#Linkódromo | Como visitar o Cristo Redentor sem via-crúcis

Cristo Redentor

A Luzia mora ao lado do acesso ao Corcovado e, conforme explica, “depois de ver por aaaaaanos os turistas sofrendo para visitar o monumento mais famoso do Brasil!, resolveu fazer um blog com os macetes para evitar o sofrimento.

O blog se chama Dicas para o Cristo e eu… a-do-rei! Prestação de serviço pura. O bacana é que as dicas são atualizadas. O que a Luiza percebe que mudou — como, por exemplo, a absurda eliminação da hora marcada no formulário de compra pela internet –, imediatamente é publicado.

Bookmarque e compartilhe com quem você saiba que está indo pra lá…

Dica para o Cristo: quanto mais cedo melhor

Dica para o Cristo: tiraram a hora marcada do ingresso vendido pela internet!

Dica para o Cristo: estratégia de visita durante a temporada de cruzeiros

Dica para o Cristo: não vá de carro, vá de transporte público

Dica para o Cristo: se ainda assim for de carro, onde estacionar

Leia também:

Guia do Rio de Janeiro no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


43 comentários

Ahhh que pena, se eu soubesse desse blog antes de voltar pra casa semana passada teria ido ao Cristo levar a Julia! Pensei em fazer isso varias vezes e desisti lembrando do perrengue que li em varios blogs contando da mafia das vans…

Uma das trilhas mais legais do Rio de Janeiro, começa no Parque Lage e vai até o Cristo Redentor. Se você gosta de caminhadas, pegue um ônibus (são muitos) até o Parque Lage ou deixe seu carro no estacionamento de lá (Bairro Jardim Botânico) e suba a trilha para o Cristo. Os seguranças do Parque Lage dizem onde é a entrada e não tem como se perder. Regra número 1 de quem faz trilha: Não Saia da Trilha!!! Domingo é o dia ideal para fazê-la.

Outra trilha interessante é a do Morro da Urca. Nela, você entra pela Praia Vermelha e Pista Claudio Coutinho. Essa é bem tranquila e dá para ir com a família.

Concordo com o Marcelo. Isso aqui é utilidade pública! Gostei muito do que escreveu, parabéns pelo artigo e pelo blog. Um abraço.

Luzia,

Vc podia dar dicas do que fazer depois de ir até o Corcovado. Programas interessantes por perto, restaurantes.

Estamos te seguindo!
Beijos viajantes!

    Não lembro de nada interessante por perto. Pode pegar um táxi e ir até a Lagoa. É só atravessar o túnel.

    Olha, Cosme Velho e Laranjeiras não tem nada! Morei 30 anos lá, posso dizer sem medo de errar.
    Eu pegaria uma taxi e iria até Ipanema, Leblon, Lagoa…

    hummmm, to com um post na cabeça sobre isso… tenho umas idéias, aguardem!

Muito importante! Eu moro no Rio, fui levar parentes até o Cristo no sábado passado ena véspera montei uma grande estratégia para chegar lá. Sabendo das dicas de quem mora pertinho…fica muito melhor…Vou aproveitá-las na próxima visita.

Quanta honra! Obrigada Ricardo! Quem tiver dúvidas pode perguntar lá no blog que eu tento responder rapidinho 🙂 Quanto ao estacionamento citado pelo Gabriel Dias eu tinha mesmo me esquecido. É na Casa do Minho (mas atenção – ele é pequeno e geralmente fica cheio) Só avisando que, se não tiver vaga da Casa do Minho, o motorista vai ter que subir até o viaduto do túnel rebouças para fazer o retorno e depois descer até o estacionomento da igreja 🙂

    Mas já poupa muito esforço, pois subir no calor a rua é bem cansativo.

Só o estacionamento indicado que não é o mais próximo. Há outro, mais em cima, e consequentemente mais perto. Fica do lado direito de quem sobe a rua em direção Cristo.

Caramba! Utildade pública total, era o caso de receber isenção fiscal por interesse público… Parabéns para o blog!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.