Suíte com luz, ar condicionado, wi-fi e água corrente :-)

suitecataratas1
Não, eu não estou hospedado nela...

Alguns — pouquíssimos — apartamentos do Hotel das Cataratas têm vista para a nesga de quedas d’água que aparece, nas épocas de cheia, na área mais próxima do hotel. É uma visão impressionante. Para ter certeza de que terá esta vista, o hóspede precisa reservar a Suíte Cataratas, a segunda mais cara do hotel.

Mas mesmo quem está nos apartamentos comuns vai dar de cara com as águas correntes sempre que passar pela varanda do térreo do hotel:

vistacataratas
Mas sim, eu estou no hotel 😎

39 comentários

To louca pra voltar pra Foz, fui pra la qdo eu era pequena. Essas fotos me deixaram com mais vontade ainda.

Riq

Na nova tomada precisa de adaptador para os pinos americanos, como os de carregadores de camara, celulares, etc…Eu me enganei no destino pelo pino da tomada!

Viajar é se emocionar e trazer recordações; quando lembro de minha primeira ida a Iguaçú ainda fico emocionado. Diante da visão fantastica das quedas d’agua a expressão feliz de minha mulher : “isto é o mais lindo que meus olhos já viram”!

Riq,
eu sempre achei o hotel das Cataratas o máximo, mesmo quando estava péssimo!! Este visual não tem preço!! Há alguns anos, quando meu chefe veio do México e me pediu para fazer as reservas para Iguaçu, não tive dúvidas de reservar o hotel.

Queria fazer mais um comentário. Há um bom tempo li um post seu, onde conta sua primeira experiência nas Cataratas. nela você relata que visitou o lado brasileiro antes do argentino e que achava que esta seria a ordem que fazia mais sentido. Bem, eu fiz exatamente o oposto e sempre recomendo assim.
Fui em uma época de seca e todos que me viam lamentavam o fato de que eu não veria muita água. Fui visitar o lado argentino primeiro. Depois de percorrer aquele longo caminho sobre a pontezinha, imaginado que veria um filetinho d´água, dei de cara com a garganta do diabo, com aquele espelndor que todos conhecem. Fiquei literalmente sem voz e chorei mesmo!! Foi a única vez na minha vida de turista que me lembro de ter chorado!! A surpresa do lado argentino é enorme. O lado brasileiro é mais bonito, pois vemos muito mais quedas, mas não tem a mesma surpresa.
Por isso, quem for, faça de tudo para ficar no hotel das Cataratas. Chegue à noite; não olhe pelas janelas no dia seguinte e vá direto para o lado argentino. :mrgreen:

ai que lindo!!! estive nas Cataratas em março passado, minha terceira vez… apenas para reiterar essa minha paixão por esse lugar tão espetacular!!!

gosto de me imaginar como o primeiro homem branco que as viu – vindo do meio da selva, este paraíso incomensurável se descortina a sua frente. indescritível.

Oi, Ricardo…

Estive em Foz, em janeiro. Eu A-M-E-I o passeio… Com a devida licença, faça meus os conselhos do pato. Sacou porque ele gostou do parque das aves, não?
É sério. Fazer carinho em vários tucanos é programa mastercard, não tem preço!!!
Mais duas sugestões: no centro de Foz, o restaurante Zaragoza. Boa comida (espanhola), bom ambiente e, vá lá, bons preços.
Se der… Um programa nem tão pato assim… Sobrevoe as cataratas de helicóptero. Muito bom.

Um forte abraço e boa diversão.

Liiiiiiiinda vista, arrasou. Como diria Sylvia, um L-U-X-O :mrgreen:

    Hehe Mari 😆 , luxo tb foi ficar aí neste quarto ,com vista para as cataratas com 6 ou 7 anos de idade ( agora tá explicadinho o vício..) 😉

Bem já que voce está ai:

1- Não deixe de ir para o parque das aves, do lado do seu hotel. É disparado o melhor zoo de aves que já vi, no mundo inteiro.

2- Foz é o paraiso da comida árabe. Tem inumeros restaurantes muito bons, com rodiizos sensacionais a preços módicos.

3- Não deixe de ir do lado argentino. Se quiser ir a la pato, é so tomar o onibus até a cidadezinha argentina e de lá outro até as cataratas.

4- Vale a pena pagar pela visita completa a Itaipu, que entra dentro das turbinas.

boa estada, e aproveite por nós!!!

    Assino embaixo do parque das aves .Já viu , né ? Vamos ver qual vai ser o resultado final, com toda essa pilha de expectativas :mrgreen:

    Também recomendo o Parque das Aves, inclusive com uma entrada na gaiola das araras assassinas. Eles avisam que é por sua conta e risco, e de fato, houve um ataque a minha calça e ao capuz (a gente foi no inverno) do casaco de Cláudia. Mas é muito bom! 🙂

    Verdade, Foz é show. Nunca fui, pode? E sobre Itaipu, meu pai, quando foi em 2006, se emocionou mais ainda com a usina. E também fez o passeio de helicóptero, que é lindo.

    ERNESTO conta aí o caminho das pedras para chegar do lado argentino de onibus porfis. Do aeroporto de Foz tem onibus para a cidade ? procurei no google maps e no site do aeroporto mas não encontrei nada.

    Juliana, o jeito roots de ir do aeroporto de Foz do Iguaçu ao centro de Puerto Iguazú é o seguinte:
    – pegar o ônibus de linha que passa de 20 em 20 min. pelo aeroporto (R$ 2,20)
    – descer em frente ao hotel Bourbon (não é preciso ir até o centro da cidade)
    – atravessar a estrada
    – pegar do outro lado da estrada o ônibus internacional, operado pela Crucero del Norte, que passa de meia em meia hora (R$ 3).

    (O fim da linha do ônibus do aeroporto é o Terminal Urbano de Foz do Iguaçu. O ônibus internacional só passa por fora desse terminal. O fim de linha dele é na Rodoviária. A parada do Bourbon é conveniente porque é a primeira depois — ou antes, para quem vem do centro — do acesso à fronteira argentina.)

    De táxi são R$ 60 do aeroporto de Foz ao centro de Puerto Iguazú.

    Os táxis de Puerto Iguazú cobram 90 pesos (R$ 45) para ir ao aeroporto de Foz.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.