Suíça pro PêEsse

suica2

O PêEsse está considerando uma viagem à Suíça, em setembro ou em dezembro, e pede dicas.

(A Dani S. já entrou para dizer que só iria em dezembro se fosse para esquiar; que para encontrar as estradas panorâmicas desimpedidas é melhor ir em setembro.)

Tirando dois dias que eu passei em Zurique no meu mochilão de 1985 (!), eu não tenho experiência nenhuma de Suíça.

Já tinha discorrido teoricamente sobre o assunto num post de dois anos atrás. Relendo o que escrevi continuo basicamente com a mesma intuição.

Eu não perderia tempo com Zurique ou mesmo Genebra, e tentaria montar bases em cidades menores. Em vez de tentar cobrir o país inteiro, faria um roteiro demarcado e slowzinho, que permitisse ficar de tocaia à espera de dias bonitos para fazer os passeios panorâmicos. (Trem ou carro? A gosto do freguês. Eu iria de trem. Mas carro, sem neve, deve ser bacaníssimo.)

Nessa fase do planejamento, eu pesquisaria todos os verbetes de cidades e montanhas e trajetos que aparecessem e faria um rankingzinho particular. Daí pegaria os tops e veria quais lugares dariam um itinerário fluido.

O Rick Steves é um cara muito bom para identificar os lugares mais significativos/impactantes de cada destino. Eu não concordo com o ritmo das viagens dele, mas o seu itinerário favorito da Suíça é um bom ponto de partida.

O Frommer’s também tem um roteiro de 15 dias com boas idéias.

Mas o cara em quem eu grudaria para planejar essa viagem é o Swissfan, um comentarista assíduo da seção suíça do TripAdvisor. A página dele de contribuições leva a posts que discutem todas as dúvidas que podem passar pela cabeça de alguém que queira ir à Suíça. O sujeito dá pitacos em itinerários de 4 a 18 dias, aponta detalhes pouco práticos e, no geral, parece mandar muito bem. Senti firmeza.

Aqui da nossa turma, a Luisa do Arquivo de Viagens tem belos posts de St. Moritz, do Bernina Express e do Ticino, a Suíça italiana. A Dri do Dri Everywhere tem dicas de Genebra e de Zermatt. (Quem mais tiver post sobre o assunto, manda o link que eu colo aqui!)

E você? Tem dicas testadas e aprovadas da Suíça? Ou uma receitinha de bolo interessante para repassar? Põe na roda, pufavô!

Foto emprestada do site oficial MySwitzerland.com

86 comentários

já faz bastante tempo que alguem não escreve, mas como esse blog apareceu na minha pesquisa “lugano outlet” (queria saber qual é o melhor perto de milão ou toscana) e adorei ler todos os posts preciso fazer uma declaração para os “ovomaltineiros” : VCS PRECISAM PROVAR O OVOMALTINE EM CREME!!!! Tipo nutela sabe? só que de ovomaltine!!!! Faz quase 2 anos que eu tive essa experiência gastronomica incrível e ainda sonho com isso!!! Só podia ser coisa suíça, que para mim é um país de outro mundo!!!! 🙂 Amei o país, fui muito bem recebida e posso dizer que tenho amigos sensacionais por lá! Recomendo qualquer cidade, tudo é sempre lindo!!!

Olá Riq,
Estive dando uma geral nos comentários sobre a Suiça e, quem sabe consigo uma dicas e sugestões mais recentes.
Tenho férias em out/10. Como tenho uma sobrinha que está em Bulle, na universidade de Glion, quero revê-la e aproveitar para conhecer um pouco da Suiça e da Italia, será minha 1ª vez.
Penso em chegar dia 02/10, ficar uns dias na Suiça, de lá fazer uma excursão de uns 10 dias pela Itália, com chegada e saida de Milão, tendo que estar de volta à Bulle no dia 17, pois é aniversário dela, e depois retorno ao Brasil.
Obrigada e parabéns pelo blog.

Olá!
Vê se pode me ajudar!
Estou precisando do email ou blog de Steven Pepino, ele trabalha com esculturas em pedra na Suíça. Ele é suiço.
Se poder ajudar ficarei muito grata.

Sobre o Glacier Express, informo que é possível, sim, dirigir pelas mesmas cadeias de montanhas, exceto no início do trajeto, de Zermat a Visp. As “mountain passes” ficam abertas do fim de maio (junho é mais seguro que realmente já terão aberto) até outubro ou novembro.

Sobre “fazer base” em uma cidade menor, Interlaken e Chür são boas opções, de onde há vários passeios interessantíssimos a se fazer a pouca distância (como Luzern, Bern, Liechtesntein). O lesta da Suíça tem paissagens bem dramáticas e isoladas (Davos, St. Mortiz etc.).

Zurich é um lugar que pode ser interessante. É uma cidade moderna, com arquitetura moderna com influências bastante interessantes, e uma vida noturna agitada mas sem ser descomportada. É a perfeição em forma de cidade: as leis são respeitadas, ninguém atravessa fora da faixa, os donos de cachorros limpam os rastros e o isolamento acústico dos locais barulhentos é eficiente. Enfim, não é uma cidade que vai te dar aquela sensação de Wow! como Firenze, Barcelona ou New York, mas um ótimo lugar para ter a sensação “isso é primeiro mundo”.

Este post também gerou assuntos diversos !

Eu não tinha entrado ainda, porque não conheço nada de Suíça. Mas eis que, acaba de chegar em minhas mãos, uma revista de uma loja de roupas (Le Lis Blanc), edição Especial Presentes, para o Dia das Mãs. E dentro dela, uma reportagem sobre a Suíça. E voilá!! Me deu a MÓ vontade de ir!!! Pronto. A lista de desejos só faz crescer!! (assunto do outro post…) 😆

PêEsse, as fotos de Berna estão maravilhosas!!! Você tem como ir a esta loja e pegar a revista? AInda não li tudo, mas tem uma dica em destaque, que recomenda a compra do Swiss Pass. Aqui diz que dá direito a (de quatro a 22 dias consecutivos) viagens de trem, ônibus ou barco, inclui as rotas cênicas clássicas, o sistema de transporte público de 38 cidades, e ainda oferece 50% de desconto nos acessos às montanhas, museus, além de outras vantagens. ( http://www.swisstravelsystem.ch )

Ah, aconselho não irem entre Natal e Ano Novo. Estava tudo fechado!

Mô, eu não insistiria com viagem ao exterior com anúncio de uma epidemia, muito estresse para recém-casados. Com 4 mil US$, sugiro Lua de mel: Ponta dos Ganchos, o tempo em Floripa está meio atrapalhado, mas naquele resort deve ser bom com qualquer tempo; O Txai também deve ser o máximo, parece que em maio ainda tem muita chuva na Bahia, mas não deve atrapalhar muito não. Que tal Bariloche, não é sol e praia, mas parece bem romântico.

    Rosa, isso tá um rolo sem fim.
    Porque eles amaram Maurício, mas a família fica enchendo para ficarem no Brasil.
    Agora estão amando o Nannai. Eu já cansei! 😀
    Faltando 10 dias pro casamento, agora estão brigando com a agência para mudar tudo. As multas são pesadas e a Mexicana que ia levá-los para Cancun está torrando a paciência.
    Enfim, amanhã o povo vai na agência em comitiva para ver o que farão… 😀

Riq, no Inquietos fizemos alguns posts sobre Interlaken. Porém ainda não entrou o passeio do Jungfraujoch (temos muitos posts acumulados na verdade, são 15 países para apenas 4 meses de blog). Abraços.

    Vou lá e já acrescento!

    Daí quando vocês postarem o Liebfraumilch, digo, Jungfraujoch, vocês me avisam e eu acrescento de novo! Danke!

Voltando p/a Suiça, PeEsse, vc ñ pode deixar de ir à Zermatt!!! E dormir pelo menos uma noite lá. Se puder, programe a sua estadia na lua cheia – é inesquecível!!! A cidade é mto bonitinha, ñ passa carro, tem restaurantes maravilhosos (o melhor fondue de queijo que já comi na vida!), vc pode ir nas geleiras – deslumbrante! E à noite, antes mesmo da lua surgir, vc verá o reflexo dela no Matter Horn – fica brilhante! Agora, prepare o bolso pois é cara à beça. Fiquei num htlzinho na rua ppal, que era simples e barato e o gerente era um parisiense – Gerard – que adorava o Brasil e nos deu ótimas dicas (inclusive a do fondue), como um restaurante de um cara (acho que se chama Dan) que cria ovelhas e só serve isso. Imagina um churrasco de cabra feito na lareira pelo próprio criador? Bem, dei uma enrolada aqui p/ver se lembrava do nome do htl, mas ñ consegui. Vou procurar e depois coloco aqui (isso se te interessar, é claro!). Fiz uma viagem de 1 mês na Suiça de carro no inverno alternando estações de esqui c/outras cidades. Vou dar uma olhada no meu roteiro p/ver se tem mais alguma coisa especial p/vc.

De resto, já ouvi falar mto bem de 2 rotas de trem – uma é o Glacier Express, que deve ser bárbaro (e passa por lugares onde vc ñ pode passsar de carro) e o 2o corta a Suiça no outro sentido (transversal) e passa por um lago (de barco, naturalmente). Esqueci o nome, sorry! E o que já falaram aí em cima – Zurich e Genève são meio sem graça (mas vale passar por Genève p/conhecer pois é bonita e tem uma arquitetura classica). Tem um outro passeio que tb é legal – em volta do Lac Leman – Montreux, Lausanne, mas que só vale a pena fora do inverno.

    Lu, é o William Tell Express. Eu falo dele no post-referência.

    E bom saber que a volta do Leman só “funciona” fora do inverno.

    Pelo menos na minha opinião…lago p/mim é ar livre,verão…

    Qto ao Junfraujoch, é mto legal sim. Tinha me esquecido!! Uma ferrovia tão alta e tão antiga é um primor de engenharia!! E o visual lá de cima tb! Tem um ambiente todo de gelo (cuidado p/ñ ecorregar!) Mas tb acho que jan e fev deve ser de matar de frio! Além da altitude! O interessante, suponho, é ficar baseado em Interlaken e fazer um giro pelas redondezas – Grindelwald (parece propaganda da Nestlé), Murren (onde foi filmado 007 a Serviço de sua Majestade) e Wengen (de onde sai o term p/Jungfrau).

    Achei tudo de Zermatt. A memória ñ anda lá mto boa, mas o arquivo sim.
    hotel: Testa Grigia
    restaurante de cordeiros: Dan Daniel

A região de Ticino (Suiça italiana) é belissima sem o caos da Italia , Lugano tanto na epoca de frio quanto no verão é maravilhoso , tem cassino e muita opção de turismo. Na parte alemã , Lucerna tb é otima opção e estação de esqui sugiro Andermatt que possui hoteis a 100 euros muito aconchegantes. A Suiça só não foi mais barata pra fazer compras do que Portugal , a conversão do real pro franco é muito boa e pode-se pagar no cartão de credito em real em varias lojas se quiser. Lugano possui um outlet muito bom!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.