TAM aumenta milhas para América do Sul; Gol diz que não muda

Farellones, nos arredores de Santiago

Como diz o Rodrigo Purisch, milha boa é milha gasta. (Eu concordo, e completo: milha boa é milha grátis — que você ganha no cartão de crédito.) Os regulamentos dos programas de milhagem permitem que as companhias mudem a regra quando queiram. E na maioria dos casos, quem sai perdendo é o freguês.

Eu sou do tempo que meras 12.500 milhas compravam um upgrade na executiva para o exterior, não importando a tarifa de classe econômica que você pagasse. Foi assim que passei anos e anos voando na business da Varig. Valia muito a pena. Mas daí a American subiu a cota para 30.000 milhas em cada perna – e logo todas seguiram o exemplo. Hoje, para ganhar upgrade na executiva, além dessa quantidade toda de milhas você ainda precisa ter comprado uma passagem tarifa quase cheia. Já me conformei e dei adeus à executiva há um tempão.


Para vôos dentro do Brasil e da América do Sul, o Fidelidade TAM é o programa mais generoso: não há limitação de assentos-prêmio por vôo. Aos poucos, porém, a cia. vai endurecendo as regras. Primeiro instituiu a antecipação de 7 dias para emitir a passagem pela pontuação normal. E agora criou a distinção entre vôos domésticos (que continuam sendo emitidos por 10.000 pontos o trecho) e vôos para a América do Sul (que agora só são emitidos por 15.000 pontos o trecho).

O problema desse endurecimento de regras é que normalmente a coisa se espalha rápido; assim que recebi o newsletter do Fidelidade, temi que o Smiles enveredasse pelo mesmo caminho.

Acionei minhas fontes na Gol e, pelo menos por enquanto, não se fala em mudar a quantidade de milhas para a América do Sul. (Na Gol os vôos domésticos e para a América do Sul custam 10.000 milhas o trecho; para o Caribe, 15.000.)

É inteligente não mexer — até porque o Smiles tem outras maneiras de controlar a emissão de passagens-prêmio, já que os assentos-prêmio são limitados (depois de esgotados os assentos  na milhagem normal, só cacifando o Smiles Any Day, que cobra o dobro das milhas). O sistema, contudo, está bem mais mão-aberta do que na época da Varig. Se você tiver uma certa flexibilidade de horário e não deixar para a última hora tem grandes chances de confirmar o seu trecho pela milhagem normal (no Brasil e na América do Sul; já para o Caribe é mais difícil).

Bem, o moral da história é o de sempre: não deixe milhas acumuladas na sua conta. Use na primeira oportunidade.

Aproveite as promoções de milhas reduzidas que volta e meia reaparecem, nas duas companhias. É o jeito mais inteligente de não deixar suas milhas desvalorizarem com as mudanças de regras.

Leia no Aquela Passagem:

Fidelidade TAM cobrará 15.000 pontos por trecho na América do Sul (exceto Brasil)

Leitores do Aquela Passagem avaliam os programas de fidelidade das cias. aéreas

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


77 comentários para “TAM aumenta milhas para América do Sul; Gol diz que não muda”

  1. [...] e completo: milha boa é milha grátis — que você ganha no cartão de crédito.) Os. TAM – Pesquisa de blogs do Google Posts Relacionados:Nova regra Tam Fidelidade aumenta de 10 mil pontos para 15 mil …Promoção [...]

  2. Apesar de previsto no programa, acho que o aumento do numero de muilhas para as milhas já creditadas viola o Código do Consumidor, visto que no caso da TAM por muitas vezes foi prometido que uma passagem para a Europa, ou a aquisição de um cartão valeriam um trecho para a America do Sul.

    Quem tem muitas milhas deve procurar a Justiça e fazer valer seus direitos nos Juizados Especiais.

    E, cabe ao consumidor escolher o melhor programa. Com as promoções do smiles eu consegui TODAS as viagens do ano passado por entre 3000 e 5000 milhas partindo de Congonhas no horário que queria, e via internet. Na TAM, a disponibilidade de promoções era menor, e como o sistema é complicado voce e obrigado a pagar R$ 30 pelo atendimento pessoal ou pelo telefone. A uncia vantagem da TAM eram os voos para o Peru,que a Gol não faz,Bogota, que deixou de ser feito pela Gol, os direitos para o Chile, que podiam ser feitos em bussines com 15000 milhas. É por isto que não uso mais o fidelidade, e tenho passado meus pontos para o smiles.

  3. Pois é, dia desses vi na tv uns jovens que não sabiam explicar a palavra “inflação”, tão comum para quem já não é tão jovenzinho assim. Voltamos a conviver com os efeitos daquela palavrinha ( o dragão da inflação!)no ALUGUEL -jisus- no supermercado, no combustível e agora nas MILHAS!!!! nossa senhora da boa viagem, que nos proteja!

    1. O aumento de 10 mil para 15 mil milhas não se dá em função de inflação. Pois se pensar assim podemos admitir que para emitir um bilhete-trecho daqui a 10 anos seja necessário algo como 50.000 milhas.O que seria necessario REAJUSTAR tambem a quantidade de milhas recebidas por trecho voado. O que não acontece.

      1. A TAM procura fazer com que uma menor quantidade de pessoas possa emitir bilhetes atraves de milhas e assim aumentar o lucro da empresa. Só que provavelmente será um tiro no pé já que a insatisfação com o INfidelidade tam é geral.

      2. só fiz uma piada, meu caro!
        Mas que inflou , inflou!

        1. Conta aquela do. . .

  4. Antes eu só viajava de TAM quando a passagem era mais barata. Agora só viajarei quando a passagem for beeeem mais barata.

    Há muito tempo que o smiles tem se mostrado um programa melhor que o fidelidade da TAM. Mas agora a diferença de um para o outro está enorme.

  5. Há muito tempo eu deixei de considerar minhas milhas pra emitir passagem. É sempre tão complicado que acho mais fácil pegar uma promoção. As milhas do cartão de crédito estão acumuladas para as próximas férias quando, aí sim, terei a tal flexibilidade de datas…

    1. eu sigo o mesmo raciocínio. Minha fidelidade é com meu bolso.

  6. Nos últimos dois anos só tenho usado o Smiles. É muito vantajoso para que tem a possibilidade de emissão das passagens com antecedência.

  7. Só pra registro de dados, com certeza o pessoal da tam passa por aqui, excelente blog formador de opinião.

    A tam a muito tempo tá passando uma vergooonha. Num vejo a hora de chegar logo minhas férias e torrar minhas 45.000 milhas e tchau. E cogito ainda cancelar o itaucard, ou parar de usar pra não perder a linha de crédito.

    Vergoooonha tam(minúsculo mesmo) vergooonha!

  8. Uma dúvida: No programa Smiles vc só voa de Gol? Procurei passagens pro chile e pela Gol e são quse 24 horas pra chegar lá (considerando que moro no nordeste). Inviavel perder 2 dias da vigem dentro de aviao e aeroporto pra um destino “perto”. Com a Tam mesmo com conexões é bem mais rápido. Teria outra opção usando milhas pra ir pro Chile?

    1. Olá, Katy! Sim, pelo Smiles a única maneira de chegar ao Chile é pela Gol.

    2. Se suas milhas estão no Smiles não há alternativas. Se estivessem no AAdvantage, por exemplo, você poderia emitir passagem na LAN.

  9. Como se isso não bastasse, a burocracia para se emitir um tíquete prêmio da Tam pela internet, ou apenas para consultar o extrato de pontos, é cada vez maior. A quantidade de senhas e confirmações que eles pedem é enorme! A criação do programa Multiplus só veio confundir mais do que ajudar.

  10. Sei lá essa história de milhas é complicado…
    Posso contar em uma mão as viagens que conseguimos fazer usando elas.. E tenho que falar mais da metade delas foram do tempo da finada Varig.
    A não ser que você viaje muito a trabalho dificilmente conseguirá acumular milhas para conseguir um bilhete para algum destino fora da América do Sul. Utilizar os pontos do cartão de crédito para ganhar milhas tem também suas desvantagens.
    Agora eu acho uma enorme sacanagem com o consumidor que de uma hora para outra de uma maneira totalmente arbitrária precisa acumular ainda mais milhas para poder viajar…
    Além de ser difícil acumular milhas pelas vias tradicionais (voando) tem que ter uma paciência de Jó na hora de reservar seu bilhete.. Isso não é fidelidade..
    O mais bizzaro desta história toda é que na mesma semana veio à tona que a tam reverteu o prejuízo do 1 trimestre do ano anterior registrando um lucro de mais de 40% sobre o prejuízo do passado.. http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/aviacao/tam-registra-lucro-liquido-de-r$-1288-mi-no-1o-tri_67989.html
    Se eles tiveram lucro foi certamente graças aos seus fieis consumidores (até porque as passagens da tam não sao as mais baratas), mas agindo assim muita gente vai pensar duas vezes em voar com eles.. Eu sou um dos primeiros da fila!!

    1. Oscar,
      Qual a desvantagem de usar o cartão de crédito para acumular milhas? Eu não conheço nenhuma, pois as milhas são de graça. E como na maioria das vezes o preço é o mesmo pagando à vista ou no cartão, eu sempre fico com a segunda opção.
      Os programas internacionais são bem mais interessantes. Eu uso o AAdvantage é emitir uma passagem prêmio é algo MUITO fácil. Com 40 mil milhas na baixa temporada emite-se ida e volta. Ano passado emiti umas 4 passagens assim.

  11. Uma pena. Essa foi a gota d’água pra eu cancelar meu itaucard e fugir de vez do infidelidade. Os pontos que eu ainda tenho lá vou gastar em alguma bugiganga do multiplus e depois nunca mais.

  12. A tam ja foi boa. Hj está se esforçando p/ perder seus clientes.
    O mercado de aviação no Brasil eh curioso, temos uma low-cost que não eh low-fare, e temos uma cia. tradicional que parece estar caminhando para virar uma low-cost.
    Qdo voo p/ o exterior, sempre dou preferencia p/ cias estrangeiras.

  13. Eu acho a gol mais vantajosa em questão de milhas que a Tam…mas milhas eu uso mais nas férias que a gente se programa com bastante antecedência..A não ser como a promoção de ontem que me mandaram por email …veio uma promoção do smiles de 1000 milhas o trecho para ser usado até 21 de junho..achei o máximo, já ia me atirar ..só que nenhum trecho sai de Porto alegre..snif…snif

    1. tem de POA p GRU e FLN. mas os horários são péssimos.

  14. Concordo muito com a maxima de “milha boa ‘e milha gasta” pq ha um tempo atras eu ficava pensando em guardar, para acumular mais e usar numa viagem mais longa e cara. Mas ai chegava a tal da viagem mais longa e cara e quando eu ia correr atras, a resposta era que nao havia assento disponivel. Dificil…

  15. Eu sou compulsivo no acúmulo de milhas. Viajo bastante pela empresa (na maioria das vezes de TAM), faço todas as minhas compras em cartão de crédito (para gerar milhas) e não assino revistas, jornais e compro qualquer coisa sem antes verificar em qual programa de fidelidade ganharei pontos.
    Graças a essa fidelização já consegui diversos trechos para a América do Sul e até viagem para a Europa.
    No entanto, com mais uma notícia ruim da TAM (aumento de 10 mil para 15 mil milhas para emissão de trecho na América do Sul) e com as diversas promoções da Gol, estou seriamente pensando em migrar de programa.

  16. Quase não junto milhas com viagens, pois sempre procuro a passagem mais barata. Por isso viajei de Tam para NY em 2009, Air France em 2010, Gol no carnaval, até Ocean Air para São Paulo peguei. A compra de uma passagem mais cara por causa de milhas só se justifica se for uma diferença muito pequena mesmo (paguei 150 a mais para NY pela TAM). Do contrário, penso que não vale a pena. Junto meus pontos sempre pelo cartão, e depois de muito tempo consegui juntar 100.000 milhas, convertidas para TAM. Pensei que ia cacifar uma executiva para NY em setembro ou outubro (80.000 na baixa). Doce Ilusão! Tentei reservar passagens no limite dos 6 meses de antecedência, mas só encontrei passagens a 280.000 ida e volta. Isso mesmo, 280.000 milhas ida e volta. É uma piada de mal gosto, pois quem tem 280.000 milhas não precisa de milha e paga a própria viagem. Entrei em contato com a TAM, pensando que havia algo errado, mas fui informado que era isso mesmo. As passagens de 80.000 milhas haviam acabado, então só seria possível viajar com aquele valor extorsivo. Perdi, desisti da executiva, obviamente (upgrade nem pensar, é outra piada de mal gosto – é preciso pagar uma tarifa que custa praticamente o preço da executiva). Pensei que ia tirar minha passagem econômica de 40.000 milhas…Ledo engano. No limite dos 6 meses, ainda de manhã, não havia mais passagem de 40.000, só de 60.000. Ou seja, vou para NY pagando em milhas o custo de uma viagem para a Europa. Tenho uma séria desconfiança de que a TAM pratica propaganda enganosa em relação a suas milhas. Promete passagens a um valor, mas disponibiliza assento, por exemplo. Vende esse assento e depois os trouxas consumidores tem que pagar a diferença. É um negocião, pois coloca uma cenoura na frente dos burros, que não conseguem alcançá-la nunca. Agora com 30.000 para América do Sul só confirma isso…Que é uma empresa que não tem o menor respeito por seus consumidores. Mas tudo bem, acabando as milhas que tenho mando tudo para Smiles…

  17. Lendo o texto do Alex apareceu uma pergunta:

    Qual o custo na baixa temporada pra tirar uma passagem na American usando milhas smiles? é difícil? Alguém já tirou? Vale a pena?

    1. 50 mil milhas. No Smiles não existe alta e baixa temporada para os Estados Unidos.
      Aqui você encontra diversas informações e dicas sobre a emissão: http://www.falandodeviagem.com.br/viewforum.php?f=149

  18. Com este aumento, deixarei de acumular meus pontos na TAM e irei cancelar meu TAM Itaucard.

  19. Alguém conseguiu encontrar passagens para os EUA com a TAM por 20 mil pontos? Com 6 meses de antecedência somente encontro por 30 mil pontos, chegando a pedir até 65 mil pontos por trecho na econômica!

    1. Eu consegui emitir duas passagens para os EUA por 20mil cada trecho entrando por Chicago e voltando por San Francisco. Comprei as passagens numa loja física da Tam Viagens em Dezembro para voar em Abril e deu tudo certo. Não tenho nem dúvidas de que esse processo tem ficado cada vez mais chatinho e complicado para todos os consumidore =/

    2. Escrevi dois posts acima sobre isso…Acho que a Tam está enganando os consumidores, divulgando propaganda enganosa. Não existem passagens a 20.000 (ou pelo menos quase não existem).

      1. Podem não existir mais, mas na época eu comprei por 20 mil mesmo.

        1. Natalie e Alex…

          Não sei se elas existem, mas uma amiga nossa estava com milhas para vencer e não podia viajar por falta de férias conseguiu emitir com as milhas dela a passagem para o Mau ir ao Brasil durante a ConVnVençãoNY2011. Eu não sei como ela conseguiu.. Mas enfim o vôo da ida foi Continental via EWR e o da Volta de United via IAD..

          1. Assim como o xará acima, estive procurando passagem da TAM para Novembro – volta no exato dia de completar 6 meses.. impressionante, mas para NY só a partir de 65 mil e para Miami no mínimo 20 mil.
            Cheguei a ligar lá e me disseram que era isto mesmo… pelo visto, talvez na loja da Tam Viagens consiga algo, mas é complicado isto.
            Pior que tenho 10 mil para vencer até Novembro e pensei em usar no feriado dia 15 para algum lugar aqui próximo – agora, ou compro alguma besteira no multiplus ou perco os pontos. O jeito é passar prá Smiles mesmo.

            1. Pode ser que esse tipo de passagem bônus (emitidas com 20 mil milhas cada trecho) nem exista mais, entretanto aqui está o print do próprio extrato da Tam indicando que emitimos duas passagens ida e volta com 20 mil cada trecho: http://twitpic.com/517uqo.

              1. Aqui está o link correto: http://twitpic.com/517uqo

  20. Desde o minuto seguinte em que a Tam anunciou o aumento aposentei meu Itaucard e passei a usar os cartões que me permitem transferir pontos pro Smiles. O nome disso é PALHAÇADA! Que a Gol não siga o mau exemplo …

  21. Olha, eu já cheguei a organizar a vida inteira em função de usar cartão de crédito que acumula milhas, pensar “estrategicamente” na hora de comprar um bilhete em code-share para pagar um pouco mais, mas acumular mais milhas, mas eu desisti.

    Estou inscrito em alguns programas, e hj faço assim: eu acho o melhor bilhete (mais barato e conveniente etc.) Depois de comprada a passagem, vejo se é possível acumular milhas, com qual plano (em casos de vôos que permitem acumular em cias. diferentes) etc. Mas eu não me estresso mais tentando acompanhar tudo, só para ver milhas ou pontos perdidos ou prazos de resgate alterados a qualquer momento.

    Comprar passagem aérea ficou muito mais tranquilo assim. Não deixo de acumular milhas, mas não viro um escravo dos programas de fidelidade na hora de fazer cotações. Se puder viajar (já emiti vários trechos no Brasil com milhas, e trechos caros como Boa Vista – Campinas), ótimo! Mas se alguém resolver mudar as regras, não fico me sentindo ruim por ter gasto mais grana, ou usado um cartão de crédito menos conveniente, só para acumular as milhas.

  22. Comprei 3 passagens da TAM para a Europa indo por Paris e voltando por Milão, para junho agora.Como é a 1ª vez no velho continente e fiz toda a minha programação baseada nos amados VnV, CP etc, me permiti pagar mais caro, pois dividi em 10 vezes no Itau Tam Fidelidade e vou usar uma companhia brasileira de + facil comunicação, etc.Cada passagem com direito a 12.000 milhas (não dá para trocar por qualquer outra passagem agora que são necessárias 15.000).Acho que não haverá uma próxima vez, me sindo ultrajada com esta mudança sacana, e no smiles tenho aproveitado ótimas ofertas de 4.000 pontos por perna dentro do Brasil …

  23. Minha opinião talvez seja diferente das demais.
    Mas se baseia de uma experiência que tive nos últimos dias.
    A missão era emitir uma passagem para Santiago. O Smiles exigia 20.000 milhas, no Smiles Any Day, acho muito provável que os assentos normais tenham se esgotados 3 ou 4 meses com antecedência. Pois bem, não emiti pelo Smiles.
    O Fidelidade ofertava 10.000, e alguns vôos, em sua maioria com uma rápida conexão em Asuncion por 4.000. Resultado. Emiti para a família toda ida e volta para Santiago por 32.000 pontos Fidelidade. Se fizesse a emissão na Gol precisaria de 160.000 milhas.
    A Gol pede 10.000 para voar pela América do Sul. Ótimo! Mas não liberam vôos por 10.000. Assim, fica fácil!

    Estou precisando emitir um trecho agora: Campinas – Recife, para junho, a TAM pede 8.000. O Smiles pede 10.000.
    O Smiles esta anunciando para junho a promoção de emissão por 4.000 para vôos pelo Brasil. Até agora não vi nenhuma disponibilidade. Isso porque tentei vôos relativamente “fáceis”, em dias poucos concorridos e de curtos. E nada….
    Obviamente não fiquei feliz pela “inflação” do Fidelidade, e não achei justo. Mas a MINHA impressão é que Smiles é ótimo de marketing, mas no “vamos ver” o Fidelidade, ao menos, nas minhas últimas experiências, tem sido bem mais atraente.

    1. Sejamos justos.
      Coincidência ou não após inserir minha reclamação aqui.
      O Smiles disponibilizou trechos por 4.000.
      E consegui emitir Guarulhos – João Pessoa.

  24. Olá Fábio !
    Particularmente, eu prefiro o Smiles.
    A maior desvantagem em relação ao Fidelidade é o número de assentos por voo. Por exemplo, Campinas / F.Noronha, que já utilizei 2 vezes, só tem 4 assentos Smiles.
    Já consegui ótimos voos com 4.000 (internos) e 6.000 (América do Sul).

  25. [...] http://www.viajenaviagem.com/2011/05/tam-aumenta-milhas-para-america-do-sul-gol-diz-que-nao-muda/ América do sul, Pontos/Milhas, viajando de avião [...]

  26. Poxa…eu era fiel à TAM, mas desse jeito vou ter que dar umas escapulidas…

  27. Acho um absurdo o que a TAMtem feito com seu programa de fidelidade: além de aumentar de 10000 para 15000 pontos o trecho na América do Sul, ainda tem deixado de pontuar trechos voados, mesmo não sendo tarifa promocional. É um desrespeito!

  28. Acho um absurdo o que a TAMtem feito com seu programa de fidelidade: além de aumentar de 10000 para 15000 pontos o trecho na América do Sul, ainda tem deixado de pontuar trechos voados, mesmo não sendo tarifa promocional. É um desrespeito!A partir de agora não dou mais preferência à TAM!

    1. E você ainda dava?

  29. Alguém conseguiu emitir American com milhas Smiles ultimamente?! Pque eu ñ consegui nada, to decepcionada, sempre achei fácil, mas este ano pelo jeito vai ser impossível…

    1. Eu sempre consigo. Para que data você está tentando?

  30. Gabriel, qquer dia em janeiro, ano passado consegui reservar em setembro p/ embarcar em janeiro e tinha sobrando, mas desta vez ñ consigo nada entre dez e março…

  31. Qual a rota? Para janeiro acredito que pelo AAdvantage ainda tenha dispnibilidade, mas me diz a rota que faço a verificação aqui.

    1. Oi Gabriel to tentando p/ Los Angeles ou San Francisco… Obrigada pela ajuda!

      1. Mas de onde você sai?

        1. De Ctba ou Florianópolis

          1. Tentei de novo agora, o unico destino disponivel pela aa a partir de 20/12 é Dallas em 25/01.

            1. A Economy MileSAAver, que exige 30 mil milhas por trecho em janeiro, está realmente esgotada. Ou seja, é praticamente impossível encontrar algo no Smiles. Ainda mais que o Smiles não diferencia alta e baixa temporada.

              Milhas em alta temporada é complicado. Voos cheios, dólar com menor cotação desde 99… isso tudo atrapalha na emissão com milhas.

  32. Consegui emitir p/ 20.01 New York/Florianópolis via Buenos Aires (p/mim é até melhor que via Guarulhos) na econômica, valeu ligar a semana inteira, todo dia, o negócio é insistir mesmo! Conferi no site da AA, esse trecho tem disponível em várias datas.

  33. Oi, gente!
    Estou com passagem marcada com milhas para Santiago dia 9/8, mas gostaria de adiar. Alguém sabe me dizer se é possível, se tem taxas, pr quanto tempo posso adiar?
    Eu não encontrei nenhuma informação no siteda TAM e como é trecho internacional, o atendimento eletrônico diz que só indo até uma loja…

    1. Normalmente é possível. Só não te dou certeza pois a TAM muda sempre as regras.
      Normalmente a passagem é válida por até 1 ano. Algumas empresas cobram quando você CANCELA e pede as milhas de volta. Outras cobram uma pequena taxa para remarcação. No Smiles, se não me engano, são apenas R$50,00.

    2. Oi Mô! Saudades!

      Olha só: a TAM cobra 10% de multa em pontos para cancelamentos (nas regras a palavra técnica é “reembolso”) e remarcações. Nenhuma das duas operações pode ser feita por atendimento telefônico. Mas o cancelamento — pelo menos é o que diz o regulamento — é possível pelo site. A remarcação, só mesmo indo numa loja (e daí acredito que eles cobrem, além da multa em pontos, R$ 30 pela reemissão do trecho por via humana).

      Os pontos reembolsados retomam a validade que tinham antes de serem usados. Não há reembolso possível no caso de promoções de pontos (em promoções de pontos + dinheiro, apenas o dinheiro é reembolsado).

      Não achei nada sobre a validade de pontos em caso de reemissão. Mas acredito que só valha a pena o trabalho de reemitir caso os pontos estivessem vencendo à época da emissão da passagem original (e neste caso, acredito que a passagem precisaria ser emitida para até três meses depois da validade).

      Caso você tenha emitido a passagem na época das 10 mil milhas e queira reemitir para agora, acredito que eles cobrarão 5 mil milhas adicionais fora a multa.

      E como na América do Sul com TAM basta haver lugar no avião e solicitar com 7 dias de antecedência, o mais simples é mesmo cancelar e emitir a passagem nova quando você tiver certeza de que vai viajar.

      bj!

  34. Riq,

    Eu emiti este bilhete em junho, antes das novas regras e porque tinha milhas que venceriam em setembro.
    Precisarei cancelar porque saí do meu trabalho, acho que esta não é a melhor época para viajar, sabe…
    Eu vou até uma loja ver o que pode ser feito e volto aqui pra contar!

    Obrigada!!

  35. Riq,
    Conforme o prometido voltei para dizer como foi minha visita à loja da TAM.
    A moça que me atendeu disse que eu poderia adiar a passagem, mas que o retorno teria que ser até 6/9 porque emiti a passagem em 6/6.
    A segunda opção era cancelar, pagar a multa de 10% das milhas gastas e aguardar (rezando todos os dias) 45 dias para as milhas retornarem à minha conta.
    Eu preferi deixar como está, vou resolver até 5af…
    Beijos!

  36. Olá Bóia / Ricardo,
    Lembro que li em algum lugar do excelente VNV que é possível emitir milhas para um trecho e prosseguir no mesmo voo para outro trecho pagando este segundo.
    Tentarei explicar melhor:
    - Em um voo com destino final “x”, com escala em local “y”: paga-se com milhas até o destino “y” (o da escala); e paga-se com dinheiro de “y” a “x”. É possível? Em caso afirmativo, há a necessidade de descer do aviao no local da escala para poder prosseguir até o destino final?
    Muito obrigada se puder me ajudar com a resposta.

    1. Olá, Maria Cristina! O Ricardo Freire tinha sugerido essa possibilidade para quem só conseguia emitir Gol com milhas até Caracas e queria continuar a Aruba ou Punta Cana.

      Teoricamente isso é possível sim, sem precisar desembarcar; basta fazer o check-in dos dois trechos na origem.Mas confirme com a cia. à qual você é afiliada para ver se não dá encrenca.

  37. Estou programando uma viagem aos EUA com minha namorada para Abril do ano que vem (ou seja, com bastante antecedência). Entrei em contato com o TAM fidelidade, e me informaram que abril é considerado baixa temporada, e que conseguiria emitir bilhetes a partir de 20.000 pontos. Pois bem, fiz uma troca de pontos do American para a Tam que era prejudicial a mim, mas como gostaria de viajar no mesmo voo de minha namorada, resolvi “perder” alguns pontos. Estou com 50.000 na TAM e há duas semanas venho monitorando as passagens oferecidas, e para minha surpresa, ainda não encontrei NENHUMA passagem abaixo de 65.000. Estou me sentindo enganado por este programa. Simplesmente um absurdo eles divulgarem informações mentirosas. Já cancelei meu cartão Ipiranga (que só dá pontos na TAM), pois não posso ser fiel a uma marca que ilude seus clientes. Minha insatisfação é enorme!

    1. Uma coisa é teoria. Outra é a prática. É possível conseguir com 40 mil milhas, mas se você emitir assim que abrir a disponibilidade. Depois disso é praticamente impossível.
      A informação não é mentirosa, mas induz os leigos ao erro. Existir, existe, mas a chance de alguém já ter emitido antes de você é enorme.
      Para os Estados Unidos é muito melhor e mais fácil emitir no Smiles. Mas, para você não perder suas milhas, faça a emissão em uma companhia aérea parceira da TAM, onde é mais fácil conseguir os assentos.

  38. Olá,

    Concordo com você quando diz que o bom é gastar as milhas, acredito que pelo menos duas vezes ao ano devemos para que querer acumular e gastar em uma boa viagem.

    Abraços,
    Verônica
    http://www.falaturista.com.br/destino/hotel-curitiba

  39. O Programa de acúmulo de pontos no programa fidelidade é um adicional (bônus) oferecido pela TAM. O acúmulo de pontos não faz parte do contrato adquirido pelo passageiro ao comprar e utilizar a passagem. O contrato é levar o passageiro do ponto A ao ponto B em segurança.
    A TAM, como qualquer outra companhia aérea, tem o DIREITO de remanejar e mudar as regras do programa quando bem entender. Está nas regras do programa fidelidade (que você leu e aceitou ao se cadastrar). Não há injustiça alguma o fato da TAM aumentar a quantidade de pontos exigida para uma viagem bônus.
    A TAM tem o direito também de restringir e limitar a quantidade de assentos disponíveis para viagens bônus. Isto não pode ser considerado injustiça.
    É ela que dita as regras e você não tem o direito de dizer a ela o que fazer.
    Você tem a opção de voar com qualquer companhia e de aderir aos programas de qualquer empresa.

  40. Para onde consigo viajar com 10.000 pontos da TAM? Alguem poderia me ajudar?

    1. Alô, Ana! Com 10.000 pontos você consegue vôos domésticos. Está indicado no texto acima ;)

  41. A TAM exige 15.000 milhas para emissão de bilhete/trecho.
    A GOL diz que emite com 10.000 milhas e ninguem encontra. Na verdade o cliente só consegue emitir com 20.000 milhas ou DINHEIRO/MILHAS para cada bilhete/trecho.

    QUAL DA DUAS MALTRATA MAIS O CLIENTE ?

    1. Viajante Oficial, podemos dizer que a TAM é mais sincera rs.

  42. É um calote e tanto. Seria um estelionato?
    O cidadão acumula pontos no cartão, informado que vale um tanto, mas quando vai resgatar vale muitissimo menos. Isto é um calote. E não só da companhia aérea, mas tambem do cartão que é parceiro do caloteiro.
    Isto é um bom caso para o PROCON.
    Se a cia não pode cumprir, não pode prometer ou induzir ao erro do cliente.
    É um caso de POLÍCIA!!
    Advogados, atenção, tem aí um bom caso.

  43. Tenho 60.000,00 pontos no cartão, será que se transferir para o smile consigo ida e volta para mim e para minha noiva???
    Não transferi pois estou com medo pois não consigo nenhuma informação concreta. Quero ir pra Aruba será que consigo????

    Obrigado

    1. Olá, Samuel! Nunca é garantido. É mais fácil conseguir viagens-prêmio nacionais. O Smiles é meio avarento na liberação de assentos para o Caribe.

  44. eu gostaria de saber se posso transferir minhas milhas tam fidelidade para smile

    1. Olá, Ilmar! Não dá não. Você precisa juntar todas as milhas necessárias num programa só.

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!