Bariloche, San Martín e Villa La Angostura no verão: as dicas dos leitores 1

Bariloche, San Martín e Villa La Angostura no verão: as dicas dos leitores

Lago Nahuel Huapi, Villa La Angostura

Muitos leitores perguntam por aqui se vale a pena ir a Bariloche sem neve. Minha resposta seria um pouco assertivo “depende”. O Riq já esteve lá fora da temporada de inverno e viu que também se aproveita muito da região sem um par de esquis nos pés, mas é importante saber o que esperar. Uma viagem a Bariloche sem neve não substitui uma viagem a Bariloche com neve.

De todo modo, o que pouca gente sabe no Brasil é que Bariloche, San Martín de Los Andes e Villa La Angostura têm uma agitadíssima temporada de verão. Se as férias do meio do ano são dominadas por brasileiros, no verão Bariloche é tomada pelos argentinos.

A temperatura chega à casa dos 20 graus e chove pouco. Essa é a melhor época para conhecer as belezas do Parque Nacional Nahuel Hualpi e percorrer a deslumbrante Rota dos 7 Lagos. Para quem gosta de esportes, o verão por ali é um prato cheio: arvorismo, cavalgadas, rafting, trekking e ciclismo são algumas das atividades possíveis, além de vela, pesca e passeios de barco. (Os mais corajosos também entram n’água nos lagos.)

Os dias são longuíssimos (escurece lá pelas 11 da noite), e a noite não acaba nunca: as discotecas de Bariloche e os bares de San Martín vão estar lotados. Ou seja: para curtir o verão, vale muito a pena, sim, ir a Bariloche (e a San Martín de Los Andes, e a Villa La Angostura) sem neve.

Além disso, Bariloche no verão também combina com o Cruce de Lagos ou com um tour independente pelos Lagos Andinos.

Queremos saber: você já visitou Bariloche, San Martín de Los Andes ou Villa La Angostura nas férias de janeiro? Onde você se hospedou? Qual roteiro fez? Achou que vale a pena?

Aos comentários!

Leia mais:

76 comentários

Já fomos tres vezes, sempre entre março e maio. A região é simplesmente maravilhosa nessa época. Temperatura agradabilíssima, nem muito frio nem calor. Em Bariloche, na última vez ficamos no Villa Huinid, Excelente hotel e preços por volta de US120 na época.Em Villa La Angostura ficamos no El faro, nota 10, Ambos de frente para o lago. Alugamos um carro em Bariloche e fizemos os 7 lagos até San Martin de Los Andes.Voltamos no mesmo dia.Também atravessamos a fronteira com o Chile e fomos até as termas de Puyehue. Tudo muito lindo. Bela comida, bons vinhos e muita beleza natural. É uma viagem que vale muito a pena. Nunca fomos no inverno, nem temos vontade!!

Este ano estive em Bariloche no final do inverno, mas apesar de ainda estar nevando, curti mesmo foram as belezas do Parque Nahuel Huapi. Fui até San Martin de Los Andes, linda demais! Passamos por Villa La Angostura, charmosa… Pena que o tempo fechado não realçava tanto a paisagem. Por isso voltei ao Brasil certa de que quero muito conhecer esta região da Patagônia no verão. E voltarei! Com certeza!! Tenho a sensação que vou gostar mais de Bariloche no verão do que no inverno.

Fiz essa viagem ha 2 anos, parti de Bariloche e, optei por alugar um carro. Atravessei a fronteira do Chile e, em 17 dias conheci toda a regiao dos 7 lagos. Viagem inesquecivel, com locais fantasticos e, com um custo muito baixo para o tempo de viagem.
Fiquei hospedado principalmente no Chile, que em minha opiniao e uma escolha melhor.
A temperatura nao ultrapassa 20 graus, passei inclusive frio nas montanhas e vulcoes.
Enfim, viagem altamente recomendavel, regada de boa comida, vinho e lindas paisagens,

Fiz o cruce de lagos chegando em Bariloche no verão deste ano. Acho que vale muito a pena. As cidades são maravilhosas. Pegamos bastante frio, foi uma semana atípica, estava 8 graus. Para a rota dos sete lagos íamos de carro alugado, porém como nos dias anteriores choveu muito acabamos indo com um grupo. Lógico que com o carro seria mais proveitoso, porém a chuva e os buracos na pista eram tantos que ainda bem que estávamos com um grupo. Mas a estrada estava sendo toda recapeada, acredito que agora já esteja bem melhor. Só para reforçar: as paisagens são lindas, vale a pena!

Fui em março e adorei. As paisagens são deslumbrantes e como não sou apaixonada por esquis, para mim foi perfeito. Vale a pena!

Fiz, há quase um ano, Bariloche, Villa La Angostura e San Martín. Foram 20 horas de viagem das mais belas paisagens que pude apreciar na vida. A grande desvantagem são as longas conexões oferecidas pela Aerolíneas Argentinas em Buenos Aires (além da péssima qualidade da companhia) e a ausência de voos diretos partindo de SP. Se você tiver a oportunidade de fazer o mesmo roteiro que eu, vale a pena. Desça em Bariloche e faça a rota dos sete lagos até San Martín (escolha hospedar-se ou não em Bariloche e Villa La Angostura). Alugue um carro se tiver coragem, ou contrate um serviço de Shuttle. Meu roteiro foi direto de Bariloche para San Martín, com uma parada de uma hora em Villa La Angostura para um lanche. A Saída de SP aconteceu por volta das 5h e chegamos em San Martín umas 21h. Fiquei hospedado no hotel Loi Suites, bastante luxuoso, mas um pouco longe do centro da cidade. Existe a total necessidade do aluguel de um carro. São 20 minutos de estrada até a charmosa cidade à beira do lago Lácar.

O sol começava a se por umas 21h e a temperatura era bem baixa o tempo todo. Por ser verão, achei que moletons segurariam o frio. Ledo engano. A máxima alcançava os 14°C e pegamos alerta de vento, então a sensação térmica era muito, muito mais baixa. A grande atração nesta época do ano está no alto, no topo das montanhas, onde você consegue enxergar o Chile do outro lado da cordilheira, o lago lá em baixo e a pequena cidade no meio das montanhas. A cidade oferece bastantes opções de restaurantes e bares, dê preferência à comida local, às carnes de caça, saborosíssimas. Se você for mais caseiro, dá para apreciar o céu do hotel que você vai ficar e se perder entre as estrelas. Em algumas manhãs, as montanhas amanhecem nevadas por conta das baixas temperaturas.

Não senti falta da neve no verão. Existem muitas “estações de esqui” que oferecem atividades nesta época do ano. Trilhas, caminhadas, arborismo. Tive a oportunidade de realizar “fly fishing” em um lago a poucos quilômetros da divisa com o Chile, em um lago no meio das montanhas. Não me lembro o nome da empresa que proporcionou a experiência, mas foi algo único. Na volta, no fim do dia, tivemos a oportunidade de ver cervos e todos os demais animais que dificilmente imaginamos ver.

Não perca: Cerveceria El Regional. Beba da cerveja Patagônia e prove as criações com carne de caça.
Wine Bar de Paihuen, um pizza bar na entrada da cidade (quando o acesso é via Bariloche), à beira do lago Lácar, no alto de uma montanha, que oferece um ambiente aconchegante, quente e com uma linda vista. Vale a pena ver anoitecer por ali.

Uma última coisa: existe a possibilidade de acessar a cidade pelo aeroporto de Chapelco, com voos diretos partindo de Buenos Aires (duas vezes por semana), pela Austral, em modernos Embraer. Os atrasos são constantes, mas isso te economiza cerca de 9h de viagem. O hotel Loi fica a apenas cinco minutos do aeroporto.

Ja fui! Ficamos em Villa Angostura. Aliás, já fui verao e inverno, e gostei mais do verao. Mas as duas épocas sao bacanas. San Martin de los Andes e pra se por no roteiro.A escondida Villa Traful tambem. Paisagens lindas, comida ótima, uma colecao de pousadas com restaurantes muito interessantes. Em Bariloche nao da pra deixar de dar uma passada no LLao LLao nem q seja para um cha na tarde. Vale a pena ir nesse período do ano tambem!

Amei – fui 2 vezes para Villa La Angostura. É uma região linda e no verão, se vc não é fanático por ski, vai adorar. O passeio pelos 7 lagos é para não esquecer. Serão dias de descanso e muita natureza.

    Estivemos em Medonza, Vila La angustura e San Martin de Los Andes no mês de março. Clima agradável, paisagens maravilhosas e foi a época da víndima. A região no inverno e no verão diferem tanto que representa dois passeios diferentes. A neve esconde as paisagens “verdes” e o contraste com as águas do lago são bem diferentes. No verão tudo muda. O verde das matas e o azul escuro dos lagos. Verão é passeios por paisagens deslumbrantes. Inverno restringe um pouco a mobilidade. Agora, para quem deseja esquiar, não tem jeito: inverno!

Não sei se estou no local certo, mas como também é argentina e o assunto é viagem de verão, vamos lá. Estou pretendendo ir a Ushuaia no início de Dezembro, o que será que vou encontrar por lá? Neve? Geleiras? Muito frio? Por favor, me ajudem e obrigado.

    Olá, Carlos! Vai encontrar gelo e bastante frio, com temperaturas abaixo de 10ºC.

    Carlos, eu fui em Abril e peguei temperaturas entre 6 e 18 graus. Tranquilo. Imagino que em dezembro (final da primavera e início do verão) seja ainda mais tranquilo. Acho que a previsão de 10 graus e muito frio é um pouco pessimista. Vá que vc vai amar!!! A cidade (e os passeios) são espetaculares!

    Fui em no final de março para Ushuaia e El Calafate,peguei muito frio apesar de ter dias lindos com sol.Mas eu recomendo mil x. Passeio lindo demais.Fique em um hotel na montanha.Fiquei no Las Hayas em Ushuaia.. Fez toda diferença.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.