Louvre

Países abertos para brasileiros: com ou sem vacina

Todos os dias aparece algum novo país abrindo as fronteiras para brasileiros.

Este post acompanha a evolução das regras nos destinos mais procurados por brasileiros com relação a turismo e vacinas. Favorite e volte sempre (e dê um refresh para ter certeza de que está vendo a versão mais recente).

ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE: 15 DE OUTUBRO

A Bóia explica:

Turismo e vacinas: Europa

Alemanha

Rothenburg ob der Tauber

A Alemanha está aberta a brasileiros que tenham se vacinado há 14 dias com duas doses de AstraZeneca (incluindo Covishield) ou Pfizer ou a dose única da Janssen.

Crianças até 11 anos acompanhando adultos vacinados não precisam estar vacinadas.

Depois de anunciar no dia 16 de setembro que brasileiros não-vacinados ou vacinados com outras vacinas (como a Coronavac) poderiam entrar com um teste RT-PCR, a Alemanha voltou atrás no dia 23 de setembro.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Alemanha no VnV

Bélgica

Trem entre Holanda e Bélgica: Bruges

A Bélgica aceita brasileiros completamente vacinados há pelo menos 14 dias com vacinas aprovadas pela EMA: AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna. Coronavac ainda não é aceita.

Ao chegar é preciso fazer um teste PCR e aguardar o resultado em isolamento.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Bélgica no VnV

Croácia

A Croácia voltou a exigir a quarentena de 14 dias de viajantes provenientes do Brasil. Além do auto-isolamento, é preciso apresentar teste PCR negativo e ter a hospedagem paga antecipadamente.

Espanha

turismo e vacinas: Madri

Desde 24 de agosto brasileiros vacinados há 14 dias com esquema vacinal completo podem entrar na Espanha. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas: AstraZeneca, Coronavac, Janssen e Pfizer.

Todos os maiores de 12 anos precisam estar vacinados. Crianças até 11 anos precisam apenas estar acompanhadas de um adulto vacinado.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Espanha no VnV:

França

Mont St.-Michel

A França está aberta a brasileiros vacinados com algum desses esquemas:

  • 2 doses de AstraZeneca
  • 2 doses de Pfizer
  • Dose única da Janssen
  • 1 dose de AstraZeneca + 1 dose de Pfizer
  • 2 doses de Coronavac + 1 dose de Pfizer

As versões brasileiras da AstraZeneca (Covishield, Fiocruz) são aceitas.

A dose de reforço da Pfizer deve ser tomada pelo menos 4 semanas depois da segunda dose da Coronavac.

Quem tomou duas ou três doses pode viajar 7 dias depois da última dose. Mas quem tomou a dose única da Janssen só pode viajar depois de 28 dias de vacinado.

Para entrar em museus, atrações turísticas, restaurantes e andar de trem, é preciso emitir um ‘passe sanitário’ neste site.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Grécia

turismo e vacinas: Grécia

A Grécia foi o primeiro país europeu a aceitar oficialmente viajantes vacinados com vacinas ainda não aprovadas pela EMA, como a Coronavac (internacionalmente conhecida como Sinovac) e a russa Sputnik V. A Grécia também anunciou que a vacina não será obrigatória: o país vai aceitar também visitantes que apresentem testes PCR negativos.

No entanto, o visitante precisa vir de uma lista de países pré-aprovados, da qual o Brasil não faz parte. Veja a lista aqui.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Grécia no VnV:

Holanda

Como se locomover em Amsterdã: bicicleta

Desde 22 de setembro brasileiros vacinados (incluindo Coronavac) podem entrar na Holanda sem precisar fazer quarentena na chegada.

Para embarcar é preciso:

  • Ter tomado há mais de 14 dias a segunda dose da vacina (Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer) ou há 28 dias a dose única da Janssen
  • Fazer teste RT-PCR 48 horas antes do embarque ou teste de antígeno 24 horas antes do embarque
  • Preencher o formulário de saúde para viajantes

Irlanda

Desde 25 de setembro brasileiros vacinados com aprovadas pela EMA não precisam mais fazer quarentena ao chegar. (Coronavac está de fora.)

O intervalo entre a segunda dose e a possibilidade de entrada na Irlanda varia conforme a vacina:

  • Pfizer: entrada liberada 7 dias depois da segunda dose
  • Janssen: entrada liberada 14 dias depois da dose única
  • AstraZeneca/Covishield/Fiocruz: entrada liberada 15 dias depois da segunda dose

É preciso também preencher o formulário Passenger Location Form.

Jovens entre 12 e 17 anos precisam apresentar RT-PCR negativo colhido até 72 horas antes do embarque. Crianças até 11 anos estão dispensadas do teste.

Islândia

Viaje na Viagem 12 anos - Islândia

A Islândia está aberta sem necessidade de quarentena a turistas de todas as nacionalidades que tenham tomado duas doses de alguma vacina aprovada pela EMA ou pela OMS. São elas: AstraZeneca (incluindo Covishield), Janssen (Johnson & Johnson), Moderna, Pfizer, Sinovac (Coronavac) e Sinopharm.

Ou seja: brasileiros vacinados com a segunda dose da AstraZeneca, da Pfizer, da Coronavac ou com a dose única da Janssen já podem viajar à Islândia. Veja as exigências aqui.

É preciso certifiar-se de que o país da conexão permite trânsito internacional. Portugal, Espanha, França, Alemanha, Holanda e Reino Unido permitem.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Portugal

Lisboa: atalho ao Castelo

Portugal abriu suas fronteiras para todos os viajantes brasileiros dia 1º de setembro e atualizou as regras dia 18 de setembro.

Viajantes brasileiros acima de 12 anos que não completaram sua vacinação ou se vacinaram com Coronavac precisam apresentar teste negativo RT-PCR (feito até 72 horas antes do embarque) ou antígeno (feito até 48 horas antes do embarque). É recomendável fazer os testes em laboratórios formais.

Quem já tiver esquema vacinal completo com AstraZeneca, Pfizer ou Janssen (vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos) está dispensado do teste.

Crianças até 11 anos não precisam fazer teste.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

Reino Unido

Londres dicas - London Eye

Desde 11 de outubro brasileiros vacinados há pelo menos 14 dias com esquema completo de vacinas aprovadas pelo Reino Unido podem entrar no país sem quarentena.

As vacinas aprovadas são:

  • AstraZeneca (Covishield/Fiocruz) – 2 doses
  • Pfizer – 2 doses
  • Janssen – 2 doses
  • Moderna – 2 doses
  • Ou qualquer combinação entre as vacinas acima

Coronavac ainda não está aprovada pelo Reino Unido.

Nosso certificado de vacinação do ConecteSUS é válido para comprovação da vacinação.

Viajantes menores de 18 anos não precisam estar vacinados para entrar no Reino Unido.

Mas todos os viajantes de 5 anos ou mais deverão fazer um teste RT-PCR no segundo dia depois de entrar no Reino Unido.

Além disso, antes de viajar é preciso preencher um formulário eletrônico de entrada.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

República Tcheca

Praga dicas

A República Tcheca está aberta a viajantes brasileiros completamente vacinados há pelo menos 14 dias com qualquer vacina aprovada pela EMA: AstraZeneca, Janssen, Pfizer e Moderna. Coronavac ainda não está aprovada.

Além disso, é preciso preencher um formulário de chegada antes de embarcar, e ter um seguro-viagem que cubra despesas com Covid.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Suíça

Brasileiros que já tenham tomado a segunda dose de qualquer vacina aprovada pela OMS – Pfizer, Moderna, Janssen, AstraZeneca, Sinovac (a nossa Coronavac) e Sinopharm – podem entrar na Suíça sem quarentena. Não há exigência de intervalo entre a segunda dose e a entrada na Suíça.

Desde 13 de setembro será exigido teste negativo PCR (válido por 72 horas) ou antígeno (válido por 48 horas) para entrar em museus e restaurantes fechados. Visitantes de fora da Europa poderão fazer exames gratuitos em laboratórios indicados pelo governo suíço. Não é necessário apresentar teste para frequentar hotéis, lojas, andar de trem ou consumir nas áreas externas de bares e restaurantes.

Atenção: verifique se a cia. aérea ou o aeroporto de conexão exigem teste RT-PCR para embarcar.

Turismo e vacinas: América do Norte

Estados Unidos

Onde ficar em Nova York: região da Penn Station e rua 34

A partir de 8 de novembro, brasileiros com visto de entrada em dia voltam a poder entrar nos Estados Unidos. As exigências sanitárias são:

  • Estar vacinado há pelo menos 14 dias com o esquema completo de qualquer vacina aprovada pela OMS (todas as vacinas aplicadas no Brasil – AstraZeneca/Covishield, Coronavac, Pfizer e Janssen – estão incluídas)
  • Apresentar um teste negativo (PCR ou antígeno) colhido nas últimas 72 horas antes do embarque

Ainda não foram divulgadas as regras para menores de 18 anos, mas provavelmente terão entrada autorizada apresentando teste negativo.

Regras até 7 de novembro

Até 7 de novembro, brasileiros que não tenham dupla cidadania nem residência no país só podem entrar nos Estados Unidos depois de passar 14 dias num terceiro país (e fazer teste PCR até 72 horas antes do embarque).

O México e a República Dominicana têm sido os lugares preferidos dos brasileiros que viajam para lá.

México

Chichén-Itzá

O México não tem nenhuma exigência sanitária. Não é preciso vacina, nem mesmo teste PCR.

Entretanto, o país vai voltar a exigir visto de entrada de brasileiros. Atualizaremos assim que os detalhes saírem.

Canadá

Turismo e vacinas: Canadá

Brasileiros totalmente vacinados há pelo menos 14 dias com vacinas aprovadas no Canadá podem viajar a turismo desde 7 de setembro.

As vacinas válidas são Pfizer, Janssen, Moderna e AstraZeneca, incluindo Covishield e Fiocruz. Coronavac ainda não está habilitada.

Além da vacina é preciso fazer um teste RT-PCR 72 horas do embarque, e preencher o formulário ArriveCAN também até 72 horas antes do voo.

Lembre-se que brasileiros precisam de visto ou eTA para entrar no Canadá. Leia sobre o eTA aqui.

Turismo e vacinas: América do Sul

Argentina

Viagens de Natal: El Calafate

A Argentina anunciou a abertura das fronteiras aéreas para visitantes de países vizinhos – entre eles, o Brasil – a partir de 1º de novembro.

Essas são as exigências para entrar no país:

  • Estar vacinado há pelo menos 14 dias com 2 doses de AstraZeneca, Coronavac, Janssen ou Pfizer, ou a dose única da Janssen
  • Fazer um teste RT-PCR com 72 horas de antecedência do embarque ou um teste de antígeno ao chegar à Argentina
  • Fazer um novo teste RT-PCR na Argentina entre 5 e 7 dias depois da chegada.

O teste RT-PCR entre 5 e 7 dias depois da chegada vai ser abolido, tão logo a Argentina atinja 50% da população completamente vacinada. Atualmente este índice é de 44%.

Ainda não está definido se crianças podem entrar apenas com o teste.

A abertura das fronteiras terrestres depende de iniciativa das províncias. É bastante provável que a província de Misiones abra a fronteira com Foz do Iguaçu.

Chile

O que fazer em Santiago: Sky Costanera

O Chile reabriu suas fronteiras para visitantes estrangeiros no dia 1º de outubro e anunciou novas regras em vigor a partir de 1º de novembro

Exigências até 31 de outubro:

  • Ter completado o esquema vacinal (com qualquer vacina aprovada pela OMS) há pelo menos 14 dias
  • Apresentar teste RT-PCR
  • Fazer seguro-viagem com um valor mínimo de US$ 30 mil
  • Cumprir isolamento de 5 dias (para quem solicitar o passe sanitário chileno) ou 7 dias (para quem não tiver o passe) no local escolhido pelo visitante

O passe sanitário chileno pode ser solicitado neste site. O isolamento será monitorado pelo governo chileno.

Exigências a partir de 1º de novembro:

  • Ter completado o esquema vacinal (com qualquer vacina aprovada pela OMS) há pelo menos 14 dias
  • Apresentar teste RT-PCR
  • Fazer seguro-viagem com um valor mínimo de US$ 30 mil
  • Fazer um teste RT-PCR ao chegar no país (haverá postos no aeroporto). Cumprir isolamento no local escolhido pelo visitante até sair o resultado (em 24-48 horas). Com resultado negativo, o viajante fica livre para viajar pelo país.

Uruguai

Uruguai devolução IVA problemas MasterCard

O Uruguai anunciou que deve receber turistas estrangeiros a partir de 1º de novembro, com vacinação completa (qualquer vacina) + PCR negativo feito até 72 horas antes da chegada.

Menores de 18 anos só precisam apresentar o teste.

Antes disso, desde 1º de setembro, o Uruguai está aberto para estrangeiros que tenham propriedades no país. Será exigida vacinação completa e teste PCR negativo.

Colômbia

San Andrés dicas: praia Spat Bright

A Colômbia reabriu ao turismo de brasileiros em 11 de maio. Há a exigência de um teste PCR feito até 96 horas antes do embarque.

Peru

Machu Picchu novas regras

Desde 6 de setembro brasileiros já podem voltar ao Peru como turistas, sem necessidade de quarentena.

Viajantes que tenham esquema vacinal completo de qualquer vacina aplicada no Brasil (2 doses de Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer, ou 1 dose de Janssen) só precisam do certificado de vacinação do ConecteSUS.

Viajantes que tenham tomado apenas a 1ª dose (de Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer) precisam apresentar teste RT-PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque.

Turismo e vacinas: Caribe

República Dominicana

Turismo e vacinas: Punta Cana

Desde 31 de maio é necessário apresentar um teste RT-PCR feito a no máximo 72 horas antes do embarque.

A República Dominicana também exige vacinação contra febre amarela.

Aruba

Aruba

O país reabriu a fronteira para brasileiros no dia 7 de junho. Não é preciso estar vacinado, mas são exigidos teste e seguro-viagem da ilha. Veja todos os requisitos.

Curaçao

Kenepa Grandi

Curaçao está aberto a visitantes de todos os países que apresentem teste PCR negativo.

Ainda não há nenhuma política de entrada vinculada à vacinação.

Costa Rica

A Costa Rica está aberta para turismo. É necessário ter um seguro-viagem que cubra Covid e preencher o formulário Pase de Salud.

Quem está completamente vacinado com Pfizer, Janssen, AstraZeneca ou Moderna não precisa do seguro-viagem.

Turismo e vacinas: Ásia

Dubai

turismo e vacinas: Dubai

A Emirates voltou a vender passagens a brasileiros com destino final Dubai.

Brasileiros podem entrar nos Emirados Árabes apenas com teste PCR negativo.

Ainda não foi anunciada nenhuma política de entrada vinculada à vacinação.

Maldivas

Anantara Dhigu

Brasileiros podem entrar nas Maldivas.

Depois de anunciar que viajantes vacinados com duas doses estariam isentos de apresentar PCR na chegada, as Ilhas Maldivas voltaram atrás.

Todos os viajantes precisam apresentar um teste PCR negativo feito até 96 horas antes da chegada.

184 comentários

Olá Bóia!! Tomei duas doses de coronavac e o reforço da phizer, tenho um vôo para Paris com escala de duas horas em Londres ( onde não aceitam esse esquema vacinal) Será que terei problemas ?

    Olá, Rebeca! Para conexão vale as exigências da cia. aérea e do destino final. Você não entrará no país. Veja se será preciso fazer PCR.

Gostaria de viajar para Londres, porém, tomei as 2 doses da vacina Coronavac. A OMS, deveria ver esses brasileiros que tomaram Coronavac, e dar alternativas para poder viajar com tranquilidade.

Eu fui imunizada com coronavac meu marido pfzer e temos um filho com 13anos e sem previsão de ser vacinado em Curitiba,gostaríamos de visitar Portugal e Espanha,como estão as exigências para final de ano..restaurantes museus etc?

    Olá, Adalberto! Não há necessidade de passaporte de vacinação em nenhum dos dois países.

Poderiam informar se o certificado gerado pelo poupatempo digital em inglês, pode ser utilizado para comprovação de vacina? Conecte sus não está gerando certificado para quem tomou d1 astra e d2 pfizer.

Boia, tudo bem? Vamos para Paris em dezembro e gostaríamos de fazer um bate e volta para Bruxelas via terrestre. Estamos vacinados com duas doses de Coronavac e Pfizer. Será se conseguiremos entrar? Existe alguma fiscalização nas estações de trem? De já agradeço o retorno.

    Olá, Milton! Não sabemos como está funcionando a fiscalização. A exigência da Bélgica é complicadinha.

Alguma nova informação se EUA irá aceitar coronavac 2 doses com 1 reforço de pfizer ? E alguma notícia a partir de que idade será obrigatório vacinas em crianças?

    Olá, Gustavo! Os Estados Unidos ainda não divulgaram nenhuma informação oficial sobre a data de abertura ou exigência de entrada. Provavelmente estarão abertos a vacinados com todas as vacinas aprovadas pela OMS e dificilmente exigirão vacina para menores de idade.

Olá! A permissão de entrada no País não representa, necessariamente, possibilidade de ir a restaurantes. Em Portugal, quem tomou a coronavac tem que fazer um novo teste PCR a cada 72 horas, para poder ir a restaurantes? Para as demais vacinas, em Portugal e na Espanha, vale o nosso certificado do SUS?

    Olá, Claudia! Não precisa mais em Portugal. Na Espanha nunca precisou.

Sabe informar quanto à entrada na Holanda de quem se vacinou com covishild / fiocruz?

    Olá, Alessandro!

    Todos os países que aceitam vacinados com AstraZeneca aceitam a equivalência com AstraZenecas fabricadas mundo afora. Note que até hoje você não leu uma nota sequer de alguém que tenha sido barrado em qualquer país que aceite brasileiros porque a sua AstraZeneca não era europeia.

Olá. Estou vendo de passar um mês estudando na Itália próximo ano. Vou participar de uma seleção, mas tô na dúvida se coloco esse país como opção, porque não sei se estão aceitando a vacina da Astrazeneca da Fiocruz. Sabes alguma informação sobre isso para me ajudar?

    Olá, Bruna! No momento não aceitam brasileiros. A vacina AstraZeneca é usada na Itália.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.