Blumenau.

De Rua 15 de Novembro, ela voltaria a ser Wurststrasse. Rua da Salsicha!

Aproveitaria e já batizaria alguma transversal de Rua da Mostarda.

:mrgreen:

27 comentários

Dani, você conheceu o hotel Las Cascadas?
Vou me hospedar em setembro e queria impressões sobre o local, caso alguem conheça.

Estou só mandando um oi de Bariloche – graças a Deus, parou de chover, e faz um dia lindo. Te conto a respeito do novo vôo da Tam direto para São Paulo a partir de segunda, ok? Já adianto que o horário é horrível: 03:05 h, ninguém merece! Beijos patagônicos! :mrgreen:

Esse negócio de nomes antigos no lugar do novos vale para as pontes aqui de Sampa tbm. Tá cheio de placas com os dois nomes.

Abs!!

Adorei o post.

Isso para não falar em aeroporto Tom Jobim (o que é isso?) ou Gilberto Freire (socorro!!!).

Concordo com o André e vou mais longe. 99% dos personagens que dão nome aos logradouros não valiam nada, mesmo sendo de 100, 200 anos atrás. Vão por mim, vcs não gostariam de conhecê-los.
Ex: Cel. Moreira César: genocida fanático. Floriano Peixoto: outro que não fica atrás. Por causa dele, há um movimento para mudar o nome de Florianópolis para Floripa (oficialmente) ou voltar para “Desterro”.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.