#Linkódromo | Tamandaré e Japaratinga: de Recife a Maceió pelo lado B

Ilha do Coqueiro Solitário, Tamandaré

O boa-praça Rodrigo Barneche, do Uno em cada lugar, fez uma viagem mega-interessante em abril (mas que só acabou de postar agora). Pegou a patroa e os guris (um de colo!) e foi curtir o “inverno” do nordeste no trecho mais bonito da costa, entre Recife e Maceió.

A viagem foi pensada para evitar os pontos mais muvucados e aproveitar as maiores pechinchas. Em vez de Porto de Galinhas, o Rodrigo estacionou em Tamandaré (onde fica Carneiros).

E em território alagoano, passou batido por Maragogi e ficou em Japaratinga, na ponta norte (e mais em conta) da Rota Ecológica.

Mesmo fora dos centros ultraturísticos, conseguiu se encaixar num passeio de barco em Tamandaré (que foi até a Ilha do Coqueiro Solitário aí da foto) e mergulhou nas piscinas naturais de Japaratinga.

Entre lá para ver como dá para ser feliz sem gastar uma fortuna e sem ficar o tempo todo na estrada zanzando de praia em praia. E nããããão perca o post em que o Rodrigo mostra como proceder quando você esquece de pedir com antecedência para a pousada providenciar um bercinho para o baby…

Leia no Uno en cada lugar:

De catamarã em Tamandaré

Carneirinho, carneirão neirão neirão

Deitado em berço de viajante

Pra comer bem em Tamandaré

Picão: a piscina natural de Japaratinga

Calçadão e bicicletas duplas: domingão em Maceió

Divina Gula, um mineirinho em Maceió

Um bar gremista no Recife

Olinda debaixo de chuva

85 comentários

Fabiane,
Posso dizer maravilhas da Pousada do Cajú. Estivemos lá, meu marido e eu, no verão passado e amamos. O ambiente é super agradável, a comida deliciosa, os apartamentos são confortáveis e o novos bangalôs são perfeitos para uma estadia maior e mais romântica! 😉
Mas o diferencial está na recepção calorosa que os donos, Zé Carlos e Alírio, oferecem aos hóspedes…inesquecível!

Quanto à Amendoeira não posso comentar pq nem chegamos à visitar. Me lembro que, naquela ocasião, fazia pouco que havia mudado de donos e estavam ainda em fase de adaptação.

Espero ter colaborado!

    São duas pousadas excelentes. A Amendoeira em sua nova fase está melhor do que na anterior. O Caju também está cada dia mais bacana. Cada uma tem seu estilo e pontos altos distintos. Ambas têm público fiel que volta sempre.

    (Desculpe, Andrea, precisei interferir porque esse “em fase de adaptação” já não era verdade no verão passado, que já era o segundo verão do Tsarry e da Jessy na Amendoeira.)

retificando.. Para o perguntódromo: alguém já ficou nas Pousadas da Amendoeira e na do Caju para dar uma opinião pessoal sobre qual seria a mais charmosa?

    Oi
    Ja me hospedei na Amendoeira e simplesmente amei. O serviço, o clima , a comida. Tudo é excelente.
    Nao me hospedei no Caju mas almocei lá e me pareceu excelente também, super cuidada. E se vc faz questao de piscina, lá (caju)tem e na Amendoeira nao.
    A comida do Caju estava maravilhosa também.
    A única coisaé ter que dar uns passinhos a mais para se chegar a praia, mas é muito pertinho.
    Qualquer escolha que vc fizer, nao se arrependerá.

    Oi
    eu, ao contrário da Zuzu, já me hospedei no Caju e simplesmente amei, tudo. Não me hospedei na Amendoeira porque não tem piscina, o que faz a diferença no meu caso, eu amo uma piscina depois da praia.

Para o perguntódromo: alguém já ficou nas Amendoeira e a do do Caju para dar uma opinião pessoal sobre qual seria a mais charmosa?

Riq,

A notícia ruim é que a ilha do coqueiro solitário não é mais uma ilha, graças às construções desordenadas, que terminaram assoreando a região. Ela, agora, é uma península com um coqueiro solitário.

Um passeio muito legal é sair andando de Tamandaré (antes do forte) em direção a São Bento do Una. Eu fiz este passeio com um grupo que organiza trilhas por aqui (Os Retirantes Urbanos) e foi excelente.

Apesar de já ter veraneado muito em Tamandaré, conheci praias que eu nunca tinha imaginado que existissem. No meu Flickr (http://www.flickr.com/photos/mcdemoura/sets/72157602931070253/ ) tem algumas fotos deste passeio (ainda falta subir muitas outras).

Cheguei a uma semana de Alagoas. Estive lá a trabalho e tive a oportunidade de conhecer alguns atrativos do litoral norte e sul,mas o que me encantou foi o norte com a sua Rota Ecológica. Li a reportagem do Ricardo na revista da Le Lis, onde ele fala que o xodozinho dele agora é a Rota Ecológica -São Miguel dos Milagres e digo que não é apenas o dele, mas o meu e dos meus companheiros de viagem. Confesso que fiquei com vontade de ficar por lá!

Essas fotos do bebê no “berço” estão fantásticas! Meu Deus, ele vai rir muito ou ter ódio quando for adolescente 🙂 Imaginem!

Realmente…Tamandaré não fica muvucada só no nosso “inverno”, pq no Verão fica tomada pelo pessoal das cidades sem mar de PE. Imaginem uma Santos no verão, só que com o pessoal de Caruaru, Garanhuns, etc.

    Ainda assim no verão a muvuca é na praia central. Quanto mais longe do centro, mais residencial fica, e a praia nunca fica apinhada. Quem fica lá no Baía Branca nem desconfia que a praia do centro é crowdeada.

    Prezado Ricardo

    gostaria de convidalo na minha pousada,para ver como é linda a praia do boqueirão, com mar tranquilo e não violento.

    E as piscinas do Barco, passeio unico só com pescador.
    Em um lugar sem violencia, tranquilidade e segurança, pode dormir na rede do chalé em santa paz,e com lua cheia tem um espetaculo maravilhoso.

    Atenciosamente Tony

Essa viagem do Rodrigo foi show de bola. Esse post aí do dia que ele esqueceu de pedir berço é impagável!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.