Gotthard Panorama Express: trem + barco entre Lugano e Lucerna

Gotthard Panorama, Suíça - Lago Lucerna

Assim como o Bernina Express, o Gotthard Panorama Express (antigo Wilhelm Tell Express) cruza os Alpes no eixo norte-sul.

Pode não ser a rota panorâmica mais espetacular da Suíça (o Bernina é mais bonito, e as subidas ao Jungfraujoch em Interlaken e ao Kleine Matterhorn em Zermatt, mais vertiginosas), mas é o trajeto mais diversificado: combina um trecho de trem com uma travessia de lago, num passeio encantador.

Outra vantagem do Gotthard Panorama Express é que, à diferença do Glacier Express ou mesmo do Bernina, este roteiro não obriga você a nenhum grande desvio. Se você vem do norte (França ou Alemanha) para o sul (Itália), ou vice-versa, e quer usar um único dia de viagem para ter um gostinho de Suíça, este é o percurso com melhor relação tempo x benefício. Recomendo dormir em Lucerna, que para mim sintetiza as melhores características das cidades suíças de médio e grande porte (explico melhor neste post).

Fiz o passeio no sentido sul-norte — por acaso — e acredito que seja o itinerário mais interessante, porque a parte do barco me pareceu mais bacana do que a do trem. (É bom ter em mente, porém, que eu já estava ziguezagueando há uma semana pelos trilhos suíços.)

Vamos por partes

Gotthard Panorama Express, Suíça

Funciona assim: você sai de manhã de Lucerna (de barco) ou de Locarno (de trem panorâmico). Quem sai de Lugano, como eu, vai de trem comum até Bellinzona (20 min.) e faz baldeação para o trem de janelas panorâmicas.

Barco e trem se encontram em Flüelen, na margem sul do Lago Lucerna, e trocam de passageiros. O trecho de trem leva duas horas; o de barco, quase três. A viagem toda leva 5 horas entre Lucerna e Locarno (e meia hora a mais pra quem sai ou chega por Lugano).

Entre 14 de abril e 30 de junho o circuito completo só é operado nos fins de semana. Entre 1º de julho e 22 de outubro, a operação será diária. Neste momento a página de reserva online está em manutenção. Vamos continuar monitorando; mas de todo modo você pode comprar seu bilhete em qualquer estação na Suíça.

De Lugano a Flüelen

Quem sai na direção sul-norte contempla, no primeiro momento da viagem, a vegetação exuberante do Ticino — a região mais verde da Suíça. Aproveite, porque rapidinho o trem vai entrar no Túnel da Base de São Gotardo.

Com 57 quilômetros, o túnel inaugurado em 2016 um que tinha sido construído em 1882 (no exato caminho onde existia, desde o século 13, a passagem mais usada para atravessar os Alpes. (Há um outro túnel para carros.)

Quando os trilhos finalmente emergem do longo túnel, começa a parte mais aguardada do trecho ferroviário: a passagem por Wassen, uma cidadezinha pitorescamente suíça cujo ponto focal é a igreja barroca de São Galeno, postada no alto de uma colina.

Wassen, Suíça

A rampa de acesso ao túnel foi construída em espiral; ao fazer a curva, o trem passa por uma seqüência de pequenos túneis. Isso cria um efeito sensacional, porque a cada nova saída do túnel você vê a igreja de um lado diferente do trem. Isso acontece três vezes, mas é o suficiente para a gente ter a impressão de que a igreja está brincando de esconde-esconde.

Wilhelm Tell Express, SuíçaWilhelm Tell Express, SuíçaWilhelm Tell Express, Suíça

Quarenta minutos de Suíça depois, você chega ao lago.

De Flüelen a Lucerna

Fiz a minha travessia num dia perfeito de final de verão. As quase três horas do percurso não cansaram nada, tamanha a beleza da paisagem.

Wilhelm Tell Express, Suíça

A passagem em primeira classe inclui o almoço.

Wilhelm Tell Express, Suíça

Wilhelm Tell Express, Suíça

Wilhelm Tell Express, SuíçaWilhelm Tell Express, SuíçaWilhelm Tell Express, Suíça - capela de Guilherme Tell

Durante o passeio o barco diminui a velocidade ao passar ao largo de uma pedra pela qual Guilherme Tell, personagem mitológico suíço (mitológico no sentido de que não existiu de fato), teria escapado do barco em que estava preso pelos tiranos ligados aos Habsburgo, para continuar a luta pela independência suíça. Nesta pedra foi erguida uma capela (imagem acima, à direita), e não há quem não click click click.

Outro momento de significado histórico é quando o barco passa por Rütli, onde nasceu a Confederação Suíça.

Wilhelm Tell Express, Suíça

Wilhelm Tell Express, Suíça

Wilhelm Tell Express, Suíça

Wilhelm Tell Express, Suíça

Um pouquinho antes de chegar em Lucerna começam a aparecer mansões à beira-lago ou encarapitadas nas montanhas. Uma das paradas provoca a memória dos brazucas: Weggis. Weggis…. Weggis… meu Deus, de onde eu conheço esse lugar? UFA! LEMBREI: foi onde a Seleção Brasileira fez a preparação para a Copa da Alemanha em 2006. (Um minuto de silêncio em homenagem ao grande Bussunda, por favor.)

Chegando a Lucerna

Outra vantagem de fazer a viagem neste sentido está no fato da chegada a Lucerna pelo lago ser triunfal: os grandes hotéis típicos de balneário à sua direita, o centro histórico à esquerda. A estação de trem fica praticamente ao lado dos píers, caso você precise continuar a sua viagem. Mas eu recomendaria pelo menos um passeio pelo centro histórico. Para quem vai ficar mais pela Suíça, Lucerna é uma base ideal para a Suíça alemã: está a 50 min. de Zurique, 1h de Berna e 2h de Interlaken.

Quanto custa

Ao atualizar as informações do post (a começar pela mudança do nome do trem), deparamos com a página de preços e reservas dos trens panorâmicos suíços fora do ar. Atualizaremos assim que dispusermos da informação.

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Leia mais:

 

68 comentários

Deixo a informação aqui mais como um alerta para outros trips.

Houve um grande deslizamento de terra na Gotthardbahn e o tráfego de trens entre Ticino (consequentemente Itália) e Zurich, Luzern etc. está interrompido até 6 de julho.

Há ônibus cobrindo o trajeto interrompido mas eles vão acrescentar até 90 minutos por viagem.

Mais informações aqui: http://www.ffs.ch/orario/informazioni-sul-traffico-ferroviario.html

é simplesmente impossivel fazer a reserva para esse passeio panoramico no Brasil… não existe SITE que eu tenha encontrado na internet deste passeio especifico… na raileurope eles simplesmente não sabem informar sobre… :(… ausencia total de informações PRECISAS sobre o assunto!
se alguém souber, vamos compartilhar…
afinal: na pratica, como que faz?

Olá Ricardo, estou adorando seu livro 100 praias… show!

Bom, entre final de Agosto e início de Setembro/12 farei um tour pela Europa de 17 dias; como sempre o dia da ida e da volta é perdido, então passearei mesmo por lá 15 dias.

Pretendo ficar 7 dias na Suiça, 4 dias em Munique, 1 em Salzburgo e 3 em Viena.

Poderia me ajudar a lapidar meu roteiro??

Minha dúvida principal é em quais cidades da Suiça devo escolher, pra passar os 7 dias lá, pra aproveitar o que a Suiça tem de melhor!!!

Também gostaria de ir a Praga e Berlim, mas acho que vou deixar as duas pra outra viagem, pra não ficar muita correria.

Se tiver outra sugestão pro restande do passeio, manda aí! ninguém melhor que vc pra palpitar hehehe.

Seu site tá 10!

Abraço e brigadu

Claudio

    Ola, Claudio! Aqui quem responde é A Bóia.

    A postagem do Ricardo Freire sobre a Suíça ainda não terminou. Os próximos posts tratarão justamente de como decidir entre as cidades. Fique de olho.

Ricardo,
É necessário ter o Swiss Pass para usar o Wilhem Tell Express ou dá para comprar passagem só para o Express? Obrigado.

Sensacional!!! A Suíça realmente é linda e não vejo a hora de voltar!

Meu passaporte ficou nervosíssimo, esse(s) estão na minha listinha com um U de urgente na frente. Obrigadíssima!!!

Já eu fui direto de Zurique para Lucerna de trem e fiz o passeio incrível do Monte Pilatus, onde vc pega um teleférico para o topo do monte que fica a 2.100 metros de altitude, de onde vc tem uma visão panorâmica do Lago Lucerna, que tem um formato de estrela deste ângulo e vc vê ao fundo as montanhas nevadas dos Alpes. É um passeio fantástico, depois vc desce o Monte Pilatus num Plano Inclinado até Alpnachstad, onde vc pega um barco parecido com o que vc pegou, este barco dá uma volta inteira no lago Lucerna e te deixa em Lucerna. Fiz este programa em um dia e na volta ainda pude passear pela linda Lucerna.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.