Vacina contra febre amarela: dose fracionada não serve para viajar

Mais dois países exigem vacina contra febre amarela: Colômbia e República Dominicana

vacina febre amarela colômbia punta cana

Conforme a gente aqui no Viaje na Viagem previu em fevereiro, mais países tropicais estão passando a exigir o certificado internacional de vacinação contra febre amarela de viajantes brasileiros.

A nova leva é composta por dois destinos quentes do momento: a Colômbia e a República Dominicana, justamente os dois países mais em conta da América Latina para brasileiros.

A nova norma da Colômbia está em vigor desde o dia 30 de março, quando foi emitida esta circular do Ministerio de la Salud (veja também a nota da Latam).

A exigência na República Dominicana foi divulgada dia 2 de abril pela revista Istoé (agradeço ao leitor Eularino de Andrade pela informação).

Como conseguir seu certificado:


Vacina contra febre amarela
Tudo o que você precisa saber

Passagens mais baratas no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Aluguel de carro na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões com a Viator

68 comentários

Boa noite
Estou com uma duvida,
Vou pra Aruba e tem uma escala em Bogotá do terminal 1 para o 2.Será que preciso da vacina contra a febre amarela, mesmo sendo somente escala?

    Olá, Claudia! Até agora não apareceu ninguém para dizer que foi barrado para Aruba com conexão em Bogotá.

    Mas olhe: se você tem tempo, FAÇA A VACINA. Ela é necessária no Brasil mesmo e você tira essa preocupação da sua cabeça para o resto da vida.

No meu voo tenho uma parada em Bogotá que não sairei do aeroporto e uma em São Salvador de sete horas que sairei por 4 horas para conhecer a cidade. Precisarei tomar vacina, se estou em trânsito para Los Angeles ? E um que tem 84 anos nesse vôo?

    Olá, Margarete! No site da Anvisa, El Salvador exige a vacina.

    Nossa recomendação: vacine-se mesmo se você resolver não sair do aeroporto. A possibilidade de não te deixarem embarcar em Bogotá, ou na volta em Los Angeles, existe; a cia. aérea tem o poder de negar o check-in se o atendente entender que você não tem os documentos necessários para a viagem. Evite dores de cabeça pelo resto da vida e de quebra previna-se contra a doença aqui mesmo no Brasil.

    Seu companheiro de viagem de 84 anos pode pedir um certificado de isenção ao médico, veja link no post.

Boa tarde a todos os viajantes,
Nossa passagem com destino a NYC tinha conexão em Bogotá no dia 28/06/17, não tínhamos a vacina e embarcamos sem problemas.
Não tínhamos tempo hábil para nos vacinarmos antes de viajar, pois a informação sobre a vacina variava de local para local. Mas de qualquer forma, se puderem se vacinar, tanto melhor para evitar problemas.
Obrigada a todos e ótima viagem.

Oi boia,
Estou indo fazer um cruzeiro pelo Caribe e alguns dos países que irei passar vi que não precisa de vacina, mas fiquei na dúvida quanto a curaçao. voce saberia me informar ? Vi apenas que é um país que exige para viajantes de países que tiveram surto. O Brasil teve surto, mas sou do rj e aqui no tivemos surto. O que acha ?

Agradeço desde já.

    Olá, Paloma! Ainda não apareceu ninguém aqui para dizer que foi barrado em Curaçao, mas o nosso conselho é: FAÇA A VACINA. Tire essa preocupação da cabeça para toda a vida. Vai ser sempre esse inferno de tentar descobrir se o país xis ou ípsilon passou a pedir, ou se vão pedir na conexão, ou se vão pedir se você sair de outro país que não o Brasil. Se tem tempo, tome a vacina.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.