Bariloche, San Martín e Villa La Angostura no verão: as dicas dos leitores 1

Bariloche, San Martín e Villa La Angostura no verão: as dicas dos leitores

Lago Nahuel Huapi, Villa La Angostura

Muitos leitores perguntam por aqui se vale a pena ir a Bariloche sem neve. Minha resposta seria um pouco assertivo “depende”. O Riq já esteve lá fora da temporada de inverno e viu que também se aproveita muito da região sem um par de esquis nos pés, mas é importante saber o que esperar. Uma viagem a Bariloche sem neve não substitui uma viagem a Bariloche com neve.

De todo modo, o que pouca gente sabe no Brasil é que Bariloche, San Martín de Los Andes e Villa La Angostura têm uma agitadíssima temporada de verão. Se as férias do meio do ano são dominadas por brasileiros, no verão Bariloche é tomada pelos argentinos.

A temperatura chega à casa dos 20 graus e chove pouco. Essa é a melhor época para conhecer as belezas do Parque Nacional Nahuel Hualpi e percorrer a deslumbrante Rota dos 7 Lagos. Para quem gosta de esportes, o verão por ali é um prato cheio: arvorismo, cavalgadas, rafting, trekking e ciclismo são algumas das atividades possíveis, além de vela, pesca e passeios de barco. (Os mais corajosos também entram n’água nos lagos.)

Os dias são longuíssimos (escurece lá pelas 11 da noite), e a noite não acaba nunca: as discotecas de Bariloche e os bares de San Martín vão estar lotados. Ou seja: para curtir o verão, vale muito a pena, sim, ir a Bariloche (e a San Martín de Los Andes, e a Villa La Angostura) sem neve.

Além disso, Bariloche no verão também combina com o Cruce de Lagos ou com um tour independente pelos Lagos Andinos.

Queremos saber: você já visitou Bariloche, San Martín de Los Andes ou Villa La Angostura nas férias de janeiro? Onde você se hospedou? Qual roteiro fez? Achou que vale a pena?

Aos comentários!

Leia mais:

76 comentários

Eu fui em Setembro para Outubro prá lá, no já longinquo 2007. Foi minha única visita para Bariloche (e San Martin) e fiquei apaixonado pela cidade!

Aquilo lá vale a visita em qualquer época, viu…

Já fui a Bariloche 2 vezes, ambas no verão. A região é linda! Fiz o rafting no Rio Limay e recomendo! Como não gosto de neve, não tenho a menor vontade de ir no inverno.

Também fui no verão e amei, tanto que estou pensando em voltar este ano, provavelmente no Carnaval. Fiquei quatro dias em Bariloche (que, antes de conhecer, eu imaginava que não ia gostar)e depois cruzei os lagos para o Chile, até Puerto Varas. A paisagem é um escândalo de bonita e suspeito que a gente aproveita mais sem a neve. Mas sou suspeita, pq não ligo a mínima para esportes de inverno:)

Pessoal fiz esse roteiro em outubro do ano passado. Recomendo di maisss….

Nesse sabado passo todas as dicas aqui. ..

Já fui no Verão (97, Bariloche) e no Inverno (2010, Bariloche e Villa La Angostura). São duas viagens completamente diferentes.

Ambas maravilhosas.

Fiz essa viagem em 2009, em fevereiro. As paisagens são fantásticas!! Foi um esquema bem roots, de ônibus desde Buenos Aires até Bariloche (19 horas de estrada, mas que valeram muito pelo visual absurdamente lindo!!). Fiquei no Periko’s Youth Hostel. De lá fizemos a Rota dos 7 lagoas (excursão fechada em Bariloche), mas o dia estava feio – o único dia chuvoso que pegamos foi logo nesse passeio, infelizmente – passamos por Villa La Angostura que é uma graça e ficamos em San Martin de Los Andes, que era o último destino do passeio antes de voltar a Bariloche. Chegamos em San Martín com chuva e frio, e já fomos embora no dia seguinte cedinho no ônibus para Pucón, então não conseguimos aproveitar muito a cidade.
Pucón é maravilhosa e essa época é ótima para subir o Villarrica. Acho uma boa sugestão de roteiro a partir dessa região.

Flickr com algumas fotos de Bariloche
http://www.flickr.com/photos/anaethales/sets/72157633960845278/
E Pucón:
http://www.flickr.com/photos/anaethales/sets/72157633960845274/

Nós fomos no verão e adoramos (ainda não conheço no inverno). As paisagens são muito bonitas. Nós ficamos uns 4 dias em Bariloche, fizemos a rota dos 7 lagos em carro alugado até San Martin de Los Andes, visitamos o Parque Nacional Lanin em Junin de Los Andes (passeio de um dia saindo de San Martin incluindo barco) e voltamos para Bariloche pelo Paso Cordoba. Enfim, gostamos muito da região e temos muita vontade de voltar.

Nestes nossos dias por lá os passeios que eu mais gostei foram a rota dos 7 lagos, que são muito bonitos (incluindo esticada até a bela vila Traful), o tour ao Parque Nacional Lanin (o passeio de barco no lago Huechulafquen é fantástico) e o passeio que se faz a partir de Bariloche para visitar a cascada Los Alerces e o Cerro Tronador (fizemos em carro alugado).

Temos alguns posts da região, tanto de Bariloche quanto de San Martin.

Bariloche: http://www.nerdsviajantes.com/category/destinos/america-do-sul/argentina/bariloche/
San Martin: http://www.nerdsviajantes.com/category/destinos/america-do-sul/argentina/san-martin-de-los-andes-argentina/

Abraços,
Helder

Eu fiz o cruce de lagos chegando em Bariloche. Vale a pena, as paisagens são lindíssimas também no verão. Inclusive, pegamos muito calor em Bariloche, temperatura de 25º à noite, e tinha muita gente tomando banho nos lagos durante o dia. Só que, realmente, não substitui uma viagem no inverno, ainda quero ir lá com neve.

    Eu pretendo fazer o cruce de lagos saindo de Puerto Varas para Bariloche na semana do dia 4 de dezembro. O que gostaria de saber é se dá para arriscar ficar sem reservar um hotel em Puerto Varas e mesmo em Bariloche e fazer essa travessia quando estiver na região e na certeza de tempo bom. É muito arriscado ficar sem hotel ou mesmo sem ticket do Cruceandino?
    Muito obrigado.
    Wilson

    Olá, Wilson! O ticket é fácil de conseguir. Nesta época não deve ser difícil conseguir hotel no dia — mas você vai precisar se contentar com o que estiver disponível.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.