Viagem a trabalho: o que você faz quando afrouxa a gravata?

Mercure SP Alamedas

Ao contrário das férias, que planejamos em detalhes durante meses, as viagens a trabalho costumam aparecer de uma hora para outra. Entre uma planilha de Excel e uma apresentação de Power Point, não sobra muito tempo para pesquisar sobre o destino. Por isso, muitos tripulantes já deixaram comentários no site perguntando o que fazer para aproveitar um pouco da cidade visitada ao final de uma reunião.

O que dá para conhecer em uma tarde ou uma manhã não é muito, e depende da localização do hotel e do escritório — mas sempre vale o esforço de ir além da piscina do hotel ou do happy hour com o pessoal “da firma”. Em algumas cidades, junto ao centro financeiro existem prédios antigos com arquitetura preservada, museus e outras atrações culturais. Assistir ao pôr do sol em um mirante pode ser um programão; correr em um parque pela manhã, também.

Queremos saber: você viaja a trabalho com freqüência? Que cidades conheceu? Como costuma aproveitar o seu tempo livre?

Aos comentários!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter – @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter – @riqfreire

Visite o VnV no Facebook – Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email – VnV por email


23 comentários

Se der para passar o final de semana, melhor…..Mas se não der, procuro jantar no melhor lugar da cidade ( pesquiso guias e sites de viagens ) e experimento o prato tipico, a sobremesa, o sorvete da região. Vou ao shopping ou comercio local pra comprar algum presentinho pra mim e pra minha filha…..Ou vou tomar um chpe ou drink num bar tipico da cidade para observar o povo local e os jovens……SEMPRE dá pra aproveitar uma viagem a trabalho, pelo menos para as MULHERES……

O pior é quando vc pergunta no hotel o q tem para fazer ali por perto e @ recepcionista, na maior boa vontade, te indica um shopping? Eu tô numa cidade diferente – não quero ir para um lugar tão pasteurizado.
Eu gosto de correr, então aproveito as manhãs para correr num parque ou numa orla. Normalmente tenho uma planilha de treinos a cumprir, mas em viagens a trabalho corro o q dá, com prazer, passeando. As condições de clima e altitude já são diferentes então tenho que me adaptar. Já vou e volto correndo do hotel para economizar tempo.
Procuro também sempre levar um biquini na bagagem: não ocupa espaço nenhum e dá para aproveitar a piscina e a sauna do hotel, q são instalações q não tenho muita oportunidade de usar e são relaxantes.

Eu viajo bastante a trabalho. Meus destinos sao Peru, Mexico, Estados Unidos. Procuro sempre voltar no final de semana, para aproveitar um pouco. Também consigo programas minha agenda de reunioes, o que facilita. No Peru nao consigo fazer muita coisa porque acho um pouco inseguro em certos horarios. No Mexico e Estados Unidos eu aproveito bem. Programo com antecedencia o que farei e sempre consegui visitar tudo que estava nos planos.
Viagem a trabalho também pode ser planejada a partir do momento que se sabe a data dos voos e o que ira ser feito no destino, principalmente quando for viagem internacional.

Bem, sou nova nas viagens à trabalho, e quando vou, dificilmente consigo um dia inteiro. Mas, embora tenha pouco tempo livre, sempre pesquiso alguma coisa sobre o lugar e tento dar uma “curtidinha”, como ir a praia, caminhar num parque, ir num restaurante legal, ou shopping e fazer umas comprinhas. Meus últimos destinos foram Salvador, Vitória, Recife e São Paulo. Com exceção de SP, as cidades são pequenininhas, então dá pra aproveitar um pouquinho.

Minhas viagens a trabalho sao quando vou a congressos. Na minha area, o evento mais importante e sempre em algum local interessantes e sempre tento ir um final de semana antes e voltar no seguinte, ou emendo ferias…Tambem aproveito para conhecer locais diferentes e outros, turisticos. De uns anos pra ca, comecei a ir em eventos no exterior: Minneapolis, congecendo tambem St Paul em Minessota, Nebraska e Washington DC; Paris, Clermont Ferrand e Londres; Ghent na Belgica, Bruges e Paris na volta; congresso em Montreal, depois conhecendo Quebec City, Ottawa, Toronto e Niagara Falls. No Brasil: Rio, Fortaleza, Natal, Recife, Olinda, Garanhuns, Porto Alegre esticando em Gramado e Canela, Belo Horizonte, Curitiba, Florianopolis, Guarapari, Goiania, Brasilia, Serra da Canastra, Foz do Iguacu, Campo Grande, Montes Claros, geralmente o programa e gastronomico, mas quando da tempo vou passear!

O negócio é usar aquele dia ou aquela noite disponível com calma, como se você tivesse uma semana mais par ficar na cidade. Assim dá pra “fazer algo” propriamente dito, em vez de ficar rodando a esmo apressando o morotista par conseguir “conhecer tudo”.

Viajo mensalmente a trabalho e tento ficar pelo menos um final de semana entre duas de viagem que tiro para aproveitar. Organizo a agenda de forma a poder aproveitar o final de semana completo pra mim. Mantenho uma lista de shows, restaurantes, atrações que tenho interesse e quando as passagens aéreas e hotéis estão reservados escolho o que farei no tempo livre.
Geralmente escolho hotéis bem localizados para os finais de semana, pois meu passeio preferido é caminhar pelas ruas e ver como as pessoas de cada lugar vivem. Dentre as cidades que sempre freqüento estão Miami, Chicago e New York. Este ano passei uma semana na África do Sul e consegui 2 dias livres ao final e aproveitei para fazer passeios como safari e mergulho com tubarões. Fiz aulas de dança de salão em NY e aproveito a gastronomia para conhecer mais a cultura de cada lugar.

Já viajei mais à trabalho,conhecendo algumas capitais. Hoje me concentro em duas cidades aqui na Ba: Juazeiro e Porto Seguro. Fui muito, e eventualmente vou, à região de Barreiras e procurava dormir em Lençóis na volta; tb sempre parei em pontos estratégicos da Br 242 para ver aquele visual da Chapada, etc. Em Juazeiro, prefiro atravessar e ficar em Petrolina e rodamos/navegamos no Velho Chico, qdo dá. Em Porto fico sempre em Arraial (atravesso para trabalhar, mas é mais agradável do que o transito de SSA), ando na praia de manhã, vou a restaurantes à noite, sempre colocamos um dia a mais e alugamos carro indo para Sto Andre, Espelho etc. Ao exterior nunca fui à trabalho. Nas capitais sempre dava um jeito de passear, nem que fosse em um táxi.

Ja fiquei 3 meses na Ilha da Madeira a trabalho, corria nas esplanadas do Lido pela manha, cada noite jantar num restaurante diferente com os outros brasileiros q estavam la a trabalho tbem! Passei o Natal, Reveillon e Carnaval la, deu p aproveitar como turista os eventos feitos la nessas epocas, lindo de viver! Nos finais de semana, qndo nao estava trabalhando, aproveitava p turistar pela Ilha! Pedi uma sexta p fazer uma pq viagem a Alemanha e no final pedi 20 dias de ferias p curtir a Europa!
No Brasil, uma vez fui trabalhar por 2 semanas em Itajai, nos colocaram num hotel la mesmo, mas depois descobri com a area de suporte a viagens que tinha um hotel em Balneario Camboriu mais barato que esse de Itajai e em frente a praia, na hora pedi p alterarem p poder curtir um pouco de BC depois do trampo, afinal, ninguem eh de ferro neh?
Tbem fiquei 2 semanas em Floripa e a empresa pagava p voltarmos p casa no final de semana, e claro, eu nao quis, preferi ficar la curtindo a Ilha da Magia.

O meu turismo a trabalho é o “turismo acadêmico”, pois viajo pra congresoss etc. Qd dá, tento incluir um dia antes ou um depois pra ver a cidade. Foi assim na última ida a brasília, fiz o city tour por lá em um dia antes, à noite fui ao Lago… Mas normalmente eu tento msm é aproveitar o horário de almoço e a noite. Em SP na útlima vez consegui fazer isso e curitr pequenos programas e até uma exposição no CCBB que queria mt ver. Semana que vem estarei em Aguas de Lindoia e espero que dê pra conhecer as famosas águas locais entre uma palestra e outra.
abs,

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.