Uia! Ibismômetro na VEJA!!! Só esqueceram de dar crédito…

Veja o Ibismômetro!!!

O “Guia” da Veja desta semana, na página 177, traz um box intitulado “Índice Ibis de custo hoteleiro”, com um conceito igualzinho ao do nosso Ibismômetro.

Ficamos superfelizes pela, aham, coincidência de idéias — sobretudo porque pensamos nisso, com o mesmíssimo raciocínio e um nome bem mais divertido, há quatro meses e catorze dias.

Caso também tenha ocorrido à Veja tornar essa pesquisa mensal, como fazemos aqui no Viaje na Viagem desde julho, aproveitamos para passar algumas dicas aos coleguinhas:

–> Não esqueçam de mencionar a data em que foi feita a pesquisa e para que exato dia é a hospedagem! Quem viaja de verdade sabe que essa informação faz toda a diferença, já que os preços de hotéis, até mesmo dos Ibis, são voláteis. Por isso sempre mencionamos no texto essas datas.

–> Ao informar um hotel que não seja Ibis, digam qual é! Fazemos isso com todas as cidades que não possuam Ibis, indicando qual foi o hotel substituto. Em Miami, uma cidade sem Ibis, usamos um Holiday Inn Express, que é de categoria similar. Seria interessante dizer ao leitor qual hotel de Miami vocês estão usando.

–> Vale a pena dar a fonte de inspiração! Aqui no Viaje na Viagem, sempre que falamos do Ibismômetro, contamos que nos inspiramos no Big Mac Index da The Economist. Até porque, se não contássemos, sempre apareceria alguém para contar!

No mais, o leitor do Viaje na Viagem já sabe: as melhores estratégias parar viajar e os pensamentos mais originais saem primeiro aqui. Volte sempre!

(Obrigado, Val e Fabio!)

Conheça:

Calendário de Viagens 2013: um ano inteiro só de boas viagens

Veja (ops!):

12/7 – Ibismômetro, um termômetro do custo de hospedagem no mundo

13/8 – Ibismômetro, o termômetro do custo de hospedagem em outubro

24/9 – Ibismômetro, o termômetro do custo de hospedagem em novembro

24/10 – Ibismômetro: em dezembro, Londres e Paris em baixa

16/11 – Ibismômetro: em janeiro, Salvador, Nova York e Londres em baixa

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


58 comentários

Veja é a pior Revista do Brasil. Não tem ética, não é jornalismo, só consegue reproduzir o pensamento da classe média reacionária.

Bóia, voltei aqui para ver se havia notícia de retratação da Veja (não compro mesmo), mas não vi nada.

Em tempo, vcs já viram uma ferramenta do Submarinoviagens.com.br que chama-se “gráfico de tendências”? Aparece quando vc coloca a opção datas flexiveis. Aparecem os preços das passagens ao longos dos meses do ano. Nem sei se é novidade, mas achei interessante.

Silêncio total sobe a web jet ???????? Quero saber a opinião do maior site de viagens do Brasil ?????? Comprometimento ????? Não creio !!!!!!!!!!!!

    Olá, Julio! Não nos manifestamos sobre assuntos interos de empresas, anunciantes ou não. Desejamos companhias aéreas financeiramente saudáveis. Quanto menos empresas lucrativas, normalmente pior para o consumidor.

    Bóia, salvo um engano meu, sempre é aberto um tópico quando uma empresa aerea prejudica os passageiros seja por ter falido, greve, etc.

    Na verdade não é assunto interno, uma vez que prejudicou centenas de passageiros e a todos nós , ao tirar outro concorrente do ar.

    Não gosto da Gol por outros motivos, mas a atitude com a Web Jet é a cara da da família controladora de ambas.

    Olá, Henrique! Até onde sabemos, não tem nenhum passageiro com passagem na mão sem poder embarcar. A demissão dos funcionários é um problema social, mas não afeta quem comprou passagem, como nos casos da Varig e da Pluna.

    Os pedidos de concordata de empresas americanas ou os problemas internos de cias. européias tampouco foram abordados por aqui. Falamos apenas quando há greves ou passagens não honradas.

    Bóia, deixa eu responder essa 😀

    Julio e Henrique: essa notícia saiu em absolutamente toda a mídia. Não há nada que a gente possa acrescentar, nenhum ângulo original. A Gol comprou a Webjet para fechar um concorrente mais barateiro? Talvez não fosse essa a intenção original, mas as circunstâncias levaram a isso. Todas as cias. estão registrando prejuízo. A Webjet conseguiria continuar cobrando mais barato? Alguém gostava de voar Webjet? Não me lembro de tanto amor por essa cia.

    É tristíssima a situação dos demitidos, é ruim perder uma empresa do setor, mas se existe um mercado em que as coisas parecem sempre difíceis é a aviação.

    Tomara que Gol, TAM e Azul agüentem o tranco. Ou que o governo admita abrir o mercado para as estrangeiras. Mas por mais que a gente lamente o destino dos funcionários, não dá para condenar uma empresa empenhada em sair do vermelho.

    Riq, agradeço a elegância de sua resposta.

    Meu comentário teve origem no post, uma vez que o mesmo toca a questão ética do crédito do seu Ibismômetro.

    Concordo que todda empresa têm o direito a lucrar e buscar reverter situações adversas que gerem prejuizos.

    Acredito apenas que seus dirigentes deveriam ter lembrado que os telespectadores e leitores são sensiveis ao modo como as empresas tratam seus funcionários, gerando um possível dano a imagem da mesma. Quem sabe com maior respeito e cortesia os aviões não tenham maior ocupação ?

    Abraço !

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.