Vai passar pelos EUA? Use um cadeado aprovado pela TSA

O meu cadeadinho velho de guerra

Quando cheguei aqui em Barbados, vindo de Miami, e abri minha mala, olha o que eu encontrei:

Cartinha da TSA

Uma cartinha da TSA, a Transport Security Administration (Administração de Segurança no Transporte) dos Estados Unidos, avisando que a minha mala tinha sido aberta pelos inspetores, e que tudo tinha sido posto de volta no seu lugar.

Yours truly, TSA

A última vez que isso me aconteceu, em fevereiro de 2007, eu perdi uma mala. Os meganhas arrombaram a marteladas uma mala dura novinha e caríssima que eu tinha comprado para aquela viagem. Prejuizaço. Ainda tinha três prestações a pagar no cartão… foi triste.

A diferença entre a primeira e a última cartinha é que, depois de amargar o preju, eu comprei, junto com a mala nova, um cadeado aprovado pela TSA.

Que bicho é esse? Um cadeado que abre com a chave-mestra do pessoal da alfândega americana, e que portanto permite inspeções sem danificar o seu patrimônio.

Existem vários modelos, com segredo ou sem segredo. Dá para comprar em qualquer boa loja de malas, ou pela internet, buscando pelas palavras-chave “cadeado” e “TSA”.

Os que têm esse símbolo são compatíveis:

Desenvolvido pela Sentry

De nada. Tamos aqui pra isso mesmo :mrgreen:

148 comentários

Você sabe que desde 2002, quando também quebraram minha mala, eu não uso mais cadeado? Mas jamais despacho coisas valiosas na mala, tipo eletronicos… levo tudo na mala de mão. Na mala despachada, somente roupas e calçados.

    Claudia, eu coloquei um guarda-chuva e uma sapatilha velha nº 34 no bolso externo da mala, sem cadeado, e tiraram. O voo era Lisboa Fortaleza. Depois dessa, nem roupa e calçado sem cadeado.

    De um bolso externo já tiraram um pacote de amendoim e um de frutas secas entre Curitiba e Ilhéus, num vôo da Tam, em março desse ano. Na mesma época tiraram de um bolso externo da mala do meu pai uma revista, entre Curitiba e algum lugar do nordeste, no pinga-pinga da Azul.
    A coisa tá feia…

Eu já tive minha mala arrombada nos EUA. Era uma mla nova com aqueles cadeadinhos numéricos no próprio ziper e o tal cadeadinho foi pro beleléu!
Maior preju porque a mala era emprestada pelos sogros… Pelo penos Foi só mandar arrumar o ziper e ficou novinha!!
Já vou comprar este cadeado com o tal selo pra evitar problemas.
Valeu pela boa dica como sempre!

Eu também já tive problemas com a TSA, mas agora com o tal do cadeado eles não estão mais arrebentando as malas!! Mas sera que esse padrao de cadeado vai ser compativel para as outras autoridades aeroportuarias pelo mundo? Ou vai virar uma bagunça como os diferentes padrões de tomadas que agora até o Brasil resolveu ter o seu?

O problema é que em grande parte das vezes, eles “esquecem” de colocar o papelzinho indicando a abertura da mala. Aconteceu comigo algumas vezes. Então, junto com o cadeado aprovado pela TSA eu coloco um sigilo ( que é numerado e eu compro na Brics ( http://shop.brics.it/product_list.asp?l=usa&c=usa&dept_id=2003 ). Assim rapidamente identifico a abertura, examino o conteúdo e reclamo, se for o caso.

    Tentei achar no site da Brics pra mostrar, mas não consegui. É um lacrezinho, de plástico. Se abrirem não tem como colocar de volta.

    Um lacre comum de plástico, vendido em ferragens tb resolve
    http://migre.me/RyF9 se for numerado, melhor ainda.

    MAS lembre de deixar frouxo, não aperte , senão ao invés de cortar ( que é chatinho) vão acabar arrancando o ziper.

    As duas sacolas que despachamos na volta de NY estavam só com o lacre.

    É bom fazer isso na esteira de bagagem , pois se tiver que transferir alguns kilos da uma mala para outra , não perderá o lacre.
    (leve lacres extras prá fazer amigos 😉 )

    A outra dica é deixar uma tesourinha pequena colada no lado externo da bagagem http://migre.me/RyKF e deixar sempre um rolo de durex na mão http://migre.me/RyOe

    Marcie, eu tb ponho um lacre além do cadeado pra poder identificar se abriram minha mala ou não. Mas nem uso esses mais chiques numerados não. Uso aqueles lacres de plástico que travam qdo vc aperta e assino eles. Inclusive dentro dos hotéis. Podem me chamar de paranóica, mas como disse antes, além de ser carioca eu já cansei de ouvir histórias de roubos de malas em hoteis e aeroportos. Inclusive em hoteis 5 estrelas…

    Haha Dri , mais dois aqui que fecham as malas no hotel.
    Nem a necessaire , eu deixo no banheiro .

    Sylvia, no hotel, destrancado, eu só deixo minha escova e pasta de dentes!!! E geralmente, se deixar dinheiro ou algo do tipo no quarto, nao uso o cofre. Uma mala arrombada, lacres cortados e tudo mais são mais fáceis de discutir com um hotel do que pertences que sumiram de dentro do cofre. E não me parece difícil arrombar esses cofres, especialmente os eletronicos…

    Tb não uso o cofre não ..
    É só a gente dizer que esqueçeu o segredo, ou perdeu a chave, ou então faltou pilha e .. voilá : abrem na marra.

    Não ví nenhuma embombonada na esteira de/para EUA, Amélia. Todo mundo sabe que podem ser vistoriadas e que não adianta passar o filme na bagagem.

    Os cadeados TSA, se abertos com chave específica, permitem facilmente identificação da abertura com um pino vermelho que se eleva 2 mm da base da chave.

Eu comprei uma mala nova da Sansonite “último modelo” que tem um código numérico pra fechar o zíper. Vc sabe se essa mala é aprovada?? Já abriram uma mala minha e colocaram essa cartinha uma vez, então logo pensei, será que essa mala passa? Eu sempre viajo com mala sem cadeado nem nada, mas essa nova fecha assim..

    Veja se existe este símbolo que está no post ao lado dos números.

    Conferi, o fecho é um Fixed TSA combination lock!! Muito boa mala por sinal, super leve, chama Cosmolite.

Eu também já passei por situação semelhante e seguindo a dica do site do Arnaldo, comprei alguns cadeados aprovados pela TSA nos EUA. Realmente vale a pena, pois você fica bem mais tranquilo.

Aconteceu isso comigo na volta de NY em junho de 2008. Das três malas que despachei, abriram uma.

Essa dica do cadeado está na revista Veja dessa semana.

Já aconteceu comigo em 2006. É um bom alerta. Mas, pelo menos eles foram profissionais na revista, e não sumiu nada da mala.

O que é absurdo é que um cadeado TSA custe 5 vezes mais no Brasil, do que nos EUA, onde se encontra por volta de 5 dólares.

Já tive mala arrombada na Argentina, onde sim sumiram coisas, e a mala das compras sai lacrada com o plástico.

    Ernesto, afinal de contas o que não é mais caro no Brasil que nos EUA?! Ainda mais se for coisa voltada para turista brasileiro que vai para o exterior, principalmente dentro do aeroporto pode saber que voce vai passar raiva!! Rsrs

    Olhei em outros sites, mesmo preço. Deve ser aquela velha desculpa: nossos cadeados são muito melhores que o dos outros, ou, nossos impostos são os mais altos do mundo.

    Prezada Rosa,

    Seriam os impostos os responsáveis??
    Imaginemos 100% de imposto daí vai fazendo as contas…..verá que imposto não é tudo não!!

    Preciso dizer que na Argentina é comum abrirem malas e faltar coisas. COMUM MESMO. Aconteceu comigo, 1 ano antes com meu cunhado, 5 anos atrás com minha mãe. É a “mãozinha” argentina.
    E sabe que até entramos na justiça contra a companhia aérea nas pequenas causas, afinal foi “só” uma máquina fotográfica cibersot, uma casaco de pele, um colar (enroladinho na roupa, que eles acharam)e outras coisinhas mais…
    A justiça disse que não tinha como provar que o roubo foi no aeroporto, nem que a mala estava trancada. Foi só gasto de dinheiro.
    APRENDI a LIÇÃO: coisas de valor – só na bagagem de mão, de preferência na minha bolsa! Abro e mostro tudo pro agente NA MINHA FRENTE, sem poder correr, nem recolher! BOA SORTE a todos!

    Colocar esses itens na mala é pedir para ter problemas. Existe raio x interno e eletrônicos são muito visados.

    Pessoal,voltei de Miami em junho 2011,embalei minha mala naquele plastico verde,mas mesmo assim,minha mala foi violada e sumiu muitas coisas pessoais minhas,e eles embalaram novamente por cima outro plastico,mas meu erro foi não conferir la no desembarque,perdi!!!

Riq,
Quando eles destroem a mala assim, o seguro não cobre não? Ninguem se responsabiliza? O preju é 100% seu?
Que absurdo.

Eu comprei uma mala rigida que já veio com um cadeado TSA e ela ganhou cartinhas de brinde. Minha outra mala velha de guerra tb… Mas eu confesso que como brasileira, fico MUITO cabreira com esses cadeados. Afinal, se a alfandega americana tem uma chave mestra, pq os ladroes não teriam também?

Aliás, fico muito tensa também com essa nova moda dos aeroportos, de ninguém mais conferir seu recibo de mala. Teoricamente, qualquer um pode pegar qualquer mala na esteira e ir embora…

Mas pode ser tudo paranóia de carioca…

    No exterior nunca conferiram o tag com a mala, Dri. Só no Brasil é que era assim…

    É, eu sei. Me expressei mal. O meu medo de larápios é aqui no Brasil mesmo, na volta. Na hora em que a minha mala (e de quase todos os brasileiros) está bem recheada de compritchas!!!

    Só tem um jeito , é sair correndo pra esteira e não tirar o olho . Fico horrorizada como o povo dá mole, vai pro free shop etc e depois quando chega na esteira não acha a mala.

    Exatamente o que eu faço, Sylvia. E SEMPRE abro a mala dentro da area de desembarque pra conferir se está tudo lá dentro mesmo. Meu melhor amigo, numa volta de EUA, encontrou dentro da sua mala, fechada com cadeado, uma caixa vazia de Wii. Desde então eu fiquei imaginando que alguém chegou em casa sem Wii nenhum e que eles colocaram a caixa vazia na mala errada por engano!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.