Torres del Paine, dia 4: aos cuidados do Tierra Patagonia

Tierra Patagonia, Torres del Paine

Texto e fotos | Lu Malheiros, enviada especial

Não deu. Depois da caminhada até a base das Torres, meus pés estavam inchados e preferi ficar quietinha curtindo o hotel.

Tierra Patagonia

Difícil dizer o que mais impressiona no Tierra Patagonia. Se a arquitetura, se a paisagem ou se a integração entre as duas. Não, não é exagero dizer que ele impressiona (eu diria ela, pois o hotel parece ter vida própria, um organismo de contornos femininos, curvos, que se molda com o vento).

Tierra Patagonia

Todos os quarenta quartos (três suítes) tem vista para o lago Sarmiento e para o Maciço del Paine. Quartos amplos, com decoração acolhedora na linha rústico chic.

Tierra Patagonia: janela do quarto

Não há televisão, nem sistema de música ambiente no quarto. O som que predomina é o silêncio. (Chama atenção a quantidade de tomadas. Encontrei facilmente seis no quarto e cinco no banheiro!)

Tierra Patagonia: quarto

O espaçoso banheiro tem produtos L’ Occitane, roupão, ducha de banho poderosa e banheira com vista.

Tierra Patagonia, banheiro do quarto

A beleza da paisagem fica mais deslumbrante na área comum, um grande salão que integra o restaurante, o bar, a lareira e a sala do mapa. A decoração ambiente não compete com a paisagem; ao contrário, soma-se quase que camaleonicamente a ela. É como se pedíssemos licença para desfrutar daquele pedacinho do mundo com conforto, mas, também, com respeito. Eco-sustentável talvez seja a palavra menos charmosa, porém exata, para definir o conceito por trás do hotel.

Tierra Patagonia

Tierra Patagonia

Tierra Patagonia

Os livros estão por toda a parte: infantis, de viagens, ou de fotos ou história da Patagônia.

Há WiFi grátis no lounge (não nos quartos), mas quer saber? — acho que você vai preferir ficar offline. A música ambiente do salão, cuidadosamente escolhida, prestigia a bossa nova e o jazz.

Tierra Patagonia (bastões de caminhada)Tierra PatagoniaTierra Patagonia

Depois de um dia de passeios, a piscina fica ainda mais convidativa e também é possível aproveitar as saunas seca e a vapor.

Tierra Patagonia

Tierra Patagonia

Se o cansaço for muito grande, nada como uma massagem (não incluída no preço da diária).

Tierra PatagoniaTierra Patagonia

Escondida, dois patamares abaixo do lounge, há uma sala de TV.

O café da manhã é buffet. No almoço e no jantar há duas opções de entrada e duas de prato principal — geralmente uma de carne vermelha e uma de peixe. O hotel deve começar a fazer pratos para crianças e para vegetarianos em breve. De qualquer forma, se alguma opção do cardápio não te agradar, dá para pedir uma salada caprichada, um sanduíche ou, até mesmo, um bife com batata frita! Além da sobremesa do dia, há sempre opção de frutas e sorvetes.

Tierra PatagoniaTierra Patagonia

Água, refrigerantes, sucos (destaque para o de framboesa) e vinhos da casa (Matetic, orgânicos) estão incluídos no preço. Outras bebidas, inclusive pisco, são cobradas à parte.

Tierra Patagonia, excursões

O serviço é pra lá de simpático e cuidadoso. Garçons, pessoal da recepção, guias, todos gentilíssimos e prestativos.

Frota de jipes do hotel

Toda exclusividade tem um preço que, se não é barato, tem uma ótima relação custo x benefício. As diárias para casal, no pacote de 5 noites, saem a US$ 1.400. Antes de soltar qualquer impropério, pense que você vai estar praticamente no fim do mundo, de cara para o Parque Torres Del Paine, acordando às margens do Lago Sarmiento e num hotel com uma arquitetura sem igual. E com tudo incluído, passeios, traslados, alimentação, bebidas…

Localização & como chegar

O Tierra Patagonia está localizado a cerca de 100 km de Puerto Natales, de frente para o Lago Sarmiento, próximo ao Parque Torres del Paine.

O ideal é fazer essa viagem com uma parada em Santiago ou combinando com uma passada em El Calafate, na Argentina.

A LAN voa até Punta Arenas. De outubro a abril a Sky Airline oferece vôos até Puerto Natales.

Traslados regulares estão incluídos no preço e saem de/para Punta Arenas, Puerto Natales e Cerro Castillo às terças, quartas, sextas e sábados. Traslados em outros dias da semana estão disponíveis mediante o pagamento de uma taxa, e também são cobrados à parte traslados para El Calafate.

Tierra Patagonia

Medicamentos

Fique atento ao separar os medicamentos para a viagem, principalmente se fizer uso regular de algum. Lembre-se que a cidade mais próxima, Puerto Natales, está a 100 km do hotel. E, segundo a legislação chilena, o hotel não pode dispensar nenhum medicamento aos hóspedes, nem mesmo uma aspirina. Em caso de emergência, eles acionam o médico do posto de saúde mais próximo (17 km).

[Parabéns, Lu! Super-relato bacanérrimo! Obrigadíssimo! — Riq]

Viagem a convite do Tierra Patagonia.

Leia mais:

39 comentários

Pessoas, acabo de voltar da Patagônia, onde fiquei por um mês. Gostaria de deixar uma dica sobre aluguel de carro para atravessar a fronteira entre Argentina e Chile (Paso Dorotea). Alugamos pela Hertz e tiramos o documento necessário para atravessar no escritório da Hertz, em Calafate, em 20 minutos, com custo de 400 pesos.O problema é que alugamos o carro justamente para termos liberdade de parar sempre que quiséssemos durante a viagem. Só que a estrada que liga el Calafate a Esperanza, e depois ao Paso e a Rio Turbio é muiiito entediante. Não há absolutamente nada até Esperanza,sendo que a única parada – a mesma feita por qualquer ônibus de Calafate a Puerto Natales – é muito ruim. Trata-se de um boteco ruim, com banheiros sujos e uns lanches que colocam sobre o balcão, sem nenhuma proteção. Muito ruim. Conclussão: é muito melhor alugar carro em Calafate, devolver, e alugar outro em Puerto Natales, devolver, e fazer a ida e volta em ônibus. Realmente não vale a pena ir de carro – é muito sono e é o nada.

    Olá Aurea! Será que posso abusar de todo esse seu conhecimento sobre a Patagônia? Estou indo em março, e marquei 3 dias inteiros em Ushuaia, El Calafate, Torres del Paine e El Chaltén. Sem incluir os dias de deslocamento. Vc acha muito? Me daria algumas boas dicas de passeios imperdíveis, locais que você tenha gostado muito ou que não valem a pena? Já anotei a dica do aluguel de carro! Obrigada!

parabens pela viagem e relato
pretendo ir em janeiro com esposa e filho de 11 anos, familia com pouco preparo fisico, nossa ideia e hotel grey com passeios inclusos.

os ditos passeios “fáceis” destes hoteis são acessíveis para pessoas pouco experientes em caminhadas? chega-se com certa facilidade à basa das torres?

grato

josé roberto

    Olá, José Roberto! Se você não tem certeza se quer caminhar, nem quer submeter seu filho a caminhadas longas, o mais adequado é se hospedar em Puerto Natales e fazer os passeios organizados a partir da cidade. Hospedar-se dentro do parque é para andarilhos.

Lu, belíssimo post e belíssimo hotel !
Que projeto bárbaro que não interfere com a paisagem, quase uma linha. E o conforto do hotel, é de tirar o chapéu, concordo com a Sylvia, difícil sair dali :mrgreen:
E não achei o pacote caro para o que oferece e onde. Considerando a falta de apoio logísitico, encarece suprimentos e a mão de obra.

    Majô,
    Você tem razão, o pacote não é caro considerando a localização do hotel, tudo o que ele oferece e a complexidade para se obter suprimentos e mão de obra adequados!
    Fácil, fácil imaginar você e Sylvia curtindo o lugar! Ah! E dá para andar de havaianas dentro do hotel sem qualquer tipo de constrangimento :mrgreen:

Perfeito… é justo o que eu gosto! e além disso tem spa com excelentes vistas!!! Pode ser certo??? Adorei!

Ele é projetado e construído em um estilo confortável e acolhedor. As imagens que você vê a partir dessas grandes janelas são surpreendentes. Certamente é um lugar para ser, pensar, amar, sonhar e viver. Um lugar que contém tudo. O que mais você poderia querer?

    Carmen,
    Fiquei absolutamente encantada pela arquitetura do hotel! E, sim, o lugar é tudo de bom 😉

Sylvia,
Bem que fiquei tentada, mas ia chegar aqui e contar o quê? :mrgreen:

    Então, eu ia contar que foram quatro longos dias dormindo, comendo, curtindo a banheira, caminhando na volta do hotel, fotografando insetos ,fazendo massagem e colocando a leitura em dia . Não posso esperar mais do que isso de umas férias surpresa 😎

    Para descansar, melhor isso mesmo. Rodei 350 km em duas idas a Torres del Paine, desde Puerto Natales. Foi bacana, mas um tanto cansativo, aquele ripio todo, um vento alucinante, sem contar o medo daqueles “voladeros de arena” na estrada que leva ao Lago Grey… É claro que a vista daqueles lagos e montanhas compensa tudo. Rss

Neste lugar é mais que suficiente estar e ficar no hotel , dispenso os passeios 😆

Nossa! Será que não rola uma promoçãozinha para os leitores de Viaje na Viagem, não??? 😀
Que lugar é esse!!!! Massa!!!

    Tiago,
    Essa não é a minha área 😉 Mas não custa torcer, né? Se rolasse uma promoção nos moldes da que deram na época do post do Tierra Atacama já seria bem legal…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.