Seminário Viajosfera: welcome coffee do Submarino Viagens

Palestrantes

E vamos a mais uma novidade sobre o Seminário Viajosfera. Fechamos um acordo com o Submarino Viagens, que vai oferecer um welcome coffee para os participantes do evento, das 08:30 às 09:00. Ou seja, logo na chegada, depois de retirar o crachá, os inscritos e os convidados poderão se reencontrar ou se apresentar enquanto tomam um suquinho, um cafezinho… Será o primeiro grande momento de networking do evento! O Submarino Viagens patrocina também os coffee breaks durante o encontro.

Se você está inscrito, não esqueça, o Seminário Viajosfera é no dia 29 de setembro, no Hotel Pestana Rio Atlântica, e começa às 08:30. Chegue na hora, vamos ser britânicos 🙂

LOGO-pequeno-seminario-viajosfera

Além do Submarino Viagens, o Seminário Viajosfera conta com o apoio do grupo Pestana, do buscador Mundi, da locadora Sixt, da Gol Linhas Aéreas, da American Airlines, da British Airways, Litoral Verde, Mondial Assistance, Booking.com e Turismo da Bahia. A ABBV, Associação Brasileira de Blogs de Viagem, apóia o evento.

Quer saber mais sobre o Seminário Viajosfera? Acesse www.seminarioviajosfera.com.br e leia a programação.

Conheça os ilustres palestrantes e debatores: Seth Kugel (Frugal Traveler Blog, New York Times), Alexandre Inagaki (@inagaki), Edney Souza (Boo-Box), Leonardo Marques (Melhores Destinos), Roberta Sudbrack (@RobertaSudbrack), Guto Rocha (Pmweb Responsys) Sergio Branco (FGV Direito Rio), Fernanda Romano (Club Med), Ana Davini (AD Comunicação), Henrique Martin (Ztop), Silvia Oliveira (Matraqueando), Mariana Berutto (Conexão Paris), Alberto Martins (B4T), Patricia Camargo (Turomaquia), Tony Galvéz (De Viaje a Brasil), Richard Svartman (Mundi) e, naturalmente, nosso comandante Riq Freire.

Leia também:

Seminário #Viajosfera: mais 8 vagas e um brinde de encerramento

Novos debatedores no Seminário Viajosfera: Patricia e Tony

Seminário Viajosfera: promoção da Gol e dois novos palestrantes

Seminário Viajosfera: vem aí o primeiro evento da Bóia

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


31 comentários

Riq, tudo bem? Se o local não for o adequado, este comentário pode ser removido para outro local. Mas como o post é relacionado ao Submarino Viagens, lá vai.

Faço uma reclamação e uma comparação, que, na minha opinião, mostram que não vale a pena comprar pelo Submarino Viagens e os seus serviços são péssimos.

1 – Para comprar, faz-se tudo rapidinho pela internet, vapt-vupt;
2 – Para cancelar, hoje fiquei 47 minutos ao telefone ouvindo a mensagem que já seria atendido e nada. Não me atenderam;
3 – Recorri ao chat do site e me derrubaram 3 vezes exatamente quando eu dizia que queria fazer um cancelamento. Só fui atendido, após longa espera, na quarta tentativa;
4 – Fui lembrado que, 3 dias antes da viagem, não poderia receber reembolso. Perdi tudo o que paguei.
5 – Mais do que esquecer do prazo, fui burro ao comprar pelo Submarino, porque poderia ter comprado online pela CVC, que tinha um precinho bem pouquinho maior, mas que me deixava cancelar até o dia do check-in, com reembolso descontado de apenas 20% do valor pago. Ou seja, o Submarino é o barato que sai caro.
6 – Tive que também cancelar uma outra parte da viagem pela CVC, que foi rapidíssima. Fez tudo em poucos minutos, por email, sem me deixar pendurado. A comparação com a CVC é cruel para o Submarino.
7 – Dei-me conta que a sistemática de expor as regras de reembolso e cancelamento do Submarino são feitas tipo armadilha. Quando se clica nas regras e abre o texto, o texto é genérico. Na verdade, as regras específicas estão num quadrinho à direita, com letras pequenas. Quem lê aquele “contrato” não se dá conta que tem um penduricalho a mais no site, que deveria ser visto. Para comparar, no site da CVC as cláusulas que são abertas em letras grandes já trazem as regras específicas para cancelamento, reembolso, remarcação etc. Não têm pegadinha.
8 – Dei-me conta que fui um trouxa ao tentar cancelar a compra com o Submarino, pois não vou receber meu dinheiro de volta (nem uma parte dele) e ainda avisei que não irei me hospedar. Ou seja, o hotel ainda vai poder alugar o apartamento para outro hóspede e ganhar duas vezes. Eu deveria era ter deixado assim, simplesmente não aparecer no hotel e deixá-lo sem alugar pra ninguém mais, já que eu, Joãozinho do Passo Certo, não tenho nenhum benefício em me comunicar com o Submarino.
9 – Pedi para a moça do chat (solícita, mas impotente) registrar minha reclamação sobre a demora no atendimento e sobre as próprias regras de cancelamento. Ela disse que serviria mesmo só pra registro, pois os procedimentos deles estavam certos. Tudo bem, mas o pior foi ela me dizer que, quanto à demora, eles tinham uma fila de clientes para atender e não poderiam me privilegiar. Ou seja, não passa pela cabeça do Submarino melhorar o serviço ao cliente. O cliente que espere, espere, espere, espere…
10 – Fui burro ao não perceber as regras de cancelamento, mas não compro mais no Submarino (pelas regras ruins e pelo atendimento ruim) e advirto a todos que pensem bem antes de comprar lá, pois o barato pode sair caro. E o pós-venda pode ser um desgosto.
11 – Ô, Submarino, melhorem o atendimento e revejam as regras de cancelamento, porque alguns concorrentes estão se saindo melhores do que vocês.
12- Vai saber desagradar o cliente assim, hein, Submarino!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.