Taí, gostei

Leio no Panrotas que está tramitando na Câmara uma lei que tornaria possível a turistas americanos, canadenses, japoneses, australianos e neo-zelandeses obter o visto de entrada ao pisar em solo brasileiro.

É uma solução política e inteligente. Não se mexe na vaca sagrada da “política de reciprocidade”, não se mata a galinha dos ovos de ouro do orçamento do Itamaraty, mas a obtenção do visto deixa de ser uma operação logística complicada e demorada para se tornar apenas uma chatice a mais na chegada.

Junte-se a isso o provável estabelecimento de alguma rota direta entre os Estados Unidos e o Nordeste, e pode ser o começo da abertura de uma nova fronteira.

15 comentários

Ola, estou pensando em ir para o mexico em outubro por uma semana a turismo. Sera que vai ser dificil conseguir um visto, uma vez que o mesmo foi negado para o canada, mesmo eu tendo meu passaporte todo carimbado por varios paises da europa? Ou seria melhor eu tirar um novo passaporte?
Obrigada,

Rose

Ainda assim, fica evidente a mensagem para o turista estrangeiro ao chegar num país que cobra pelo visto na chegada: “Aqui, exploramos turistas! Welcome”.
Se uma nação quer controlar suas fronteiras, de verdade, o melhor é solicitar e cobrar pelo visto antes da chegada.
Ok, é o menos pior e o politicamente viável neste momento aqui no nosso Brasil, mas infelizmente ainda será lamentável.

Por enquanto não é alternativa, Marcio, é pooossibilidaaaaade — mas é bem menos difícil de aprovar do que a extinção da exigência do visto.

Que bom que existe essa alternativa. Não podemos nos dar ao luxo de perder esses dolares, ops, esses turistas!!

Falando nisso Riq o dolar caiu ainda mais!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.