South Beach, déco e salteada

deco2

deco6

deco7

Minha primeira vez em Miami foi em 1978, quando fui (pela primeira e única vez) à Disney. Ficamos hospedados no venerável Fontainebleau, na época um hotel tão decadente quando a cidade. Era janeiro, estava frio e chuvoso, o que tornava Miami Beach ainda mais deprê. O bairro déco (acho que naquela época não era conhecido assim, mas se fosse, eu não saberia de todo jeito) era um grande asilo, seus predinhos cor-de-rosa e verde-limão malcuidados e desbotados, uma tristeza de ver.

deco3

deco4

deco11

No início dos anos 90, porém, o bairro deu uma grande virada. Nas mãos de Chris Blackwell, dono da Island Records (e o cara que lançou Bob Marley e o U2), seus predinhos foram sendo transformados em hotéis e restaurantes übercool.

deco5

deco1

deco9

Hoje o lugar não tem mais a aura descoladaça dos anos 90; foi totalmente convertido ao mainstream. Os hoteizinhos pequenos já não são mais badalados — Chris Blackwell acabou de vender os seus em 2004 — e não há um restaurante na Ocean Drive que seja realmente recomendável. À noite, o footing se mudou da beira-mar para o calçadão da Lincoln Road. Os metidos agora só badalam nos ambientes dos hotéis mais caros, do clássico Delano aos moderníssimos (e feiosos) The Setai e 1 Hotel South Beach. Já o povo cool agora desbrava o Miami Design District, três quarteirões ao pé de um viaduto, em torno da NW 40th St., em Miami propriamente dita.

deco12

No entanto, eu estou pouco me lixando se o lugar já foi mais “in”. O que me importa é que o conjunto de prédios déco continua preservado. Sou totalmente fascinado pela arquitetura do bairro. O único outro lugar do planeta em que passo tanto tempo olhando para cima é Praga.

Continuo achando um lugar divertido para passar dois dias antes ou depois do destino principal da viagem.

Recomendo ficar entre as ruas 12 (que é o point GLS) e 20, para poder ir caminhando para a Ocean Drive e a Lincoln Road.

deco10

Querendo ficar pé-na-areia, e não podendo cacifar os hotelões citados mais para cima, tente o Shore Club, a alternativa menos cara do mesmo grupo do Delano, e o Surfcomber (que normalmente tem preços ótimos). Mas se não fizer questão de praia em frente, dá para garimpar os hotéis dos predinhos, que andam bem baratos depois da invasão da praia pelos hotelões. Eu já fiquei no Penguin, que é cleanzinho e fica na Ocean Drive entre ruas 14 e 15, por 100 dólares em dezembro.

miamibeach5

miamibeach1

miamibeach3

miamibeach2

miamibeach4

Note apenas que a alta estação é como no Caribe — entre o Natal e a Páscoa.

Leia mais:

210 comentários

Estive em Miami agora em março/2015 e queria compartilhar algumas descobertas, q talvez mtos já saibam, mas p/mim foi uma surpresa. Fiquei até na dúvida onde comentar já q tem tantos posts de Miami, mas achei este aqui mais apropriado pq a localização foi um pto alto.

Resolvemos ficar em So-Fi (South of Fifth Street), já q ñ queriamos fazer compras e a estadia em Miami foi um relax na minha viagem (férias das férias, dica do livro Viaje na Viagem, lembra?). Adorei!! Descobri uma Miami q ñ pensei q existisse. Me lembrou o final do Leblon dos anos 90, td mundo na rua à vontade, de bermuda e chinelo, tds os rest. c/mesinhas do lado de fora, uma delícia! O único defeito foi o preço. Achamos Miami mto cara!! Talvez pela época, afinal o inverno é altíssima temporada por lá!

Ficamos no Blanc Kara, um htl boutique, pequeno, inaugurado em set/2013. Tds os qtos são tipo studio, c/cozinha, cama enorme, sofá e banheiro c/ducha potente! P/quem gosta, o htl aluga uma lamborghini p/2 pessoas ou uma Ferrari p/4, a preços espciais, já q o carro é próprio. Fica na 2nd c/ Collins e ñ tem garagem.

Mas, prá q carro??? A praia fica a 1 quadra e é super tranquila, sem buchincho. Mas, se quiser agito é só andar 1 quadra e na 1st tem o Nikki Bar, de frente prá praia. Se quiser dar uma corrida ou caminhada, a qq hr (fica aberto direto), o South Pointe Park fica a umas 3 quadras. Em lá chegando, se quiser dar uma olhada no movimento dos barcos, é só ir na dando e entrar na Miami Beach Marina, e pode até fazer um pit stop no Monty’s, q é um misto de bar, rest, lanchonete, e até piscina, voltado p/a turma dos veleiros, q para ali na volta. O happy hour é animado e a vista é bem legal. C/certeza, vai ver alguns navios enormes entrando ou saindo pelo canal. Os condomínios gigantes contrastam c/o bairro art decô, mas como estão distantes, servem bem p/mostrar a pujança local! Dentro da área do Parque, tem tb um rest. tradicional, c/boa carne, q tem 2 nomes, mas ñ consigo me lembrar (acho q é Smith e alguma coisa) Se quiser agito e alguma comprinha, pode ir p/Lincoln Road a pé (ou de ônibus local, a 25 cents) ou se quiser movimento, dê uma passeada pela Ocean Drive, onde vc vai encontrar de tudo (música alta, pessoas dançando na rua, carros conversíveis, tds os rest explodindo de gente).

P/comer em So-Fi, em frente ao htl, fica o Pink, lanchonete típica americana (hamburgers, hot dogs, milk shakes, sundaes, td grande, sempre peça p/dividir), aberta até 2 da manhã. Mas tem vários outros, como o Glutonière, La Terrasse, Joe Stone Crab, Brown, o café do Sense Hotel, q é uma graça. E mtos outros p/serem descobertos.

Resolvemos ir até Winwood Walls, mas, como era meio complicado p/ir de ônibus, resolvemos ir de bike. Fomos pela Venetian Causeway, q passa por várias ilhotas até chegar a Miami. O visual é tudibão! Várias casas voltadas p/o canal, c/jardins maravilhosos e lanchas idem. E uma tranquilidade só! Qdo chegamos do outro lado, aproveitamos p/conhecer o Perez Museum, novidade tb p/mim, cheio de plantas pela fachada, mto legal. De lá, seguimos p/Winwood, q é interessantíssimo, c/tds os muros grafitados, obras de arte expostas ao ar livre. Curiosa q sou, qdo vi uma placa do Butcher’s and Brewery, ñ resisti, e fui atrás. Afinal, pedalar dá fome!! A carne é mto boa, criação própria, e várias opções de cerveja. Ñ sabia, mas o lugar ferve tb à noite, mas ficou prá próxima. Queria ter ido ao Design District, mas já foi ficando tarde e achamos melhor voltar p/ver o por do sol no parque lá perto do htl.

Saindo um pouco de So-Fi, vale registrar q o Morimoto (de NY), recém abriu no recém reformado Shelbourne. Da últ vez q estive em NY tentei mto ir no Morimoto, mas me falaram q tinha q reservar c/1 mês de antecedência e ainda por cima, passar o n° do cartão de crédito p/garantir!! Em Miami, foi fácil conseguir lugar. Foi caro, mas mto bom!!

Prá variar, me estendi d+ … mas é isso aí …

Irei p Miami dia 12/01 e voltarei dia 20/01. Pretendemos fazer passeios e compras, mas como não pretendemos alugar carro, qual seria a melhor opção: ficar em 2 hotéis diferentes? Ou existe um lugar que permita lazer (passeios/excursões) e compras? Como só ficamos no hotel para dormir, que hotel você sugere em relação custo/benefício?
Obrigada

    Olá, Cicleia! Em South Beach você encontrará transporte para o outlet e o shopping Aventura.

Alguém conhece ou já ficou no Hotel The Angler’s? Apesar de não ser pé na areia, os comentários dele no Trip Advisor são ótimos. Estou na dúvida entre ele e o Lowes.
Obrigada!

Entendi…

A propósito, chego em Miami no dia 22.04. Ficarei apenas 05 dias.

Estou pensando em investir em uma hospedagem mais cara, perto da praia.

Mas agora lembrei de uma coisa, será que vai ter clima de praia???

Riq/Bóia,

No post inicial, vcs citam o Hotel Gansevoort South.

Seria o atual the Perry South Beach?

Estou perguntando pq ele está com pontuação baixíssima no Booking…

    Olá, Paula! Pelo que vi no Booking, o hotel mudou mesmo de nome e as pessoas estão reclamando do barulho das reformas, justamente.

Ja fiquei em dois destes hoteis: no Newport Beachside em Sunny Isles e no Residence inn em Aventura.
O Newport Beachside eu nao recomendo: hotel antigo, quarto nao reformado, nao tinha cafe da manha incluido, estacionamento caro e com manobrista. Pontos positivos: pe na areia e regiao muito agradavel.
Ja o Residence inn Aventura mall eu achei tudo de bom, limpo, com mini cozinha no quarto (geladeira, fogao, microondas, lava-louca), cafe-da-manha incluido e estacionamento gratuito. Alem do Aventura Mall, fica ao lado de um Publix (supermercado), CVS e Walgreens. Otima localizacao! Pontos negativos: nao eh na praia e ficamos em tres pessoas em um apartamento de 1 quarto, que tinha um sofa-cama que nao era nada confortavel. Da proxima vez escolheria um 2 bedroom apartment.
Acho a regiao de Sunny Isles e Aventura muito agradavel pra se hospedar em uma visita a Miami!

Boa tarde
Gostaria de saber qual o melhor lugar para se hospedar em MIami? O foco da viagem é conhecer a cidade e aproveitar o que ela tem de bom, incluido uma passada em bons restaurantes, claro.
Obrigado
Patricia

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.