Salinas de Maceió: quase tudo incluído

Salinas de Maceió

Aberto em 2008, o Salinas de Maceió não tem o tamanho de seu irmão mais velho, o Salinas do Maragogi. Mas tem uma proposta diferenciada entre os resorts de Maceió e arredores: na diária estão incluídas seis refeições (as três principais, mais três lanches), sem bebidas. É um meio termo interessante entre a meia-pensão e o all-inclusive, de olho num público em busca de uma boa relação custo x benefício.

A localização

O Salinas de Maceió fica na praia de Ipioca, 20 km a norte da orla urbana de Maceió pela AL 101 Norte. O hotel fica próximo dos Altos de Ipioca, onde há bons restaurantes como o Vila Chamusca. O bar de praia Hibiscus está 4 km mais para o norte — cinco minutos de carro, ou uma caminhada de uma hora pela areia.

O aeroporto de Maceió está a menos de 30 km, mas devido ao trânsito conte em fazer o trajeto em 50 minutos.

A praia

Salinas de Maceió

Ipioca é uma das melhores praias de Maceió, com águas azuis-esverdeadas e coqueiros em toda a extensão. Neste trecho em frente ao hotel o mar não é tão calminho quanto no canto esquerdo (onde está o Hibiscus). É de se lamentar que o hotel não coíba a presença de bugueiros e locadores de quadriciclos na frente do hotel.

Salinas de Maceió

As instalações

Salinas de Maceió

Recepção, restaurante, spa, cinema, sala de ginástica e salão de jogos dividem um prédio de dois andares nos fundos da propriedade, junto à estrada. Os blocos de apartamentos, também de dois andares (sem elevador) foram construídos perpendicularmente à praia, nas extremidades do terreno.

O miolo do terreno é dominado pela piscina, junto à praia, e por jardins, nos fundos.

Os apartamentos

Salinas de Maceió

São 130, divididos em três blocos. Os apartamentos standard (como o da foto acima) ficam no bloco traseiro, próximos ao restaurante, e podem ser configurados com três camas de solteiro.

Os apartamentos superiores (como o da foto abaixo) têm duas camas queen, e estão nos blocos junto à piscina.

Há também suítes duplex que acomodam até 5 pessoas; suítes master (para casal, com salinha e TV LCD) e praia (para casal e duas crianças, com vista frontal para o mar).

Salinas de Maceió

A piscina

Salinas de Maceió

Tem dois níveis — uma zona mais calma na parte posterior, e a área de atividades e esportes, na parte da frente. Os monitores são bem divertidos.

Salinas de Maceió

Salinas de Maceió

Kid’s club

Salinas de Maceió

Está situado na ala direita (sul), entre os dois blocos de apartamentos. Tem brinquedos ao ar livre e uma área coberta.

Refeições

Salinas de Maceió

A diária inclui as três refeições principais e três lanchinhos.

Café da manhã, almoço e jantar são servidos no restaurante principal, em buffets variados.

Os lanches da manhã e da tarde são servidos no bar da praia; o da noite, na varanda do restaurante principal.

Salinas de Maceió

Os snacks incluídos são bastante limitados: são sanduíches, esfihas, salgadinhos, bolos e salada de frutas.

Aperitivos típicos, como batata frita, queijo coalho na chapa, iscas de peixe e camarão alho e óleo são cobrados à parte. Os preços das porções variam de R$ 15 a R$ 35.

Salinas de Maceió

Bebidas

Salinas de Maceió

Não estão incluídas no plano de refeições (nem mesmo os refrigerantes).

A sala de ginástica

Salinas de Maceió

Fica no andar de baixo do prédio principal.

O spa

Salinas de Maceió

Os tratamentos são feitos numa área muito bem cenografada, junto ao prédio principal.

Entretenimento noturno

Há atividades sociais e sessões de cinema.

Os passeios

Há um shuttle, pago, três vezes por semana que percorre as praias de Maceió pela manhã. Uma vez por semana há um passeio noturno à feirinha de artesanato da Pajuçara.

Os passeios são operados pela Tropicana. City tour + rendeiras, R$ 40; Praia do Gunga, R$ 55; Dunas de Marapé, R$ 93 (com almoço); Hibiscus, R$ 20; Maragogi, R$ 100 (com barco às piscinas naturais). O passeio às piscinas naturais de Paripueira é grátis (mas o barco é pago à parte). Atenção: Os preços são de 2011, espere um ligeiro aumento.

Todos esses passeios são facilmente feitos por conta própria, com carro alugado.

Um cantinho

Salinas de Maceió

O lobby tem imagens sacras e peças de artesanato nas paredes.

O hotel Salinas de Maceió, em Maceió…

  • É para você: que quer resolver a equação Maceió + pé-na-areia de uma boa praia; e sobretudo que viaje com filhos (os snacks são perfeitos para eles).
  • Talvez não seja pra você: que faça questão de estar em Maceió propriamente dita — ou que sinta falta da cerveja, da caipirinha e do camarãozinho incluídos no plano de refeições.

Salinas de Maceió

Leia mais:

Passagens mais baratas para Maceió no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em Maceió na Rentcars em até 10 vezes

216 comentários

AI QUE SAUDADES DO CÉU, DO SAL, DO SOL DE MACEIÓ!!!
Passei esse carnaval com sol de rachar no Salinas de Maceió e, gente, o Resort é realmente espetacular, e olha que sou super exigente com tudo e custo a elogiar alguma coisa!
O encantamento maior além da beleza da região, foi a educação, respeito e carinho que tiveram com a gente. Tudo que solicitávamos era prontamente providenciado e sempre com um sorriso no rosto. A alimentação era perfeita, hum, as sobremesas, as tapiocas, omeletes, tudo perfeito! O Tio Xuxa do lazer é uma peça rara com ” O truque da galinha morta” e a frase: “De mulher prá mulher, Salinas!”
Ganhei uma bolsa e boné do Resort no bingo, uma piada, ri até, ótimo! A hidroginástica era uma comédia! O pessoal do restaurante, Sr. Eloísio, todos, todos, NOTA 1000!
A praia realmente é linda, mas de fortes ondas que me assustaram, mas a bela piscina com vista para o mar supera isso! E é verdade sim que o pessoal para o veículo se a gente põe o pé na rua, eu observei isso e não acreditei, coisa de primeiro mundo!!! Depois de conhecer o restante do nordeste, volto com certeza a esse paraíso!!! Abraços.

Não conhecia Maceió e hoje tenho certeza que mesmo sem indicação, fiquei num verdadeiro resort, o Salinas Beach! E quer saber?? Recomendadíssimo!!
Ótimo atendimento em todas as áreas, principalmente na recreação e no atendimento do restaurante.
Me diziam que o povo de Maceió são os mais simpaticos do Nordeste e pudemos conferir que é verdade. Os carros param na avenida atlântica pra gente atravessar…e não é pq sou turista, tinha um carrinho de camelô ao meu lado.
Enfim, achei que devería ter dado minha opinião sobre este belíssimo lugar! Se não tivesse gostado, fiquem certo que escrevería “metendo a boca no balão!

Riq!

Quanto tempo não comento aqui…. fiz uma viagem peculiar recentemente, emendei uma semana de Maceió com uma semana de Las Vegas. Usei bastante o blog para dicas de Maceió e chorei por ainda não termos um mapa de hotéis que nem de Punta Cana para Las Vegas….quem sabe em breve vc nos presenteia…

Estou na pressa agora, mas vou escrever com calma sobre minha experiência de Maceió. De cara já digo: Ypioca salvou a viagem.

Visitei o Salinas de Maceió e endosso tudo o que vc disse, recomendei fortemente ao amigos com filhos que procuram um hotel pé na areia numa praia linda do Nordeste.

bjs

Concordo com a Silvia: pouca sombra, copa pequena e praia com ondas muito fortes (só entramos no mar 2 vezes, na maré baixa!).
Considerando o valor pago, achei muuuuuito em conta! Serviço bom, hotel confortável. Preço justíssimo!

Fui a esse resort apenas para conhecer, quando meu filho tinha poucos meses. Achei muito seco, sem sombra, pouquíssimas árvores. A copa baby tb era uma piada, um cubículo que não media 2 metros quadrados, sem janela ou utensilios. Esses fatores – somados ao fato de que a praia tem ondas – me fizeram desistir da ideia de ficar lá .
E, embora eu seja do time que esconde as colchas no armário, essas são mesmo tenebrosas.

Riq, já fui umas seis vezes para Alagoas e não acho a Hibiscus… Devo ter passado na porta algumas vezes. Da próxima vez contrato um táxi.

    Eita! Fica 1 km ao norte do resort Danatureza, e desde o ano passado tem um outdoorzão na porta! (A dica é: vindo de Maceió, prestar atenção depois de passar pelo Danatureza. Vindo do norte, se aparecer o Danatureza, dar a meia-volta)

    Rosa,eu fui no Hibiscus.A minha sugestão,serviço de guia.
    Foi o que fiz.Fica barato,você não fica perdida.
    Recomendo Jimmy Tur.

E eu já sou da turma que não se incomoda nem um pouco com as colchas, só quero roupa de cama e banho limpas, cheirinho bom e macias, nem reparo nas estampas. Na chegada eu dobro as colchas, coloco no armário e pronto. O pessoal da arrumação só volta a colocar depois que eu saio.

Riq
Essas colchas das fotos são horrendas!Na praia, então …
Sorry, mas não tem como não notar.O resto parece razoável.

    Zuzu,posso dizer com liberdade porque fui,tudo é maravilhoso.
    Realmente a colcha é feia.Mas enrolamos ela e deixamos num canto,afinal tem lencol por baixo.

Riq, um comentário meio genérico sobre resorts brasileiros: não está na hora de abolirem de vez o uso de TVs convencionais? Dá uma impressão de atraso enorme, imagino, mesmo que para muitos TV não seja essencial em um resort.

Se o paraíso existir, eu sinceramente espero que tenha uma praia igualzinha a da segunda foto SÓ pra mim!!! Se for preciso, eu até me comporto, mas preciso de um sinal divino que me avise que está tudo reservado pra mim hehehehe

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.