Vídeo do sábado: Hoi An

Meu maior arrependimento da viagem que fiz ao Vietnã em 98 foi não ter dormido na cidadezinha de Hoi An. O roteiro que comprei (com guia particular; naquele tempo era bem difícil viajar por conta própria) fazia de Hoi An uma escala no caminho entre Da Nang e Huê. Nas cinco horas que passamos na cidade (com direito a visitar uma fábrica de seda artesanal), deu para perceber que Hoi An é uma Paratyzinha vietnamita.

Mais tarde eu vim a saber que no décimo-quarto ou décimo-quinto dia de cada mês lunar acontece uma festa linda na cidade: o Festival da Lua Cheia. Toda a luz artificial é desligada, e a cidade fica iluminada apenas por lanternas. A maior dessas festas acontece na lua cheia do meio do outono.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=r7VTTBdmZ2s]

7 comentários

Ou seja: cerveja, digo — ou seja: pra ir a Hoi An continua sendo preciso descer em Huê ou Da Nang.

Cám ón bà, Sylvia!

Quando eu fiz o Vietnã eu cheguei por Hanói, fui e voltei de Ha Long de carro, então peguei um avião a Da Nang, onde já tinha um carro com guia esperando para dar um pulinho em China Beach (que era uma base americana na guerra, mas pra gente não tem nada de especial) e então passar por Hoi An, chegando à noite em Huê. Huê é uma antiga capital imperial, também tem aeroporto. De Huê a gente voou para Saigon, e de lá fomos pro Camboja.

Ou seja: com certeza, dá para chegar em Hoi An voando a Huê. (Mas eu não me surpreenderia se já existisse um aeroporto em Hoi An.)

E eu também só chamo a Birmânia de Birmânia. (Myanmar, além de ser mais feio, é o nome dado pela ditadura militar.)

Ai, ai…Vietnã é uma das paradas obrigatórias quando eu for fazer minha volta ao mundo, espero que logo. As outras paradas são Cambodia (pelo menos para ver Angkor Wat), Tailândia e Birmânia (pois é, virou Myanmar, mas acho Birmânia bem mais romântica 🙂 ). Pelo que sei é bem mais difícil se virar nesta última.
Riq, como faz para se chegar até lá, avião ou transporte terrestre? Me parece um pouco fora de mão, por estar no meio do país, entre Hanoi e Saigon.
Lugar maravilhoso…obrigada pelo video 🙂

Nossa, não sei como ainda não fui para o litoral sul, nunca coloquei os pés em cidades como Paraty e Angra, e nem pela Rio-Santos passei. Não faço a mínima questão de conhecer Angra (a cidade), mas Paraty está nos planos.

Mudando de assunto, quem for ao sul do caribe agora deve ficar de olho no Felix, o mais novo furacão do ano; hoje suas chuvas estão influenciando o norte da Venezuela e Los Roques, amanhã deve passar perto das ilhas ABC, os ventos não estou fortes para causar danos, mas vai chover bastante em toda a região. O furacão anterior, Dean, poupou as cidades turísticas mais populares da região Yucatán e Jamaica, mas praticmaente tirou do mapa a cidadezinha de Majahual (era categoria 5, bem diferente do Felix categoria 1).

Delicia de vídeo mesmo; dá até pra ficar com aquela melodia fofa na cabeça…
E curti o seu link também, Sylvia: coisa boa da Ásia é que ainda há muitos destinos com grandes hotéis a preços possíveis. 😉

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.