Sudeste Asiático pra Mirella

Wat Arun, Bangkok
Wat Arun, Bangkok

A Mirella e o Kiko do Mikix já estão de malas prontas novamente: no fim do ano vão fugir do frio do Canadá para dar um giro pelo Sudeste da Ásia.

As passagens de ida e volta estão compradas, e o roteiro, mais ou menos definido. Eles estão agora fechando hotéis (procuram 3/4 estrelas, na faixa de 150 dólares, escorregando aqui e ali até 200) e querem os pitacos da tripulação.

Estas são as escalas e os hotéis finalistas:

Hong Kong (6 noites) – Lan Kwai Fong Hotel

Kuala Lumpur (4 noites) – Traders Hotel, JW Marriott ou Ascott (dúvida : ficar em Chinatown ou perto das Petronas Towers?)

Siem Reap (5 noites) – Angkor Village

Krabi ou Phuket ou ??? (9 noites) – a escala na praia na Tailândia é a que mais suscita dúvidas; por enquanto o escolhido é o Ao Nang Orchid Resort, em Krabi

Bangkok
(5 noites) – Pathumwan Princess ou Royal Orchid Sheraton

Então, trips? À caixa de comentários!

345 comentários

A 1 anos estive em Phuket. Ficamos no Kata Beach Resort http://www.phuket.com/katabeach/ e amamos. Esta praia é mais tranquila que Patong, mas mesmo assim oferece uma boa infra-estrutura de restaurantes, lojinhas.

De Phuket pode-se fazer belos passeio como para a ilha “James Bond”, Ko Phi Phi, etc.

    Vou dar uma olhadinha… as ilhas esta sendo meu maior suplicio. 🙂
    Abs

Que inveja…

=)

Em Siem Reap:

5 dias é bom. Fiquei 4 e teria ficado mais um se soubesse que era tão legal. Não deixem de fazer o “passeio” de balão, para ver Angkor Wat de cima. Fiquei no hotel http://www.thevillasiemreap.com/. É ótimo e barato (e olha que não fiquei no quarto mais caro), mas me parece que vocês querem algo mais confortável.

Em Bangcoc:

5 dias me parece demaaais, mas eu sou suspeito pra falar. Aproveitem muito os shoppings da região de Siam Square. Bangcoc é ótima pra estourar o cartão de crédito. Mas deixem pra comprar a mala extra por lá, ali pela Khao San Road, porque é uma pechincha.

Boa viagem!

    Pra mim, a maior pechincha de BKK é o MBK http://www.mbk-center.com/en/ , com alguns andares de quase tudo por até 5 USD , de quinquilharias e tudo mais.No térreo e nos ultimos andares tem ótimas opções de comida( inclusive só saladas, o que é uma raridade na cidade). Para ver tudo é preciso uns 3 dias de 4 horas cada um , e se o objetivo for se jogar nas compras, fique hospedada no Pathumvan , que tem uma entrada restrita a hóspedes , dentro do shopping.
    Para chegar, use o sky-train parada National Stadium e passe por dentro da mega-store Tokyu.

    O MBK é enorme mesmo e cheeeio de bugigangas. Mas tem meio uma cara de 25 de Março, não? =)

    Preferi os outros, mais bonitos, organizados e até com loja da Lamborghini (da qual, infelizmente, não me tornei cliente).

    É um camelódromo com ar condicionado e tuuudo o que existe de tramboco no planeta ( incluisive o que ainda ninguem viu ).

Ia esqueçendo a coisa mais importante pra não esqueçer de ter na mão em BKK : agasalho prá encarar aircom a 15 graus em tudo que é lugar 😉

    Esse choque térmico é que é complicado… Recomendo muita vitamina C ou complexos vitamínicos.

Fui pro poço com BKK E Siem Reap ..
Em Kuala , o Traders tá na minha lista a séculos por ter vista Petronas 😉

    Sylvia, salvaste o texto antes? Acho que o comentário foi pro çaiberespaço… deve ter sumido na manutenção do servidor… 😡

Em Bangkok tem que ficar no Phranakorn-nornlen! Best Choice do Trip Advisor, muito estiloso com um banho maravilhoso! Fora do padrão grande rede de hotel. E com os funcionários mais prestativos que já encontramos.
Em Phuket ficamos no Novotel, em Phi-Phi no Holiday Inn e em HK no Novotel em Causeway Bay.

Em Kuala Lumpur eu fiquei no SOl Melia, que eh rede, mas se nao em engano 4 estrels, num preco OTIMO (coisa de mesmo de 100 dolares) literalmente em frente ao shopping “World Trade” e do lado de uma estacao do Monorail, ha 5 minutos das Petronas Towers.

Eu recomendaria mil vezes ficar perto das Torres, pois achei China town meio barra pesada, e little India idem.

Em Bangkok fiquei no Prince Palace, que fica no centro da Bangkok entre a parte historica (q ficamos no primeiro dia e nao gostamos) e o centro financeiro. O Hotel tem 4 ou 5 estrelas, e tambem conseguimos um preco otimo on line – o hotel em si eh maravilhoso, e o Spa da penthouse, com a vista do distrito financeiro de Bangkok imperdivel!

Quanto as ilhas eu concordo com o Riq, e achei Puket E Koh Samui o Porto de Galinha e Cbo Frio do Sudoeste Asiatico…
Acabamos mudando os planos no meio da viagem e fomos pra Ko Panghan (tambem ilha preferida da Dri Setti). Ficamos num resort ma-ra-vi-lho-so na veira de uma praia particular, e num bangalo foferrimo! Nao lembro o preco, mas tb foi cosia de menos de 100 dolares – Cocohut Resort.

Eu recomendaria uma passada no meu blog, mas esta fora do ar ha uns dias e ainda estou na luta com o servidor!!

Bjs
Dri Miller

    Oi Dri,
    Legal… vou ver esses hoteis que vc recomendou.
    Ah… quanto as ilhas na Tailandia, pelo que entendi ( http://www.travelfish.org/weather_fish.php ) o lado do Ko Panghan tem mais chuva em Janeiro que o lado do Andaman Sea (especialmente perto de Krabi), pois estava pensando em ficar em algum lugar por aquelas bandas… nao necessariamente em Ao Nang, mas em algum lugar mais autentico, mas nao muito chopana ahahah…
    Jah li varias coisas do seu blog, incluisve vou fazer aquele passeio de um dia no floating market.
    Obrigada pelas dicas… se lembrar de mais, me avisa 🙂
    bjs

Mirella, estive no Royal Orchid Sheraton em 2007 e a experiência foi agradável, apesar de ser um hotel bastante impessoal. Vale muito a pena os Towers Rooms, com zona de check in dedicada,quartos renovados, melhor serviço e um lounge que serve simpáticos cafés da manhã e “evening cocktails” interessantes – Na altura consegui uma boa tarifa no
http://www.asiarooms.com/
O transporte do barco do hotel para o metro é agradável,muito “colonial”; sabe a passeio gratuito. A localização não é muito interessante,tirando o prazer de ficar nos inúmeros terraços do hotel a olhar para o movimento fascinante do rio. A água da piscina é fria, uma pena.
Dá para conhecer bem a cidade usando o esquema barco-metro.

    Também gostei muito de ficar à beira-rio. É prático para ir aos templos. (Mas menos prático para ir à “cidade”, né?)

    Entao acho que vou fechar o Sheraton… se bem que a Sylvia que recomendou o P Princess… 🙂
    Obrigada.

    O que pretendes fazer por lá ?
    Compras tb ? Fica no PPPrincess acima do 10°andar , num ape luxo , por mais dois tostões .Não tem erro!
    Euzinha, na minha insanidade particular prefiro o PP a qualquer Sheraton, Hilton , ou o que for.

    O chatinho de ficar junto ao rio é que não dá pra sair pra dar uma voltinha , não tem nada pra ver ou fazer.

Hong Kong: eu terminei visitando o Aquário (lógico, hehehe) e gostei bastante. Foi um passeio inusitado, pq fica do outro lado da ilha, é interessante. Sai um pouco do eixo escadas rolantes-Victoria’s Peak (q é bacaninha, vale a pena pela vista q eu acho espetacular). HK parece um Rio de Janeiro condensado visto do alto. #viajeinamaionesepravariar

Mas concordo com o Riq: 6 dias acho mto. Ficaria uns dias em Macau tb, p/ curtir o bucolismo português na Ásia. 🙂

No Jurássico do meu blog, escrevi sobre esses 2 destinos:

http://www.interney.net/blogs/malla/2005/02/15/china_capitalista_hong_kong/

http://www.interney.net/blogs/malla/2005/02/18/china_portuguesa_macau/

    OI Lucia,
    Esqueci de te agradecer… vou ler seus posts.
    Vou tentar me organizar no final de semana, pois o pessoal passou tanta dica bacana 🙂
    bjs

Oi Riq,
Como sempre vc é demais… o itinerario ainda pode ser mudado, então vou pesquisar melhor sobre HK (se bem que estava contando com esse periodo para dar um tapa no jet lag).
Vem cá… vc acha o Angkor Village muito fraquinho? Mesmo o quarto Deluxe?
Meu problema com hotel é o maridex… ele é mais chatinho com isso 🙂
Como é alta temporada estou me rebolando p/ achar coisa bacana dentro do meu budget (que nem é lá muito pequeno, né?!).
Obrigada!!!! Vou aguardar mais pitacos…

    Magina, eu adorei o Angkor Village num tempo em que o hotel, e não eu, era mais pobrezinho. Na verdade eu era playboy e não sabia :mrgreen:

    Agora que o hotel ficou mais bacana só pode estar melhor!

    Creio que com o orçamento disponivel , qualquer hotel entre 150 e 200 verdinhas é mais do que ótimo em Siem Reap.A localização é importante : a estrada para os templos ou aeroporto não tem graça nenhuma. Ficar perto do canal e do mercado é bem mais antropológico 😆

Meus pitacos:

Acho 6 dias em Hong Kong potencialmente muito tempo demais (mas sou suspeito, porque não curti muito HK e não gosto muito de China em geral; meu sonho de consumo é Xangai). Mas não descartaria uma ou duas noites em Macau…

Fiquei no Angkor Village numa fase mais pobrezinha e adorei adorei adorei.

Como disse na outra caixa de comentários, estudaria a Dri Setti, a Rachel Verano e o Travelfish.org de cabo a rabo pra escolher uma praia bem especial na Tailândia. Quanto mais eu leio sobre lá, mais convenço da frase que ouvi do Washington Olivetto há uns 15 anos (“Phuket é Porto de Galinhas deles”). E não era elogio… Tem tanta praia espetacular por lá que acho pena acabar em resort. Também não precisa ser nos beach shacks da Dri, hehe, mas o Travelfish sempre traz os mais confortáveis também.

http://viajeaqui.abril.com.br/blog/achados/

http://viajeaqui.abril.com.br/blog/viajar-bem-barato/

http://www.travelfish.org

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.