Visto americano: o outro lado

Visto americano: o outro lado 3

O Bruno voltou impressionado de um encontro com o chefe da seção consular americana no Rio, William Weissman, em que foi exposto o interesse do consulado em melhorar a qualidade de atendimento aos postulantes ao visto americano.

(Cá pra nós: já não era sem tempo…)

Alguns dados e curiosidades que o Bruno anotou:

• Nos 4 consulados brasileiros, 87% dos pedidos de visto são aprovados;

Os postulantes esperam em média 2h para serem atendidos.

Por dia são feitas em média 1.400 entrevistas em SP e 350 no RJ, sendo que no Rio há apenas 3 oficiais para realizar as entrevistas;

Em breve será obrigatório deixar as 10 digitais no momento da entrevista e, quando isso estiver valendo, na renovação do visto não será mais necessária a presença do postulante.

O prazo médio para agendamento de visto é de 90 dias, mas a cada semana são criadas novas vagas para os dias seguintes de acordo com a média de produtividade dos oficiais consulares que trabalharão naqueles dias.

Os brasileiros, independente de onde morem, agora podem solicitar seu visto em qq consulado: Rio, Sampa, Recife ou Brasília.

Os vistos que são negados sem qualquer pergunta ou checagem da documentação levada pessoalmente, se deve a mentiras no preenchimento do formulário online (escola, trabalho, endereço…). Há pessoas que checam esses dados antes do postulante chegar para a entrevista.

Os vistos americanos hoje só têm validade máxima de 5 anos porque o Brasil também colocou esse limite para os vistos dos gringos… Apesar de várias solicitações do Departamente de Estado Americano, o Itamaraty se recusa a aumentar essa validade.

Meu visto vai vencer daqui a um mês, então vou ter a oportunidade de conferir essas informações na prática…

Alguém aí andou pedindo ou renovando visto ultimamente? Queremos os detalhes!

139 comentários

A minha entrevista está marcada para o dia 5 de dezembro. Agendei o mes passado e o tempo de espera minimo eram de 66 dias. Mas só percebi depois, que eram 66 dias UTÉIS. hehehe Coisa que não está escrito em lugar algum… isso claro para primeiro visto.

Infelizmente não tive sorte na renovação do visto de turismo no RJ (expirado a 2 meses). O atendente fez varias perguntas e alegou que minha renda era muito baixa, no caso eu declarava prolabore de 1 salário, porém anexei uma carta de custeio em nome do meu avô como sendo ele que pagaria a viagem. Tenho 25 anos, pós graduado e microempresário, já fui 3 vezes aos EUA (2 a turismo, 1 visto J1). Pretendo tentar novamente ano que vem, antes que passe o prazo de 12 meses de expirado, para isso devo aumentar minha renda no prolabore.

Eu renovei o meu visto (vencido em Maio) em agosto, e contratei um despachante p/agendar a entrevista, já que tinha uma viagem agendada p/NYC em agosto. O despachante conseguiu agendar o visto em menos de 1 mês, para uma semana antes de eu viajar. Cheguei lá munida de milhares de documentos, fiquei uns 20 mins na 1ª fila, o atendente 1º guichê apenas conferiu os docs. e me disse p/entrar e pagar a taxa do correio, SEM ENTREVISTA nenhuma, ou seja, rápido, fácil e indolor. Em 3 dias o passaporte c/o visto estava na minha casa.

Olha que coincidência, fui hoje tirar meu visto no Consulado do Rio e entrei aqui falando: po, queria contar como foi…. 😀

É o meu primeiro visto pros EUA e fiquei bem surpresa (positivamente) com o atendimento. Marquei a entrevista há dois meses quase, para às 10h da manhã, mas o horário não foi cumprido – nem esperava que fosse. Cheguei no Consulado às 8:40 e depois da revista à bolsa (seguranças mulheres, muito educadas) fui pra fila pegar uma senha.

No guichê da senha tirei algumas dúvidas, os atendentes foram super solícitos.

Eles chamaram as senhas em ordem aleatória, primeiro para tirar as impressões digitais – super rápido e pessoa simpática atendendo – e depois pra entrevista.

Haviam 3 guichês pra fazer a entrevista e pelas caras das pessoas todo mundo estava conseguindo o visto. Demorou quase 1h pra me chamarem e a minha entrevista durou 3 minutos, sem brincadeira!

O consul perguntou há quanto tempo estava na mesma empresa, meu salário, pediu meu imposto de renda – eu entreguei meu contra-cheque tb e ele nem olhou. Perguntou qual era o meu roteiro nos EUA, se tinha parentes lá e pronto!!! Concedido!

Estava morrendo de medo porque o meu namorado está nos EUA, fazendo um curso pelo Governo do Brasil – ele é funcionário público – e eu vou pra casa dele. Levei todos os documentos dele, cópia do passaporte oficial, fotos nossas, mas eles nem questionaram….

Foi bem mais fácil e menos burocrático do que eu pensei que fosse ser. A única surpresa ruim é que vc não pode mais buscar o passaporte com o visto no Consulado, tem que pagar o courier pra entregar na sua casa – mais R$ 26, além de todos os outros gastos. Não sei se isso é novidade aqui, parece que sim pelo que os meus amigos comentaram.

Meu visto era B1/B2 (Business & Tourist), e havia expirado há menos de um ano. Meu passaporte tinha 10 entradas nos EUA, mesmo assim tive de agendar entrevista, morrer em US$100, na taxa de agendamento da entrevista e me deslocar até o Rio (moro em Vitória-ES), o que significou entre bilhete aéreo e táxis mais uns R$400.

Cheguei lá e demorei cerca de 2 horas para todo o trâmite. Me chamaram à cabine e o entrevistador não me fez uma única pergunta. Carimbou o processo e concedeu 5 anos.

Achei ridículo ter de me deslocar para lá, somente para estar de corpo presente no consulado. Ganhariam todos – os brasileiros e o consulado, se o processo fosse simplificado a requerentes de determinado perfil, eximindo-o da entrevista.

Minha esposa obteve o visto para os EUA no início deste mês e tudo transcorreu na maior tranqulidade.

Como moramos em Belo Horizonte tivemos que nos deslocar para Brasília, mas tirando esse transtorno o restante foi tranquilo, sendo que com 2 horas de embaixada ela já estava liberada.

No nosso caso ela levou uma pasta de documentos mas só pediram o comprovante de que ela trabalha e pronto, o visto foi aprovado.

Com relação à dúvida que a Taysa levantou acima, no nosso caso em meados de agosto tive que agendar a entrevista para o dia 14 de novembro, mas entrava diariamente no site e em poucos dias surgiu uma vaga para o dia 6 de setembro, e aí foi só reagendar.

Tambem tenho que renovar o meu, e estou enrolando.

Meus primos de BH fizeram tudo pela internet e vieram pra Sampa para a entrevista e tudo certo, receberam o visto em casa, mas demorou umas 3 horas, fila fora depois dentro e depois entrevista e pagamento da taxa do sedex.

Eu gostaria ainda de ver o Grand Canyon e o Yosemite Park, ah e Seattle, nada mais nos USA, tenho outros destinos em mente no momento.

GIRA, somos DOIS! O brasileiro é ” jeg-oriented “. O Governo é burro, não consegue entender que essa reciprocidade é burra.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.