#Linkódromo | Um passeio pela Flip com a Flavia. Escolha o seu idioma

Paraty (foto: Otavio Nogueira, via ladyrasta.com.br)Flavia Penido, nossa LadyRasta, está em Paraty, blogando e tuitando ao vivo a Flip, a maior festa literária do país, na mais charmosinha das nossas cidades coloniais.

Enfim, alguém cobrindo a Flip pelo que ela é: a lavagem das escadarias do Senhor do Bonfim das letras — ou, como a Flavia define mais sinteticamente, um “carnaval-cabeça”.

E pensa que ela está blogando e tuitando apenas para broadcast próprio? Nananina: doutora Flavia virou a enviada especial do El Mercurio, que é tipo assim o Estadão do Chile.

Sintonize seus tuítes em @ladyrasta e acompanhe os posts atualizados diariamente em ladyrasta.com.br e no emol.com.

Leia:

O arroz-de-muvuca na Flip

A coletiva de Isabel Allende

Lo que muestra y esconde el festival literario de Paraty

Festival literario de Paraty abrió su primera página y se entusiasma por Isabel Allende

25 comentários

Bóia:
moro no Rio. A viagem pra lá tb é extenuante? A estrada é muito ruim? Agora fiquei assustada…rs

    Olá, Naila! São 250 km, mas que dificilmente são percorridos em menos de 4 horas. Dormir apenas uma noite torna a empreitada muito cansativa.

Ah! Mais algumas perguntas: pousadas que ficam no Centro não são barulhentas? Dois dias são suficientes para curtir Paraty? Como é dia de semana por lá? Desanimado?

    Olá, Naila! As pousadas voltadas para as praças (a da Marquesa, nesta lista) podem sofrer um pouco com barulho. Dias de semana são perfeitos para ir à cidade, porque no fim de semana costuma lotar. Não se deve ficar menos do que duas noites porque a viagem para lá é extenuante.

Valeu D.Bóia! Vou comprar o livro. E que bom que teremos uma página completa sobre Paraty…

Abs

Gente:
Preciso de dicas de pousadas e restôs em Paraty. Já fuxiquei tudo por aqui e achei esse post o mais adequado para colocar minhas dúvidas . Tem algum outro post sobre Paraty?

Beijos e obrigada

    Olá, Naila! No livro 100 praias que valem a viagem (que a gente sugere que você compre http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?sid=1873424891387773375247346&nitem=2670594 ) o Ricardo Freire sugere:

    – as pousadas Casa Turquesa (luxo), Pousada da Marquesa, Pousada do Ouro e a pequenina Urquijo (charme), a Arte Colonial (econômica). Fora do centro histórico, o Hotel Santa Clara (pequeno resort, a 10 km) e a Vivenda Paraty (charme e bom preço, a 10 minutos de caminhada).

    – os restaurantes Banana da Terra, Punto di Vino, Thai Brasil, Maragarida Café, Porto da Pinga (bar) e Vagalume (PF).

    Não deixe de ver o espetáculo do Teatro Espaço (bonecos para adultos) e visitar a Casa de Cultura.

    Em breve teremos uma página completa sobre Paraty no site.

Alguém pode indicar um barqueiro ou empresa de aluguel de lanchas de confiança em Paraty/Angra? Quero fazer um ou dois dias de passeios de barco com crianças por lá. Já fui várias vezes mas acho complicado chegar no pier e sair por aí num barco desconhecido.

Aprovo a dica feita no post acima. Desci para Paraty por essa estrada e, realmente, é muito perigoso. Minha experiência foi das piores, portanto, vale descer rodar mais um pouco e ir por Ubatuba.

A respeito da matéria, adorei. A propósito, gostaria de saber sobre especialização em jornalismo de turismo. Concluo o curso de jornalismo esse ano e tenho interesse em me especializar na área de turismo. Pesquisei algumas coisas, mas não achei quase nada a respeito. Poderia me ajudar, Ricardo? =)

Apenas uma dica para quem estiver em Cunha e pensar em seguir para Paraty pela estrada Cunha-Paraty (SP-175): não vá, a não ser que esteja de 4×4! Faça a volta por São Luiz do Paraitinga/Taubaté/Ubatuba. É uma volta imensa (190 KM) contra os 40 KM que separam a deliciosa cidade de Cunha a Paraty, mas o perigo não compensa.
Me perdoem se atravessei o post, mas, como são cidades vizinhas e é comum fazer essa esticada, deixo minha dica.

Parabéns pela ótima matéria, mostrando mais uma vez lugares exóticos e bonitos que podem ser ótimos destinos turísticos, para quem procura novas aventuras espalhadas pelo o Mundo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.