Vai viajar em julho? Conta pra gente!

Chapada Diamantina, Bahia

Outra enquete investigativa, que me ajuda a entender o como e o porquê das viagens do Povo da Bóia. Conta pra gente: você vai viajar agora nas férias de julho?

Pra onde? Por vontade própria ou por conta das férias escolares?

Rolou muita indecisão até bater o martelo no destino? Pra onde você também considerou ir?

A Copa influenciou na sua data de partida? Modificou algum plano de viagem por causa do terremoto no Chile ou das cheias na Bahia e em Alagoas/Pernambuco?

Desde já, muito obrigado pela participação!

119 comentários

Família de migrante tem parente em todo canto, não? Minha família mora em Petrópolis, tinha primos em Brasília e em Santos e nossa avó morava no Rio. Então, férias de julho eram definitivamente desempacotadas no Rio. Acho que foi um grande privilégio poder conhecer a cidade tão bem!
Agora, vou aproveitar parte das férias do pimpolho e desempacotar Sampa, doida pra ver a reação do quase-alfabetizado, meu machado-de-assis, no Museu da Língua Portuguesa!!
No meio do caminho, visitaremos a Casa do Papai Noel em Penedo-RJ só pra manter a disciplina e lembrá-lo de ser um bom menino. rsrsrs
Mas desempacotar o Rio com meu filhote com as dicas dos episódios é um grande plano. Quem sabe ainda dá tempo…

abraços

eu que nem tava pensando em sair de casa em julho me vi rendida por duas boas opções – Lençóis Maranhenses é uma pq eu não conheço e ta minha listinha a tempos (e tem alguns pacotes interessantes!).
a outra opção é aproveitar a promoção da Gol ida e volta Caracas por meros R$363 e voltar a LosRoques – o paraíso… os lugares eu já sei, só falta angariar por aqui no trabalho alguns diazinhos pra escapar!

Depois da dúvida entre voltar a BsAs, descer o rio entre Manaus e Belém e conhecer Lima, decidimos pelo Peru. Os relatos do Ernesto, da Carla no Idas e Vindas e as “dicas imperdíveis de viagem” na comunidade do orkut da Paula, foram o estímulo que faltava.

Eu pensei que depois da primeira ida a BsAs, em maio, eu voltaria pronta para programar as férias de julho com a família para lá. Mas por algum motivo isso não aconteceu. Adorei a cidade, mas não despertou uma veia viciante. Melhor assim, pois aumenta a curiosidade por outros destinos 😉

Villa la Angostura… uma semana no http://elfaropatagonia.com/es/
Aliás Riq…cadê o post de Angostura? Preciso de dicas de restaurantes e passeios.Vc acha que dá para ir tranquilo( bate e volta no mesmo dia) para San Martin de los Andes com 3 crianças ( 13,9 e 5 anos)? Minha filha está louca para andar nos trenós de Chapelco.

    Semana passada eu até escrevi sobre Villa La Angostura no Estadão, mas não tem nada ali que você já não saiba.

    O mais importante você já resolveu, e sozinha: achou um belo hotel. Os passeios lacustres saem da marina da Bahía Mansa. E todos os passeios que estiverem em cartaz na sua temporada certamente estarão à sua disposição na recepção do hotel. Nada precisa ser reservado desde o Brasil.

    Pelo que eu leio, não sei se a estrada pelos 7 lagos estará aberta. Se não estiver, vocês vão ter que ir a San Martín pelo asfalto — é menos bonito, mas é um bate-volta factível.

    Mas antes de me abalar a Chapelco eu daria uma olhadinha em Cerro Bayo, que é ali mesmo e parece ser ótima.

    Quanto a restaurantes — tem os templos gastronômicos de Las Balsas, do Correntoso e da Escondida, mas como você está com crianças, acho que não é o caso. A rua principal de Angostura é como a de Itaipava, só que bem mais bonitinha, e está cheia de restaurantes para escolher.

    Quando sair o post de Angostura vai ser mais para mostrar que isso existe e que é uma alternativa não-muvucada a Bariloche, mas não vai ser um guiiiiiiiaaaaaa detalhado não. Eu não fiquei o tempo suficiente para isso.

    A propósito: conto MUITO com o seu relato na volta :mrgreen:

Vou para Paris, mais uma vez ao programar a viagem não resisti dar uma passadinha na cidade luz. Depois sigo para Valência e Madrid. Se der tempo, como sei que fica próximo , pretendo dar um pulinho em Toledo.
Se alguem tiver dicas para esses destinos de viagem, elas serão muito bem vindas.

Desespero inclusive! Não conseguimos (eu, marido e filha de 10 anos)nos programar a tempo e estamos até agora sem destino. Tínhamos a expectativa de passar o aniversário da filha em algum lugar (ano passado: Bariloche-Gramado). Primeira opção Bs As e Chile, mas não tem mais voo (de Fortaleza); segunda, Costa de Sauípe (Breezes), mas há muita chuva por lá e colhi comentários desfavoráveis sobre o resort; depois, Porto de G. (Enotel), mas também só vi comentários negativos. Peço desesperadamente um bom conselho, ou um sinal de luz neste túnel. Como sou professora esperei o semestre inteiro por estas férias e não estou a ver nem navios…

    Enotel mudou de administração há poucos meses, agora está no grupo Riu, gigante espanhol.

    É uma época ótima para as cidades históricas de Minas.

Vou para o Uruguai – Montevideu, Carmelo e Colonia – e Buenos Aires, aproveitando as milhas e as férias escolares.
Serão poucos dias, estou seguindo todas as dicas encontradas aqui.
Na volta eu conto mais.

Semana que vem vamos pro Peak District na Inglaterra, no roteiro passaremos por Oxford e Stratford-upon-Avon.

Vou pra Aracaju para um casamento e desta vez vou ficar só 4 dias, mas vou tentar de novo ir à Praia do Saco, espero que o tempo ajude!!

Nova York, Orlando, Miami, Boca Raton, Keywest!

Sim, dois estados e várias cidades… indescritíveis. Primeira vez que fui para os EUA. Na verdade saí dia 19 de junho e retornei no dia 5 de julho, mas passei por algumas coisas que garanto que são úteis!

Fui com meu pai e a primeira cidade foi NY. Definitivamente, Estados Unidos no verão, só se for pra ir nas praias da Flórida. Orlando e seus parques e NY e seus prédios são definitivamente menos atraentes debaixo de um sol escaldante.

Sobre NY fiquei apenas 3 dias, mas acho que dá pra conhecer bastante coisa nesse tempo. Fiquei na Lexington com a 48 e ao chegar no hotel as 9 da manhã já fui no Empire State, dei uma volta por perto do hotel e a noite fui na Times Square e jantei por lá. Restaurentes ótimos a preços não tão salgados, se você procurar.

Muito imporatante, faça um City Tour. O Ric é meio contra, mas são 3 horas de um dia que você tem uma boa noção da cidade, de preferência com uma guia turística em português (tinha a opção de fazer em cima daqueles ônibus, mas optei por um outro um pouco mais caro mas em uma van com ar condicionado, uma guia turística super atenciosa que ía parando nos principais pontos que quiséssemos, como o edifício Dakota, Charging Bull, Brooklin e etc.)

Muito imporatante 2, NÃO TOME CAFÉ DA MANHÃ NO HOTEL se não estiver incluso. Na minha primeir amanhã tomei numa padaria na frente do hotel, gastei 10 dólares com meu pai. No dia seguinte no hotel, pedi as mesmas coisas e gastamos quase 50. É um absurdo quase 100 reais um café da manhã… mas valeu a experiência.

Orlando é um show, principalmente quando você tem um carro alugado e não depende de ninguém pra ir e vir. Pode fazer quantos “tours” de compras quiser além de ir e vir de parques a hora que te der na telha. Não caia nos “traslados”. Alugar um carro com GPS lá REALMENTE FUNCIONA E VALE A PENA!
Montei minha viagem a partir de muitas dicas desse blog, portanto é só procurar por aqui e na internet em geral que você encontrará tudo.

Miami, Boca Raton e Keywest são belas cidades da Flórida, mas eu conheci pq tinha amigos morando por lá. Mas se vc puder passar pelo menos por Miami, vá as praias e conheça os bares de South Beach. São incríveis e únicos. Faça também um passeio de barco e veja as casas dos ricos e famosos. Ali o seu conceito de riqueza pode ser que começe a mudar, como o meu mudou. hahahahha

Espero que o “pequeno” post possa ajudar… e agradeço se você leu até aqui! Um abraço a todos!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.