Vai alugar apê no exterior? Não faça transferência bancária!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Apê alugado em Barcelona, sem fraude

Uma coisa que eu já falei muito em comentários, mas que preciso incorporar à série de Como alugar apartamentos de temporada no exterior é alertar para que de jeito nenhum se envie dinheiro por transferência bancária -- seja para pagamento total, seja para sinal.

É que este meio de envio (via Western Union, por exemplo) é o preferido dos pilantras, porque uma vez feita, a operação não pode ser revertida -- e na maioria dos casos o malandro nem consegue ser localizado.

Já quando a operação é feita por cartão de crédito ou PayPal os rastros que se deixa são muito maiores -- e há a possibilidade de contestar a despesa.

No começo do ano, o Seth Kugel, atual Frugal Traveler do New York Times e grande blogueiro do iG Viagem, entrou direitinho num esquema assim -- e contou para os leitores do NYT.

Agora em novembro começaram a pipocar casos de hackeamento de contas no site da VRBO, um site em que toda a negociação é feita diretamente entre proprietário e candidato a inquilino. O Washington Post acompanhou alguns casos.


E infelizmente a coisa chegou até a gente. O Marco contou aqui no site que foi vítima de um golpe em conta hackeada -- o que lhe custou mais de 2.000 dólares. Transcrevo aqui o relato na íntegra:

Vou viajar para Londres em fevereiro e resolvi alugar um apartamento lá. Um dos sites que utilizei para me orientar foi esse (e isso não quer dizer que o Ricardo Freire tenha qualquer culpa nisso, longe disso, mas gostaria que ele desse publicidade sobre esse fato), e acabei escolhendo um apartamento da VRBO. Enviei o email via site e pouco tempo depois recebei um email automático da VRBO dizendo que haviam recebido meu pedido e que em breve o dono do imóvel iria entrar em contato. No dia seguinte recebi email do dono, que se identificou como Mario Rossi, e disse os detalhes do imóvel. Troquei diversos emails com ele (e ao mesmo tempo com outros, além de apês da NYHabitat). Enfim, decidimos pelo apartamento e negociamos o pagamento da primeira metade do apartamento para 6 pessoas.

Dados enviados, fiz a transferência bancária internacional (5 dias após ter recebido o primeiro email do proprietário), e na terça-feira, à noite, 6 de dezembro, recebi um email da VRBO dizendo que eles tinham identificado um hackeamento da conta do proprietário do apartamento que eu estava alugando e que não era para eu enviar qualquer detalhe de pagamento e muito menos o pagamento. O alerta veio 10 dias depois do meu primeiro contato. No dia anterior eu havia feito um seguro, pelo sim pelo não, e até agora há pouco eu acreditava que isso iria me salvar. Mas já sei que não vai, pois o seguro não cobre phising na conta do proprietário!!!!! Outros casos aconteceram nos últimos dias e agora colocam em dúvida este sistema. Perdi 1.185 euros! Então recomendo muuuuuuito cuidado a todos e que de preferência evitem esse tipo de aluguel. Estou às ordens para dar mais detalhes sobre tudo que aconteceu e caso o Ricardo Freire queira fazer uma matéria sobre isso estou às ordens e além disso sugiro acessar o link comunity no próprio site da VRBO onde começam a pipocar diversas casos com as mesmas características.

Espero ter contribuído.

Marco, a gente lamenta muito e agradece ainda mais por você ter contado aqui.

Pessoal: transferência bancária, nunca! Sinal só por cartão de crédito ou PayPal!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


84 comentários

Rose Pritsopoulos

Pessoal tivemos problemas sérios com a Thaysa da brasilway apartamentos em NY.
Alugamos um apartamento para curta temporada em NY com 4 meses de antecedência pelo site brasilway apartamentos em NY na véspera da viagem ela nos avisou que teve problema de vazamento no banheiro e que o apartamento ficaria interditado por 15 dias. Constatamos que era mentira pois fomos até lá e tinha outros hóspedes. Não cumpre o que combina, literalmente sem caráter.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar